Como é feita a cirurgia de pálpebras e quais são os resultados?

Como é feita a cirurgia de pálpebras e quais são os resultados?

Realizada para eliminar os excedentes de pele e das bolsas que se formam sob os olhos, a cirurgia de pálpebras pode trazer excelentes resultados. Especialmente, para quem deseja revitalizar o rosto com a redução da flacidez palpebral.

Também conhecida como blefaroplastia, sua realização é normalmente associada à questão estética que envolve o envelhecimento. No entanto, é importante que você saiba que o procedimento pode ser feito para corrigir problemas funcionais, geralmente relacionados ao bloqueio da visão.

De qualquer modo, apresentaremos a seguir os principais pontos em relação à cirurgia de pálpebras. Aproveite!

Conheça o Consórcio de Serviços da Embracon

Para quem a cirurgia de pálpebras é indicada?

A primeira observação a se fazer no caso da blefaroplastia é que não existe uma idade ideal, mas sim a oportunidade ideal. A maioria dos pacientes possui mais de 50 anos. Até porque é a partir desse momento em que os sinais faciais da velhice começam a aparecer nas pessoas.

Entretanto, não há nada que impeça indivíduos mais novos a serem submetidos a ela, desde que existam motivos lógicos e evidentes. Nesse sentido, estamos nos referindo a problemas como a queda da pálpebra por causas musculares (ptose) ou em função do excesso de pele (pseudoptose).

Leia também: Conheça os principais tipos de tratamentos para flacidez corporal

Como ela é feita?

Na maior parte das vezes, a cirurgia de pálpebras é realizada sob anestesia local e sedação venosa. Isso faz com que o paciente durma, relaxe e não tenha nenhum desconforto. E permite com que ele volte para casa no mesmo dia.

Para fazê-la, cirurgião:

  1. Desenha as linhas onde serão feitas as incisões, que podem ser na pálpebra superior, inferior ou nas duas;
  2. Faz os cortes necessários, retirando os excessos de pele, gordura e/ou músculo;
  3. Costura a pele. Os pontos podem ser removíveis ou absorvíveis (que caem sozinhos). Alguns cirurgiões aplicam steri-strips, adesivos cirúrgicos que substituem os pontos e não causam dor alguma.

O procedimento costuma demorar entre 60 e 90 minutos. A cicatriz não é visível, já que fica escondida nas dobras da pele ou sob os cílios.

Saiba mais: Tudo sobre o consórcio de cirurgia plástica Embracon

Quais são os resultados esperados?

No que diz respeito aos resultados, eles só poderão ser avaliados após 90 dias do operatório. É difícil encontrar alguém que não ficou satisfeito com a cirurgia, pois a maioria dos pacientes ganhou uma aparência mais jovem, renovada, disposta e alegre. Outros tiveram melhorias na parte funcional, ampliando o seu campo de visão.

Como escolher um consórcio de cirurgia plástica em 6 passos

Quais são as possíveis complicações que envolvem a blefaroplastia?

Mesmo que raras, complicações podem existir. Entre eles, estão:

  • problemas pulmonares;
  • cardíacos;
  • riscos relacionados à anestesia, pressão arterial e trombose venosa.

Porém, essas são considerações envolvidas em qualquer tipo de cirurgia.

Visão turva e sensibilidade à luz também são situações que podem ocorrer. Embora mais comuns, dificilmente serão experimentadas por mais de três dias após a operação.

Para finalizar, é interessante que você saiba que a recuperação da cirurgia de pálpebras demora de 15 a 20 dias em média. Nesse período, é indicado não pegar sol, colocar compressas frias sobre os olhos (para reduzir o inchaço) e dormir de barriga para cima. A faixa de preço cobrada para a realizá-la fica entre 1500 e 3000 reais, mas, logicamente, cada cirurgião tem os seus próprios valores.

O que achou deste artigo? Gostou? Então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais.

Consórcio de Serviços
Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.
chat Eva