Quando o consórcio é uma boa opção?

Quando o consórcio é uma boa opção?

Quando se fala em obter um bem como um carro ou um imóvel, o consórcio é uma boa opção? Talvez seja a melhor delas, porque permite parcelar aquilo que você sempre quis sem cair nos altos juros do financiamento. Ao analisar os custos, esse tipo de associação oferece praticamente o mesmo poder de compra de um investimento à vista.

Afinal, ao obter a carta de crédito,que pode ser conquistada por sorteio ou por lance,o consorciado dispõe de um alto valor que pode ser usado para negociar o bem e, assim, conseguir grandes descontos.

A seguir, confira algumas situações e exemplos em que o consórcio é uma boa opção de aquisição e de investimento. E conheça as principais vantagens de investir nessa modalidade de compra.Boa leitura!

O que é o consórcio?

Trata-se de uma reunião de pessoas, tanto físicas quanto jurídicas, em um grupo fechado. Essa reunião é promovida por uma administradora de consórcios que precisa ser autorizada pelo Banco Central para funcionar.

É um sistema de compra programada e parcelada de um determinado bem ou serviço, como imóvel, automóvel, viagens, festas, reforma, decoração,educação etc. Os consorciados são divididos em grupos e, por meio de contribuições mensais, um valor é arrecadado pela administradora para as contemplações, isto é, para a entrega dos bens ou serviços escolhidos.

Os valores são definidos conforme a capacidade de pagamento do participante. Quando comparado com as demais opções de créditos, o consórcio é muito mais barato, pois as parcelas podem ser definidas de acordo com o que cabe no bolso do contratante, além de não cobrar um valor de entrada e nem juros.

Quais as situações e exemplos em que o consórcio é uma boa opção?

Consórcio é uma boa opção de compra planejada

Falar em consórcio é, invariavelmente, falar em planejamento, só que de forma diferente. Afinal, ele é uma boa opção para quem não tem urgência em adquirir o bem.

Ao fazer um consórcio, você participa de um grupo, que é administrado por uma empresa responsável, com autorização do Banco Central do Brasil (Bacen). Esse conjunto de consorciados forma um fundo comum de autofinanciamento, que torna a compra parcelada mais viável.

No entanto, é preciso ter ciência de que o consorciado não conquista o bem de imediato. Ele só pode ser obtido após a contemplação que é feita de duas formas: pelos sorteios, realizados mensalmente por assembleia; ou com a oferta de lances. Ou seja, nenhuma empresa de consórcio pode se comprometer a entregar o bem de outras maneiras.

Jovens com seus primeiros bens

Esse tipo de sistema é uma alternativa de investimento para todas as idades. Para os jovens, que sonham em ter o seu primeiro carro ou primeiro imóvel, por exemplo, o consórcio é uma boa opção, pois eles podem programar a compra.

A primeira coisa a se fazer antes de conquistar é definir um objetivo. Quer uma casa? Um automóvel? Então, precisa se planejar.

Cada vez mais os jovens têm se interessado pelo consórcio. De acordo com dados da ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio), atualmente, eles representam 17% do perfil de consorciados, número que já foi bem menor no passado.

Mais antenados às tendências e a diferentes formas de investimento, os jovens de hoje têm se informado mais quando o assunto é planejamento financeiro. É comum vê-los mais preocupados com seus objetivos no futuro.

Ao iniciar na jornada de trabalho, os jovens têm um poder de compra reduzido, com salários menores. Nesse momento, a solução é buscar formas menos burocráticas e que não comprometam tanto seus orçamentos, com parcelas mais em conta.

Por conta disso, eles permanecem por mais tempo na casa dos pais e assumem menos despesas correntes. Sem urgência para a conquista de determinados bens, vão planejando aos poucos a independência financeira para, no futuro, desfrutar de uma vida mais confortável.

Esse é um ótimo momento para pensar em um investimento que não comprometa a renda, como o consórcio. Assim, os jovens investem na carta de crédito, seja de veículos ou de imóveis, com valores mais atrativos. Vale lembrar que o compromisso formal tendo um bem como objetivo é uma ótima forma de poupar dinheiro, principalmente devido à ausência de juros e com mensalidades que cabem no orçamento.

Solução para parcelar

Nos últimos meses, o Bacen vem reduzido drasticamente os juros e a taxa Selic. Consequentemente, as taxas administrativas dos consórcios ficaram mais leves e atrativas.

Nesse cenário, especialistas garantem que essa associação é a segunda melhor maneira de adquirir um bem, ficando atrás apenas da opção de compra à vista.

Em outras palavras, quando se trata de parcelar bens de investimento alto, como carro e casa, o consórcio é a melhor solução. Isso porque não há juros mensais ou anuais de compra — o que existem são taxas administrativas, que são diluídas conforme o consorciado quita as parcelas.

Consórcio como investimento

Por conta de suas facilidades, o consórcio é uma ótima maneira de aumentar o seu patrimônio, pela possibilidade de usar as regras do jogo a seu favor.

É possível, ainda, criar meios mais inteligentes e criativos de ter um bem, seja ao investir em um automóvel ou em um imóvel.

Automóveis

Serviços de motoristas particulares, como Uber e 99, estão crescendo no Brasil. Por conta da autonomia, muitos brasileiros têm aproveitado o espírito empreendedor para capitalizar com essa opção. Portanto, é comum ver motoristas que largaram seus empregos registrados em carteira para trabalhar com serviços desse tipo.

Pelos aplicativos desses serviços, é possível cadastrar mais de um motorista por veículo, tornando-o uma boa opção não apenas para conquistar renda extra, mas até mesmo para se tornar a principal fonte de renda.

É comum que motoristas aluguem os automóveis para realizar esses serviços, o que pode comprometer um saldo em torno de R$ 500 a R$ 700 semanais. E você sabia que o consórcio é uma boa opção para montar uma frota de veículos e, assim, ganhar ainda mais dinheiro com serviços de carona?

Se você tiver o valor de um ou dois veículos para investir, por exemplo, é possível usufruir das possibilidades que o consórcio oferece.

Comprar algumas cotas de veículos com o valor que tem para investir — no caso, com a oferta de lances, para ter antecipação de crédito. Isso garantirá um maior poder de compra fazendo com que, em vez de ter um único veículo rodando, mais motoristas sejam contratados para trabalhar com seus carros.

Com o rendimento da aquisição de mais um veículo, você paga as parcelas e, ainda, sai lucrando. Esse exemplo também se aplica para montar frotas de motos e caminhões, em diversos segmentos, fazendo com que o seu negócio se torne mais lucrativo em um curto espaço de tempo.

Imóveis

Também pode-se pensar na aquisição de cotas de consórcio para alugar casas ou empreendimentos comerciais, com os mesmos princípios que explicamos sobre os veículos.

Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) comprovam que imóveis tendem a estar em alta no mercado, fazendo com que seus preços estejam em uma espiral de elevação. Portanto, o dinheiro investido nesse segmento dificilmente será desvalorizado, provando ser uma opção segura de investimento.

Quais os benefícios que comprovam que o consórcio é uma boa opção?

Ainda tem dúvidas sobre a efetividade dessa modalidade de compra? Então, conheça as principais vantagens para aqueles que optam pelo modelo no momento de investir.

Não incidência de juros

Um dos grandes benefícios de um consórcio quando comparado a um financiamento, por exemplo, é que não há cobrança de juros. Isso significa que, ao contrário de outras formas de pagamento a prazo, a associação oferece a possibilidade de você gastar menos e saber o verdadeiro preço de aquisição do bem.

Na realidade, os consórcios são uma forma de autofinanciamento. Nele, o capital necessário para retirar o bem ou serviço advém da soma das prestações de todos os consorciados. A única taxa paga é a de administração, que é bem menor que as cobradas em outras modalidades de investimento.

Desse modo, fica muito mais fácil fazer um planejamento financeiro e pagar as prestações sem comprometer o orçamento.

Menor burocracia no processo de consórcio

Um dos grandes problemas dos financiamentos realizados em bancos e instituições financeiras é que há uma burocracia gigantesca para conceder o crédito. São empresas que tentam resguardar a todo custo o seu patrimônio, exigindo diversas documentações e garantias dos candidatos a um empréstimo.

O consórcio não funciona dessa forma, pois, ele costuma simplificar muito todo o processo. Não há restrição na adesão ao plano e o investidor só precisa passar por um processo de análise de crédito quando for contemplado.

Poder de compra

No consórcio, você paga prestações discretas mensalmente, mas o seu poder de compra é igual ao de uma pessoa que paga à vista. Assim que o consorciado é contemplado e recebe a carta de crédito, ele dispõe do valor total do bem ou do serviço.

Assim, é possível negociar com o vendedor e pedir bons descontos, vantagens ou abatimentos, da mesma forma que faria outro cliente que estivesse utilizando outra modalidade de pagamento.

Possibilidade de investimentos variados

Outro bom motivo para investir em consórcio é a possibilidade de variar os investimentos. Essa modalidade de compra garante a compra de vários bens, como terrenos, casas, apartamentos e veículos. Alguns ainda podem envolver reforma ou a construção de propriedades.

Muita gente pode estranhar no início, mas o fato é que existe um consórcio para quase tudo. Hoje em dia, é recorrente a montagem de grupos de autofinanciamento com o objetivo de contratar serviços como cirurgias plásticas, viagens, especializações educacionais, entre outros.

Valores constantemente atualizados

Outra ótima razão para investir nessa modalidade é que os seus valores são sempre atualizados, garantindo o poder de compra tanto para o primeiro quanto para o último integrante contemplado. Isso é primordial, pois muitos grupos podem durar alguns anos, logo, sem esse reajuste, a carta de crédito poderia ficar defasada.

Além disso, é importante perceber que os critérios de atualização deverão estar no contrato que os integrantes assinam para aderir ao plano, podendo variar conforme a empresa prestadora do serviço e de acordo com cada segmento do mercado.

Baixos custos associados

Para comprar um automóvel ou um imóvel, por exemplo, é preciso dispor de uma quantia considerável de dinheiro par fazer o pagamento à vista ou então encarar as crescentes parcelas de um financiamento. No entanto, no caso dos consórcios, isso não é necessário.

Os valores são divididos de forma integral entre os consorciados do grupo e, sem a incidência de juros, as prestações estão preestabelecidas no contrato entre a administradora e o participante. Assim, para entrar nesse sistema, não é necessário ter todo o dinheiro, pois, só será preciso pagar as parcelas mensais sem atraso.

Maior flexibilidade proporcionada

Muitos não sabem disso, mas um dos benefícios de investir em consórcio é que essa modalidade de compra é bastante flexível. O participante tem várias alternativas no momento da contemplação, podendo adquirir qualquer bem ou serviço que faça parte da classe do seu grupo ou segmento.

Aquele que entrou em um autofinanciamento para comprar um carro, por exemplo, pode usar a sua carta de crédito para adquirir qualquer tipo de veículo, seja carro, moto, caminhão ou náutico, seminovo ou novo, uma vez que todos esses são bens móveis que fazem parte da mesma categoria, conforme as determinações do Banco Central.

Possibilidade de antecipação

Por fim, outra vantagem que deve levar você a investir em consórcio agora mesmo é a possibilidade de antecipação do recebimento do bem ou do serviço. Além de aguardar e torcer pela contemplação nos sorteios realizados todos os meses, há a possibilidade de fazer o famoso lance.

O lance é utilizado para acelerar o processo, já que ele aumenta as chances de receber o crédito antes. Para efetivar esse tipo de benefício, a oferta precisa ser a vencedora na assembleia de contemplação, para liberar o recurso para aquisição do bem ou serviço desejado.

Essas são apenas algumas das principais vantagens para investir nessa modalidade de compra. Se você pretende comprar um bem ou um serviço e não tem o capital necessário para pagar à vista, o consórcio pode ser a alternativa perfeita.

Certamente você pode perceber que o consórcio é uma boa opção para investir o seu dinheiro. Não se esqueça de que o planejamento é a essência dessa modalidade e também do sucesso financeiro. Por isso, a aquisição de cotas, de modo programado e dentro de suas possibilidades, pode representar uma grande facilidade para você programar seu futuro.

Ficou interessado e quer investir em um consórcio para realizar um grande sonho? Então aproveite para entrar em contato conosco e conferir os nossos serviços.

Consórcio de Imóveis

Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.

chat Eva