Consórcio de casamento: saiba como funciona

Consórcio de casamento: saiba como funciona

Por muitas décadas o consórcio ficou conhecido como um tipo de investimento para a compra de motos, carros e imóveis. Nos últimos anos, a Associação Brasileira de Administradora de Consórcios (ABAC) ajudou a introduzir um novo modelo para quem deseja investir em serviços, utilizando a carta de crédito do consórcio.

Entre os serviços estão a possibilidade de investir em cirurgias plásticas, educação, viagens, reformas, festas e, até mesmo, consórcio de casamento.

A seguir explicamos como você pode investir em uma carta para o dia mais feliz de sua vida – de quem você ama, claro!

Como funciona a categoria de serviços

O consórcio de serviços é a modalidade que permite o investimento no seu casamento. Oferece créditos entre R$ 15 mil e R$ 30 mil, que podem ser parcelados em até 30 meses. A grande diferença é que, ao invés de comprar um bem, você pode usar a carta de crédito para a contratação de um serviço, independentemente da área. Basta que o prestador de serviços emita nota fiscal.

Assim, ao escolher pelo consórcio de casamento, você entra em um grupo de consorciados e passa a participar das assembleias mensais, que realizam os sorteios da carta de crédito.

Você pode ser contemplado pelo sorteio ou pela oferta de lance, momento em que o casal registra um valor antes do dia da assembleia que posteriormente deve quitar as parcelas restantes.

Se o valor do casal for o maior daquela assembleia, eles são contemplados e podem receber a carta de crédito.

Organizando o casamento com o consórcio

Antes de começar a pagar o consórcio, é necessário que o casal decida como pretende organizar a festa. Por isso, é preciso levar em consideração aspectos importantes. Afinal, o casamento não depende apenas de um único serviço.

O ideal é ter ciência de todos os valores que compõem o que seria o casamento dos sonhos para o casal.

Leve em consideração a quantidade de convidados. Não precisa ser algo exato, mas pelo menos uma média. Afinal, os buffet's costumam cobrar por pessoa. Por isso, certifique-se de que os envolvidos estarão comprometidos com a presença, para que não tenha que pagar a mais por quem não for.

Veja qual o buffet de preferência do casal e confira quanto ficaria o valor pela quantidade de convidados para a festa.

A seguir, confira alguns custos que também devem ser levados em conta ao preparar o casamento:

Decoração de festa: custa por volta de R$ 5.000, dependendo do tamanho do local.

● DJ ou banda: geralmente as pessoas optam por uma banda no casamento na igreja e um DJ para comandar a festa. Cada um deles cobra, em média, R$ 1.500, dependendo da região.

● Iluminação: também tem um custo à parte, e geralmente é feita pelo próprio DJ.

● Fotografia e filmagem: geralmente custam a partir de R$ 1.500. Se o casal optar por fazer o ‘dia da noiva’, momento em que o fotógrafo registra todos os momentos antes da noiva entrar na igreja, há um custo adicional.

● Seguranças: dependendo da empresa, cobram cerca de R$ 150 por segurança.

Leia também: Cerimonial de casamento: vale a pena contratar? e 6 tendências de casamento que você precisa conhecer

Não se esqueça da lua de mel

Tão importante quanto a festa de casamento é a lua de mel. Muitos casais decidem viajar para outros estados ou até mesmo outro continente, para celebrar a união de forma pacífica e romântica.

Se o casal tiver a possibilidade de contar com o auxílio dos pais e parentes, pode sugerir a aquisição de mais uma cota de consórcio, justamente para essa finalidade. Combine o pagamento das parcelas entre eles, para que não comprometa o casal.

A administradora também permite o uso da carta de crédito para pagar as despesas da viagem, para que o casal só se preocupe em desfrutar de um momento inesquecível.

O que acontece se o valor da carta for diferente dos gastos com o casamento?

Nesse caso, não se preocupe. O consórcio prevê acontecimentos dessa natureza e facilita para que o casal não passe por nenhum contratempo.

Se o valor da carta de crédito for maior que o total do casamento, você pode utilizar o valor restante para quitar as demais parcelas do consórcio – geralmente da última para as mais recentes. Porém, se o valor for insuficiente, você pode completar os valores com os próprios recursos.

Sabemos que muitas coisas saem do planejado, por isso o ideal é investir em uma carta de valor um pouco mais elevado do que o valor total dos serviços. Qualquer coisa, o restante fica disponível para quitar as parcelas.

Caso o valor da cota seja insuficiente, o casal pode investir em mais de uma cota. Não importa o tamanho da festa; sempre é possível contar com o consórcio de casamento para que tudo saia conforme o planejado.

Como é feito o repasse da carta de crédito

Após ter sido contemplado, o casal passa por uma etapa de comprovação de documentos. Aqui, é importante frisar: o titular da carta precisa estar com o nome regularizado nos órgãos de proteção ao crédito e seguir as recomendações da administradora, para que tudo dê certo.

Depois disso, basta pedir um orçamento para todos que irão executar os serviços do seu casamento: buffet, fotógrafo, segurança, entre outros.

A administradora recebe as notas fiscais e faz o repasse diretamente aos responsáveis por realizar o serviço.

Como o valor é repassado integralmente, ou seja, como se fosse à vista, o casal tem uma boa margem de negociação. Aproveite para fazer boas ofertas e permitir que a carta de crédito renda mais.

Consórcio de casamento: qual o melhor momento de contratar?

O consórcio é um investimento para médio e longo prazo. Portanto, é importante que o casal fixe uma data em que seja possível contar com a carta de crédito. Uma possibilidade é marcar a data para depois da quitação da cota. Por exemplo, se escolheu 30 meses, marcar para depois desse período.

Porém, se o casal quiser se antecipar, pode começar a pagar por uma cota e, no meio do caminho, fazer a oferta de um lance. Dessa forma, consegue antecipar a entrega da carta e quitar o pagamento de todos os serviços necessários para o casamento.

Além da possibilidade de investir no dia do casamento, você também pode contar com o consórcio para comemorar as bodas. Saiba como proceder nesse caso e conte com a credibilidade de uma administradora com mais de 30 anos de experiência na realização de sonhos.

Imagem Consorcio Embracon CTA
Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.
chat Eva