O que posso fazer com o consórcio de serviços?

O que posso fazer com o consórcio de serviços?

Há muitos anos os brasileiros têm contado com o consórcio para realizar o sonho de comprar o primeiro carro e adquirir a casa dos sonhos. Mesmo quando a intenção é trocar de automóvel, comprar uma moto ou investir em um segundo imóvel, o consórcio tem se apresentado como a melhor opção de pagar parcelado por um bem de alto valor.

Isso porque, na maioria das vezes, as pessoas não têm o dinheiro para pagar à vista por um carro, apartamento ou uma casa. Sem falar que não se trata de uma compra comum: você precisa ter liberação de crédito, caso opte pelo financiamento, e ainda precisa se comprometer com o alto valor de juros compostos praticado nas parcelas.

Em mais de 50 anos, o consórcio passou por diversos momentos, sempre acompanhando as tendências de consumo dos brasileiros. Foi graças à sua facilidade que muitos puderam comprar o primeiro carro e, a partir dos anos 1990, investir no imóvel, com a possibilidade de usar os recursos do FGTS para ofertar como lance.

Porém, nos últimos anos, as pessoas têm se interessado por novas formas de consumo. Além do interesse em comprar bens, cada vez mais as empresas têm se especializado em serviços e experiências. Trata-se de uma boa forma de conhecer coisas novas, investir no bem-estar e estar mais próximo da família em diferentes momentos.

Ou seja, nos últimos anos, as pessoas têm se interessado mais pela aquisição de serviços, com o objetivo de realizar novas experiências, seja de forma individual ou junto à toda família. Nesse contexto, surgiu a modalidade de consórcio de serviços, que iremos explicar em detalhes.

Como funciona o consórcio de serviços

Pelo menos nos últimos dez anos houve uma grande mudança no comportamento de consumo. Trata-se de uma tendência mundial. Com a predominância no consumo de uma nova geração, os millenials (ou geração Y), aumentou o interesse de adquirir novas experiências - algo que tende a ser seguido pela geração seguinte, a geração Z.

Aos poucos, foi-se gerando maior desapego com os bens materiais. Soma-se a isso o aumento de uma gama de serviços: aplicativos de carona facilitando o trânsito para diferentes lugares, diversos serviços de entrega que diminuem a necessidade de sair de um local para outro para comprar e a ampla oferta de imóveis em diferentes cidades, que fizeram muitos repensar o sentido de propriedade.

Por mais que as pessoas ainda queiram comprar o seu carro ou a casa própria, novos padrões de consumo foram surgindo com o passar dos anos, muitos deles atrelados à experiência.

E isso não fica preso a apenas uma geração: mesmo as pessoas que já utilizaram o consórcio em algum momento da vida têm procurado novas formas de passar um tempo a mais junto à família ou até mesmo curtir melhor os momentos de folga e férias.

É exatamente no sentido de atender essa nova demanda que surgiu o consórcio de serviços.

Sua mecânica é bem parecida com o modelo tradicional de consórcio. Você seleciona o valor da carta de crédito para adquirir um serviço e seleciona a quantidade de parcelas que deseja pagar.

Só que, diferente das cartas de automóvel e imóvel, que trabalham com valores mais elevados, o consórcio de serviços comercializa cartas entre R$ 15 mil e R$ 30 mil, que podem ser divididos em até 30 mensalidades.

Para começar a investir em um consórcio de serviços é bem simples. Antes de tudo, é preciso escolher uma administradora de consórcio que tenha autorização do Banco Central (Bacen), que regula o setor. Pelo site do Bacen, é possível verificar a lista de administradoras de consórcio que estão autorizadas a fechar contrato, entregar as cartas de crédito e se responsabilizar por toda a operação, até que você seja contemplado com o seu serviço.

Depois disso, você pode fazer a simulação do que realmente deseja. Basta escolher o valor da carta de crédito e a quantidade de parcelas, que você já tem o retorno de quanto ficaria a mensalidade, com o acréscimo da taxa de administração, que serve para remunerar a

empresa de consórcio pelos serviços prestados, e o fundo de reserva, que impede que a inadimplência dos integrantes de um grupo prejudique os demais.

Mas, o que posso comprar com o consórcio de serviços? Pela Embracon, você tem cinco possibilidades, que iremos detalhar a seguir.

Consórcio de viagens

Um dos maiores desejos dos brasileiros é viajar mais: seja pelos estados do nosso país ou até mesmo para o estrangeiro. O problema, porém, é que poucos conseguem se planejar para dar início a essa empreitada.

Para isso, conte com o consórcio de serviços. Você pode investir em uma carta de crédito para organizar uma viagem com toda a família, incluindo passagens, hospedagem, passeios e até alimentação. Mas, se quiser organizar um mochilão para os países da Ásia, viajar para conhecer novas culturas, fazer um passeio gastronômico passando pelos países do Mediterrâneo, conte com o consórcio. No fim das contas, é você que escolhe o destino que deseja ir!

Para utilizar a carta de crédito, basta indicar alguma agência especializada em viagens e organizar o seu pacote. Enquanto você faz o pagamento do consórcio, pode ir pesquisando o local, acertando os detalhes e verificar os preços de todos os serviços que deseja incluir com esta viagem, como rotas, passeios, visita a outras cidades… Aproveite para incluir tudo o que realmente deseja, e boa viagem!

Consórcio de estudos

As pessoas investem em estudos por diversos motivos: para crescer na profissão, para elevar seu nível de especialidade em determinada área e até mesmo para conhecer novas culturas.

Com o consórcio de estudos, você pode pagar por uma faculdade, um curso de longa duração e até mesmo um MBA. Se você quiser tentar um curso fora do Brasil, também pode aproveitar a carta de crédito para essa finalidade.

É uma boa oportunidade para os pais que querem estar mais preparados quando os filhos entrarem na universidade ou até mesmo estimular um intercâmbio, para que possam aprender um novo idioma e estar em contato com novas culturas.

Você pode utilizar a carta de crédito em instituições de ensino ou agências especializadas que vinculam a viagem a um país estrangeiro com um curso de idiomas local.

Consórcio de reformas

Existem diversos motivos que levam as pessoas a dar início à reforma na sua casa ou apartamento. Tudo depende do momento em que se está: à espera de um filho, é normal que os pais queiram investir em um novo quarto para a criança; depois de muito tempo morando em um mesmo local, repaginar o lar pode ser mandatório, principalmente quando as tinturas já estão gastas e a disposição dos imóveis já não agrada mais.

A pandemia tem feito com que os brasileiros tenham um novo olhar sobre a casa ou apartamento em que moram - tanto que muitos optaram por dar início a uma reforma com o objetivo de adaptar um escritório para o home office ou até mesmo criar novos ambientes para que os filhos possam brincar, ler e se divertir.

Antes mesmo da pandemia, o consórcio de reformas já respondia por mais de 60% das aquisições de consórcio de serviços. Isso porque, quando se trata de reformas, as pessoas ficam menos ansiosas com uma data específica e aceitam de melhor grado um planejamento a médio e longo prazo.

Com o consórcio de reforma, você pode remodelar toda a sua casa do zero, incluindo pintura, revestimento, construção de novo cômodo ou expansão de algum lugar especial da casa ou apartamento.

Ao ser contemplado com a carta, é preciso indicar os profissionais que vão ajudar com a reforma ou decoração, como arquitetos e engenheiros, e todo o material que será utilizado.

Consórcio de cirurgias

O Brasil é o país em que mais cirurgias de estética são feitas por ano. Com isso, surgiu a necessidade de facilitar a aquisição de um serviço desse tipo.

Antes de tudo, é preciso escolher o tipo de cirurgia que deseja fazer. Escolha um profissional que seja certificado pela SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) e que tenha experiência na condução de cirurgias. Pesquise bem e tome todas as precauções necessárias antes de iniciar o processo cirúrgico, independente da finalidade.

Com o consórcio de cirurgia, você pode realizar todo tipo de procedimento estético e cirúrgico.

Consórcio de festas

Em nossas vidas, passamos por diversos momentos especiais: o primeiro aniversário do filho, a festa de debutante, uma comemoração de bodas e, claro, o casamento.

Tudo isso é possível de ser realizado com o consórcio de festas. Como você não recebe a carta de crédito de imediato, o ideal é começar a investir no consórcio antes mesmo de ter uma data específica. Você pode ofertar o lance para ter chances de ser contemplado mais rapidamente.

Lembrando que, caso esteja pensando em casar, é possível utilizar a carta de crédito para a lua de mel ou até mesmo para pagar por todas as despesas da festa. Você pode negociar com um buffet e contratar uma gama de serviços adicionais, como fotografia, vídeo, dia da noiva, bolo, entre muitas outras coisas, para que tudo dê certo no grande dia!

Por que vale a pena investir em um consórcio de serviços

Com o consórcio de serviços, você pode investir no bem-estar sem se preocupar em ter um alto limite de cartão de crédito, por exemplo, ou ficar por anos juntando para fazer algo importante na sua vida, como começar um intercâmbio ou pagar por uma faculdade, por exemplo.

O consórcio é uma modalidade bastante flexível: é você que coloca as condições para começar a pagar por um serviço importante na sua vida.

Não há cobrança de juros ou entrada, como é comum no financiamento, por exemplo. Na verdade, você nem precisa ter a certeza de qual bem deseja adquirir para começar a pagar pela sua cota.

Com a Embracon, você começa pagando pelo consórcio de serviço e só depois que é contemplado direciona a finalidade da carta de crédito, seja para viagens, estudos, reforma, festas etc.

Além do mais, a carta de crédito tem poder de compra à vista, o que pode gerar uma boa margem de negociação com o fornecedor. Se estiver pensando em pagar por um curso de longa duração, por exemplo, pode ter um desconto com a carta.

Caso o valor da sua carta seja maior que o serviço que deseja adquirir, pode usar o saldo remanescente para pagar pelas últimas parcelas. Mas, se o serviço tiver um valor superior à sua carta, sem problemas: você pode negociar com o proprietário e completar o valor com os seus próprios recursos.

Outra vantagem do consórcio de serviços é que, diferente de outras modalidades, sua carta de crédito tem um valor mais baixo. Funciona como ótima porta de entrada para quem nunca investiu em um bem por meio do consórcio: com cartas de até R$ 30 mil em até 30 mensalidades, muitas pessoas têm sentido mais segurança para fechar contrato com as administradoras. Pode ser o primeiro passo para, mais pra frente, investir na conquista de um novo automóvel ou até mesmo da casa própria com o consórcio.

Passo a passo para fazer um consórcio de serviços

Agora que você já conhece todas as vantagens e os motivos para dar início à sua carta de serviços, vamos explicar como você deve proceder para fechar um consórcio para viagens, estudos, reforma, cirurgias e festas.

Como dissemos, você não precisa ter certeza do que realmente deseja fazer com a carta. Mas, se já tiver uma ideia, fica mais fácil definir o total da carta de crédito, que é o valor correspondente para o serviço.

Com o uso do simulador, você pode selecionar o valor que deseja para sua carta e a quantidade de mensalidades.

Após informar seus principais dados pessoais, para que um especialista de consórcio entre em contato e possa tirar todas as suas dúvidas antes de fechar o contrato, você consegue ter o retorno do valor das mensalidades.

Depois de seguir todos os passos, o especialista entra em contato e explica em detalhes como funciona o consórcio. Após definir o valor das mensalidades e da carta, você recebe o documento do contrato. Leia com atenção para entender todas as suas obrigações. Por exemplo, você precisa pagar as mensalidades em dia para participar dos sorteios mensais, em que são entregues as cartas de crédito.

Após assinatura do contrato, a administradora tem até 60 dias para inseri-lo em um grupo, que reúne pessoas com interesses semelhantes ao seu.

Nos sorteios mensais, todos têm as mesmas chances de serem contemplados. Nenhuma administradora pode garantir quando um consorciado será contemplado com 100% de certeza. Esse processo conta com a numeração da Loteria Federal, para garantir isonomia e transparência.

Como funciona a contemplação por sorteio

Quando você é contemplado, passa por um novo processo de análise de crédito. Caso esteja pagando por uma mensalidade que ultrapasse os 30% dos seus rendimentos mensais, por exemplo, precisa indicar um devedor solidário, ou seja, uma pessoa que irá dividir a responsabilidade da dívida para somar junto aos seus rendimentos mensais.

O devedor solidário também precisa encaminhar as documentações pessoais, assim como o dono da cota, como RG, CPF, comprovante de residência, entre outras informações pertinentes à renda, que são solicitadas pela administradora.

Depois da entrega, a administradora faz a análise e dá um retorno ao consorciado. Se estiver tudo certo, basta entregar o que está faltando e seguir para a liberação da carta de crédito. Mas, caso a documentação ou a comprovação seja invalidada, a administradora informa o consorciado e segue o mesmo procedimento com o segundo sorteado da lista, até que alguém seja efetivamente contemplado com a carta.

Contemplação por lance

Assim como acontece nas cartas de moto, automóveis e imóveis, também é possível fazer a oferta de um lance para o consórcio de serviços.

Para isso, é preciso registrar na área de clientes o valor que desejaria ofertar para a sua carta. Antes de definir o valor para o lance, pense no percentual que quitaria da sua cota com o valor. Quanto maior for o percentual, maior a sua chance de ser contemplado.

Porém, assim como acontece com o sorteio, nenhuma administradora pode garantir qual o valor mínimo para a contemplação. A tendência é que, nos primeiros meses, seja mais competitiva a oferta do lance, já que muitos consorciados entram com a expectativa de serem contemplados mais rapidamente com um bom valor de lance.

De qualquer forma, você pode se sentir à vontade para fazer a sua oferta de lance. Se você não for o vencedor, ou seja, não ofertar o maior valor dentro da assembleia, não se preocupe. O seu valor não é debitado, e você terá chances de fazer a oferta nos meses seguintes. Pode ser uma boa oportunidade para acumular um valor maior e, assim, aumentar as suas chances de ser contemplado.

Mas, se o seu lance for o maior, você precisa passar pela etapa de análise de crédito. Se a documentação estiver correta, o valor é debitado e quita as últimas mensalidades do seu consórcio. E, o melhor de tudo: você pode usar a sua carta de crédito para o serviço que realmente deseja.

Como utilizar a carta de crédito para o consórcio de serviços

Depois de passar pela etapa de análise de crédito, a administradora dá início ao processo de liberação da carta de crédito.

Embora tenha poder de compra à vista, a carta não é depositada na conta do consorciado. É preciso indicar os fornecedores e prestadores de serviço que vão executar o que você realmente deseja.

Quando você começa a pagar pelo consórcio de serviços, tem liberdade para utilizar a carta com uma das possibilidades que explicamos: viagens, estudos, reforma, cirurgias e festas.

Porém, ao ser contemplado, você só pode utilizar a sua carta para alguns desses serviços. Não pode, por exemplo, solicitar para a compra de moto, automóvel ou imóvel.

Ao definir a finalidade para a sua carta, é preciso indicar os profissionais e materiais. Para isso, você precisa de uma nota fiscal com o valor total dos serviços, para que a administradora possa fazer a transferência da carta. Em casos como reforma, por exemplo, pode acontecer de precisar de mais de um fornecedor: portanto, siga as instruções da administradora e apresente tudo o que for necessário, para que você consiga pagar pelo serviço que realmente deseja.

Vale lembrar que, mesmo após ser contemplado, é preciso continuar se comprometendo com o pagamento das mensalidades de consórcio, para não comprometer o grupo de consórcio ou ficar com o nome negativado.

Invista em novas experiências com o consórcio

Como você pôde perceber, existem diversas formas de investir em novos serviços e experiências por meio dessa nova modalidade de consórcio.

Como a carta de crédito tem um valor menor que cartas tradicionais, como automóveis e imóveis, pode ser uma boa porta de entrada para que mais pessoas consigam realizar seus sonhos sem ter que comprometer demais os seus rendimentos mensais.

Caso considere o valor máximo de R$ 30 mil por carta insuficiente para o que realmente deseja, você pode investir em mais de uma cota. Só fique atento aos sorteios de cada uma das cotas. Se precisar do valor inteiro, você pode ser contemplado com uma das cartas e deixá-la no fundo comum até o momento da segunda cota ser sorteada. Ou pode até mesmo pensar em uma forma de ofertar o lance para as duas cartas, em diferentes momentos. Escolha a melhor forma para você e para a sua família!

Com tantas facilidades assim, o consórcio de serviços veio para ajudar milhares de pessoas a investir em novas experiências, seja para o bem-estar ou para estar próximo à família.

Quer saber melhor como funciona? Faça uma simulação no nosso site e aproveite as vantagens.
Simulação Consórcio Serviço


chat Eva