Entenda o que é e como fazer uma oferta de lance em consórcio

Entenda o que é e como fazer uma oferta de lance em consórcio

Entenda o que é e como fazer uma oferta de lance em consórcio

Quando alguém decide participar de um grupo de consórcio, é óbvio que existe uma grande ansiedade em receber a tão sonhada carta de crédito. Contudo, nem sempre o cotista consegue esse documento na velocidade que deseja. Por isso, quem não deseja contar apenas com a sorte, é possível acelerar o processo de contemplação. Basta fazer uma oferta de lance.

Entretanto, é preciso tomar alguns cuidados antes de se fazer sua proposta. Afinal, além de ter que conhecer as regras do grupo, existe uma grande concorrência. Pior do que fazer um lance baixo é ofertar um valor maior do que o necessário, não é mesmo?

Ao continuar a leitura deste artigo, você entenderá melhor o que será preciso fazer para conseguir dar uma boa oferta de lance em um grupo de consórcio. Confira!

O que é a oferta de lance?

Basicamente, existem duas formas de contemplação em um consórcio. Na primeira, os membros do grupo participam de um sorteio, que escolherá alguns cotistas para receber a carta de crédito. No entanto, existe uma grande desvantagem: há a possibilidade do consorciado demorar algum tempo para ser sorteado.

Caso o integrante deseje antecipar sua contemplação, é possível que ele participe de um leilão em que a maior oferta de lance receberá a carta de crédito. Nesse caso, esse valor se refere à antecipação do pagamento das parcelas futuras. Além disso, o consorciado deve ficar atento, pois é preciso conhecer as regras do grupo e saber que é possível que a sua proposta não seja a vencedora.

Quais são os tipos de lance?

O consorciado deve ter alguns cuidados, entre eles, considerar com atenção as regras da contemplação. Caso ele deseje antecipar o recebimento da carta de crédito, é preciso entender como a administradora organiza as ofertas de lance.

Atualmente existem dois de lance, veja abaixo quais são.

Lance livre

O lance livre é o tipo mais utilizado entre os grupos de consórcio. O seu funcionamento se baseia em um leilão, em que o contemplado será aquele que oferecer o maior montante. Entretanto, não é possível que um consorciado cubra o valor de outro, pois a proposta é feita em segredo. Nesse caso, o cotista tem liberdade para fazer a sua oferta, desde que ela seja maior que a mensalidade.

Por se tratar de um leilão "às escuras", é comum ocorrerem empates. Portanto, é preciso verificar quais são as regras utilizadas pela administradora quando ocorre essa situação, sendo que o mais comum é que o contemplado seja definido por meio de um sorteio. Outra característica do lance livre é que o valor das propostas é maior no início do consórcio e vai diminuindo com o passar do tempo.

Lance fixo

Dependendo da regra estabelecida pela administradora, é possível que ela fixe um determinado valor para ser dado como lance. Esse tipo de oferta é denominado como lance fixo. Ao contrário do que acontece com o lance livre, não ocorre um leilão para determinar o cotista que será contemplado.

Nesse caso, os membros interessados em antecipar a sua contemplação deverão oferecer um valor fixo. Geralmente, ele se baseia em um percentual da cota — esse montante é definido pela administradora. Caso mais de um consorciado dê esse lance, ocorrerá um sorteio entre esses cotistas para determinar aquele que receberá a carta de crédito.

Como fazer uma oferta de lance?

Como é possível perceber, realizar uma oferta de lance pode ser uma opção interessante. Principalmente para quem tem capital e deseja antecipar a sua contemplação. Entretanto, devido à concorrência, nem sempre o lance é garantia de carta de crédito na mão. Sendo assim, é preciso de estratégia para conseguir oferecer a maior proposta.

O primeiro passo é descobrir qual é o tipo de lance utilizado pelo grupo do consórcio. Caso ele seja do tipo fixo, basta o consorciado fazer a oferta e, se houver mais de um interessado, torcer para ser sorteado. Agora, na hipótese de o grupo utilizar o lance livre, o cotista deverá ficar atento para poder conseguir fazer a melhor proposta.

Em seguida, é preciso conhecer em detalhes as regras sobre a contemplação por lance. Dependendo do grupo, é possível utilizar parte do crédito recebido na carta para fazer a oferta — essa operação é denominada como lance embutido. Em outras situações, a proposta deve ser feita antes que ocorra a assembleia ou, até mesmo, é possível utilizar o FGTS.

Durante o andamento do consórcio, é comum estabelecer um padrão entre os participantes que fizeram a proposta vencedora. Sendo assim, é importante acompanhar as assembleias e conhecer o histórico dos valores ofertados. Desse modo, fica mais fácil estabelecer uma estratégia.

O que considerar para dar um lance?

Para que a oferta de lance seja uma opção viável para o consorciado, é preciso que ele tome alguns cuidados. Os quais são:

Tenha planejamento financeiro

Devido à ansiedade para conseguir adquirir o bem desejado, é comum o cotista se precipitar e oferecer um lance maior do que a sua capacidade financeira permite. Por isso, caso exista o desejo de antecipar a sua contemplação, é preciso ter um planejamento financeiro pessoal.

Dessa forma, é possível identificar os diversos gastos supérfluos existentes no orçamento familiar, de modo a permitir o acúmulo de capital que viabilize a realização do lance. Além disso, é preciso que o planejamento considere os gastos extras após a aquisição do bem, pois ocorre a cobrança de taxas cartoriais e impostos.

Tenha entre 20% e 50% da carta de crédito

Para conseguir fazer um bom lance, é preciso que o cotista ofereça um valor que está entre 20% e 50% da carta de crédito. Portanto, é muito importante fazer um planejamento financeiro pessoal que permita acumular esse recurso, de modo a não prejudicar as despesas essenciais.

Não hesite em dar o lance e persista

Após conseguir os recursos que viabilizem a oferta de lance, não se preocupe caso a proposta não seja vitoriosa. É preciso que o cotista saiba que ele não terá prejuízos, sendo que essa experiência falha pode ser usada em sua curva de aprendizagem, de modo a ajudá-lo a fazer melhores propostas no futuro.

Além disso, é preciso persistência. Já que, a cada assembleia, novos contemplados surgirão e, por isso, aumentarão as chances de receber a carta de crédito, seja por meio de um sorteio ou pelo lance.

De qualquer forma, a oferta de lance é uma opção muito válida para quem deseja antecipar a aquisição de um determinado bem ou serviço. Afinal, ao contar apenas com a sorte, nem sempre a carta de crédito sai na velocidade esperada.

Caso você queira saber mais sobre consórcios, que tal entrar em contato conosco? Teremos o prazer em ajudar a transforma em realidade o seu sonho. Até a próxima!

Simulação de Consórcio
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Ler próximos artigos

Consórcio