Consórcio de Cirurgia Plástica

Consórcio de Cirurgia Plástica

Por muitas décadas o consórcio ficou associado à compra de um bem. Começou facilitando a vida das pessoas que queriam comprar o seu primeiro carro, lá em meados dos anos 1960. O modelo deu tão certo, que logo concessionárias e bancos passaram a trabalhar com essa possibilidade, dando início ao surgimento de administradoras independentes, focadas somente em viabilizar a aquisição de um bem por meio do consórcio. 

Com a devida regulamentação, mais produtos passaram a ser adquiridos por meio do consórcio: eletrodomésticos, os famigerados videocassetes e até mesmo motos e, mais tarde, imóveis passaram a compor o portfólio dessa modalidade. 

Afinal, ter a possibilidade de escolher o valor de compra, representado pela carta de crédito, e escolher a quantidade de mensalidades que deseja pagar, sempre de acordo com os rendimentos mensais do interessado, era uma boa forma de planejamento. Diferente de outras modalidades, como financiamento ou até mesmo a compra à vista, não é preciso dar valor de entrada ou passar por toda a burocracia de aprovação de uma instituição financeira. 

Para que as pessoas pudessem continuar realizando seus sonhos por meio do consórcio, foi criada uma categoria focada somente em serviços. Com cartas de crédito de até R$ 30 mil, é possível realizar uma série de atividades com esse tipo de cota: viagens, estudos, reforma de casa, festas, casamento e até mesmo cirurgias plásticas. 

Mas, qual o verdadeiro potencial de um consórcio de serviços? Quais tipos de cirurgia podem ser realizadas? Como usar a carta de crédito para essa modalidade? 

Vamos explicar todos esses pontos a seguir, confira. 

O que é e como funciona o consórcio de serviços 

Antes mesmo de entrar nos detalhes de como funciona o consórcio de cirurgias plásticas, é preciso entender a fundo o funcionamento do consórcio de serviços. 

Da mesma forma que se pode investir em um bem de alto valor, como um carro ou um imóvel, também é possível fazer um consórcio de serviços. 

Essa modalidade surgiu com a premissa de fazer com que mais pessoas possam realizar seus sonhos, sem ter que comprometer seus rendimentos mensais ou entrar em uma grande dívida. 

A diferença é que, em vez de utilizar o valor da carta de crédito para a compra de um bem em específico, com o consórcio de serviços você pode investir em um tipo de experiência, seja para promover o seu bem-estar, melhorar o seu currículo profissional ou deixar o lar do jeito que você realmente quis. 

Veja a seguir as opções de consórcio de serviços. 

Consórcio de viagens 

É o tipo de cota perfeita para quem pretende organizar as férias, seja em destinos do Brasil ou do exterior. É indicado para quem busca pacotes de viagens, hospedagens e outros atrativos para você e para a sua família. 

Ao ser contemplado, basta indicar a agência ou empresa responsável pela oferta desses pacotes, para que a administradora faça o repasse direto. 

Consórcio de educação 

O consórcio de educação é a  melhor opção para quem pretende investir em uma faculdade ou em um curso no exterior. Muitos pais já começam a se preocupar com a educação dos filhos desde o período da infância.  

Além disso, há casos de jovens que, por não terem tido a oportunidade de estudar por conta do alto preço das mensalidades universitárias, procuram opções de como investir de forma flexível. Nesse caso, o consórcio de educação pode ser uma boa solução. 

Ao ser contemplado, é preciso indicar a universidade ou instituição educacional, para que a Embracon faça o repasse do valor da carta de crédito

Consórcio de reforma e decoração 

Segundo a ABAC (Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio), o consórcio de reforma é o mais procurado pelos consumidores dentro da categoria de serviços. Isso porque muitas pessoas têm o desejo de repaginar o lar: pintar as paredes, trocar as portas, montar uma churrasqueira, criar o espaço para uma piscina ou até mesmo ampliar a casa com mais um quarto ou uma laje, por exemplo. 

No caso de apartamentos, muitos se tornam atrativos pela possibilidade de decorá-lo de forma personalizada.  

Nessa modalidade, o contemplado indica uma ou mais empresas responsáveis pelo serviço de reforma ou decoração. 

Consórcio de festa e casamento 

Ao pesquisar sobre festas de debutante, primeiro aniversário ou até mesmo bodas, muitas pessoas se assustam com a diferença dos preços. 

Enquanto você pesquisa todos esses detalhes, pode começar a investir em um consórcio de festas. Faça uma lista de tudo o que desejaria e consulte alguns buffets e serviços personalizados para ter uma ideia do valor da carta de crédito em que pretende investir. 

Além disso, você também pode investir na festa de casamento dos seus sonhos com o valor da carta de crédito. Planeje-se com antecedência e se prepare para o dia mais feliz de sua vida, sem ter que se preocupar com gastos posteriores. 

Consórcio de cirurgia plástica 

Sabe aquela cirurgia plástica que você sempre quis? Ou o procedimento estético que geralmente custa uma fortuna? 

São serviços dessa natureza que podem ser adquiridos por meio do consórcio de saúde e estética.  

Ao ser contemplado, é preciso indicar a clínica responsável pelo procedimento, para que a administradora faça o repasse. Vamos explicar os detalhes de como essa modalidade funciona neste artigo, continue a leitura. 

Cirurgia plástica: o que é possível fazer com o consórcio? 

Como deu para perceber, com o consórcio de serviços você tem uma gama de opções. E só precisa escolher o que realmente fazer quando for contemplado com a carta de crédito. 

Com a escolha de investir em uma cirurgia plástica, o mais importante de tudo é selecionar um profissional certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) para poder trabalhar. Você pode verificar a lista de especialistas no site da SBCP

Trata-se de um procedimento sério, que precisa ser feito por quem realmente tem autorização para fazê-lo. Busque recomendações e converse com outras pessoas mais familiarizadas com algum tipo de procedimento estético antes de tomar a sua decisão.  

Além das cirurgias, é possível realizar outros procedimentos que levem em consideração a sua estética, como tratamentos ortodônticos, cirurgias plásticas, rinoplastia, cirurgia bariátrica, entre muitos outros. 

Confira os detalhes dos tipos de cirurgia que podem ser feitos com o consórcio. 

Blefaroplastia  

A blefaroplastia, também conhecida como cirurgia das pálpebras, é bastante procurada por quem deseja reduzir o excesso de pele localizado nessa região próxima dos olhos - principalmente as rugas, ajustando a sua elasticidade. 

Gastrectomia  

Trata-se de uma das cirurgias mais complexas de serem feitas, com o objetivo de reduzir ou até mesmo tirar completamente o estômago. O procedimento deve ser feito com cautela e, de início, o paciente precisará passar por restrições alimentares que precisam ser cuidadosamente seguidas. 

Rinoplastia 

A cada ano que passa, mais pessoas têm manifestado interesse de fazer um procedimento cirúrgico no nariz - conhecido como rinoplastia. Seu tratamento vai além da estética, incluindo melhora da função das vias aéreas e tratamento para desvio de septo. 

Otoplastia 

Otoplastia é o procedimento cirúrgico para correção das orelhas - principalmente as famosas ‘orelhas de abano’. Trata-se de um procedimento que pode ser aplicado a partir dos 5 a 7 anos, quando a orelha já está bem formada. Adultos, claro, também podem realizar esse procedimento, desde que seja feito por um profissional experiente. 

Mentoplastia 

Quem pretende remodelar ou ajustar qualquer tipo de deformidade na região próxima ao queixo pode realizar o procedimento de mentoplastia, que corrige a formação da mandíbula, a assimetria no rosto do paciente etc, com o objetivo de trazer mais harmonia ao rosto. 

Mamoplastia 

A mamoplastia é o procedimento estético voltado para as mamas. É possível aumentar ou reduzir o tamanho dos seios, sempre pensando no objetivo estético. Para casos mais específicos, esse procedimento também possibilita a reconstrução da mama. No caso de tratamento estético da mama masculina, o procedimento é chamado de ginecomastia, que também pode ser realizado em uma clínica especializada. 

Abdominoplastia, Lipoaspiração ou Lipoescultura 

Tratam-se de cirurgias que podem ser feitas na área da barriga, com objetivo de deixar o corpo mais modelado. Enquanto a lipoaspiração tem o foco apenas na gordura localizada, sem tirar o excesso de pele, a abdominoplastia já é focada em deixar a pele com aspecto mais liso.  

Por outro lado, a lipoescultura tem o objetivo de deixar a área da barriga em um formato mais harmonioso, como uma silhueta. Cada tipo de cirurgia tem sua complexidade: converse com o cirurgião com antecedência, para ver o que se aplica melhor ao seu caso. 

Lifting facial 

Contra o envelhecimento da face, cada vez mais as pessoas têm recorrido a cirurgias conhecidas como lifting facial, que reduz a flacidez muscular da pele ao levantar os tecidos, deixando-a com aspecto mais esticado. 

No lifting facial, a fronte, as maçãs e o pescoço passam por tratamento cirúrgico. Para um procedimento menos complexo, algumas clínicas trabalham com o mini lifting. 

Implante ou transplante capilar 

Existem diversos fatores que fazem com que as pessoas percam cabelo, como doenças endócrinas ou até mesmo algum fator genético. E, em busca de recuperá-los, muitas pessoas procuram especialistas voltados para implante capilar, recomendado em situações em que o cabelo não cresce mais, mesmo com o uso de medicamentos contínuos. 

No caso do implante, cabelos artificiais são aplicados no momento da cirurgia, enquanto o transplante utiliza os fios de cabelo do próprio paciente. No Brasil, por exemplo, o método mais utilizado é o transplante. 

Preenchimento facial e labial 

O preenchimento facial é aplicado na pele com o objetivo de preencher os sulcos ou áreas que acabam perdendo muito volume por conta da idade. Por estar em uma área próxima à região bucal, costuma ser feito por profissionais de odontologia especializados. 

Tratamentos ortodônticos 

Com a carta de crédito, você também pode realizar diversos procedimentos ortodônticos com finalidade estética, com objetivo de corrigir a posição dos dentes e dos ossos maxilares. Seus benefícios são múltiplos, porque ajudam a melhorar a saúde bucal dos pacientes. 

Existem diversos outros tipos de tratamento que podem não ter sido mencionados na nossa lista. O importante é que, com o consórcio, você pode realizar qualquer tipo de procedimento feito com um especialista em prol do seu bem-estar. 

Porém, antes de tomar a decisão de prosseguir com uma cirurgia estética, consulte o histórico do profissional e da clínica. Ao selecionar qual deseja, converse com eles para entender o valor necessário para o procedimento que deseja. Ao ter uma ideia do valor necessário, você já pode realizar o processo de simulação de consórcio, que iremos detalhar a seguir. 

Passo a passo para fazer o seu consórcio de cirurgia plástica 

Para investir em um consórcio de cirurgia, é preciso contar com uma administradora de consórcio com autorização do Banco Central do Brasil (Bacen) para o seu funcionamento, como a Embracon, que possui mais de 30 anos de história. 

O primeiro passo para o seu consórcio é fazer uma simulação. Pelo site da administradora, é possível realizar este procedimento de forma gratuita, quantas vezes você quiser. 

Selecione a categoria de consórcio de serviços e determine o valor de carta de crédito, que seria o total para a sua cirurgia plástica. Em seguida, basta selecionar a quantidade de mensalidades, e você já tem o retorno do valor da sua cota. 

A mensalidade é composta pela divisão da carta de crédito e a quantidade de parcelas, com a inclusão de taxa de administração e fundo de reserva. Para que você entenda um pouco melhor, explicaremos de forma resumida como funcionam essas taxas: 

  • Taxa de administração: remunera a empresa de consórcio por todos os serviços realizados, como formação dos grupos, assembleias, entrega da carta de crédito etc. 

  • Fundo de reserva: serve como garantia para o fundo comum, caso um ou mais consorciados deixem de pagar pelo consórcio. Caso este valor não seja utilizado em sua totalidade pelos grupos, o restante é devolvido aos integrantes com o encerramento do grupo

Selecione o valor de acordo com as suas finanças pessoais. O valor da mensalidade não pode ser 30% maior que seus rendimentos mensais, para não ter nenhum risco de inadimplência. Ao fornecer os dados pessoais, um consultor de consórcio entrará em contato, para explicar todos os detalhes da categoria e entregar o contrato de adesão

Ao se tornar um consorciado, você entrará em um grupo de consórcio, que é composto por pessoas com interesses parecidos com o seu. Um grupo pode ter dezenas ou até centenas de pessoas. 

Para que os consorciados participem das assembleias, que são realizadas mensalmente, é preciso estar em dia com o pagamento da cota de consórcio. Afinal, trata-se de uma modalidade semelhante ao autofinanciamento: as mensalidades vão para o fundo comum dos grupos, que ficam responsáveis pelas contemplações das cartas de crédito mensalmente. 

Ao se tornar um consorciado, você tem acesso à Área de Clientes. Vale lembrar que, por regra do Bacen, nenhuma administradora pode prometer quando o consorciado terá acesso à carta de crédito: isso pode acontecer tanto nos primeiros meses de pagamento, como nos últimos. De qualquer forma, todas as administradoras autorizadas garantem a entrega das cartas de crédito - prova de que o consórcio é uma modalidade segura para investimento. 

No consórcio, você pode ser contemplado de duas formas: 

  • Sorteios: as assembleias são feitas via aproveitamento dos prêmios da Loteria Federal. Os sorteios são feitos na seguinte ordem: primeiro clientes ativos, depois clientes cancelados e, por último, as contemplações por lance. 

  • Oferta de lance: caso queira antecipar a sua contemplação, você pode fazer a oferta de um lance, que é um valor a mais que o consorciado pode dar. O lance é feito às cegas, ou seja, não dá pra saber as ofertas dos demais consorciados. Todo o processo pode ser feito pela Área de Clientes. Basta propor o valor que desejaria dar de lance e acompanhar a assembleia.  

Todos os consorciados que estão comprometidos com o pagamento de suas cotas podem ser sorteados do começo ao fim do pagamento da sua cota.  

Independente da forma em que for contemplado, é preciso passar por uma análise de crédito antes de ter acesso à carta. Para isso, a administradora pede uma série de documentações, que precisam ser entregues em uma data limite. Fique atento às recomendações, para não perder o acesso à carta de crédito. 

Essa análise é realizada para garantir aos demais integrantes do grupo que o contemplado se manterá comprometido com o pagamento das parcelas restantes. 

Com o valor da carta de crédito em mãos, você finalmente pode realizar a cirurgia que tanto deseja. 

Como já antecipamos, qualquer tipo de cirurgia pode ser coberta: bariátrica, ortodôntica, refrativa, enfim, de acordo com a sua necessidade, não importa se seja estética ou em busca de resolver um tipo de problema de saúde. 

Antes mesmo de pensar em fazer a cirurgia, o primeiro passo é identificar que tipo de procedimento deseja realizar. Depois disso, faça uma boa pesquisa com clínicas e especialistas que sejam registrados no órgão de medicina competente.  

Por mais que o cirurgião plástico seja um médico, ele precisa ter registro no SBCP para realizar qualquer tipo de procedimento. 

Após considerar as clínicas e especialistas, veja qual tipo de procedimento deseja realizar. Em seguida, pesquise o preço total da cirurgia e veja quais clínicas ou especialistas oferecem as melhores condições. 

É o valor integral da cirurgia que deve servir como base para que você utilize o valor da carta de crédito

Após a etapa de aprovação, a administradora realiza todo o processo para entregar a carta de crédito. Vale lembrar que a carta representa o valor integral que você simulou lá no começo. Caso a sua cota tenha passado por algum reajuste anual, você terá acesso a um valor ainda maior do originalmente contratado. 

Este valor tem poder de compra à vista, ou seja, você pode quitar de uma só vez o valor da sua cirurgia plástica com o consórcio. Isso pode dar uma boa margem de negociação com a clínica ou especialista - quem sabe um desconto considerável? 

O dinheiro é transferido diretamente para a clínica estética ou consultório especializado em que deseja realizar o procedimento.  

Se o valor da carta de crédito for maior que o procedimento estético, você pode utilizar parte do valor para quitar as mensalidades restantes. Mas, se o saldo for insuficiente, não se preocupe: é possível completar com os seus próprios recursos o valor que falta. 

Faça uma simulação de consórcio de serviços e invista com antecedência na sua próxima cirurgia plástica, sem ter que dar valor de entrada e, o melhor: sem juros nas mensalidades. 

chat Eva