Afinal, a mamoplastia é estética ou saúde?

Afinal, a mamoplastia é estética ou saúde?

A mamoplastia é a cirurgia plástica estética mais realizada no Brasil e seus números não param de crescer, ainda mais com grupos de consórcios criados para esse fim. Porém, muita gente ainda acha que esse procedimento tem como único propósito a vaidade — mas será que é isso mesmo?

Ainda que não tenha sido recomendada por um médico, a cirurgia nas mamas pode trazer alívio psicológico para quem não se sente bem com o próprio corpo. Portanto, ao falarmos de intervenções cirúrgicas, estamos sempre, de certa forma, falando de saúde.

Quer saber mais sobre os tipos de mamoplastia e os benefícios que ela pode trazer, além de outras informações sobre a cirurgia? Então, continue conosco, pois falaremos exatamente a respeito disso.

Conheça o Consórcio de Serviços da Embracon

Os tipos de mamoplastia mais comuns

A mamoplastia é o termo dado aos procedimentos cirúrgicos nas mamas, tendo uma variedade grande de propósitos que podem ser estéticos, de saúde ou bem-estar. Assim, ela não tem, como muitos pensam, a vaidade — que também é uma motivação válida—como único motivo.Abaixo, mostraremos isso falando um pouco mais sobre os tipos de mamoplastia e suas finalidades.

Tudo sobre o consórcio de cirurgia plástica Embracon

Mamoplastia de aumento

A mamoplastia de aumento é a implantação de próteses de silicone para avolumar os seios. É procurada tanto por vaidade como por mulheres que naturalmente têm seios pequenos e os consideram desarmoniosos, chegando a sentirem vergonha do próprio corpo.

Descubra: Por que fazer um consórcio de cirurgia plástica

Mamoplastia de redução

A de redução também é uma cirurgia de adequação das mamas, porém, retirando parte da gordura, do tecido glandular e da pele, com o fim de diminuir seu volume e peso. É procurada por mulheres que também não as consideram proporcionais em relação a seus corpos e por aquelas que têm problemas no dia a dia por conta dos seios grandes.

Quais são os tipos e como escolher uma prótese de silicone?

Mamoplastia de reparação

Já a mamoplastia de reparação não deixa de ser um procedimento cirúrgico estético, mas é menos visto como vaidade pela sociedade, por ser realizado em mulheres que perderam os seios, ou parte deles, em acidentes, por uma violência ou em decorrência de doenças como o câncer de mama.

Como deu para perceber nessas rápidas explicações, apesar de ser uma cirurgia estética, a mamoplastia mexe com diversas questões da saúde e bem-estar das mulheres.

Saiba mais: Tudo sobre o consórcio de cirurgia plástica Embracon

A mamoplastia como uma questão de saúde

Ainda que seja uma cirurgia estética, a mamoplastia tem impactos na saúde de quem a procura, seja por iniciativa própria, seja por recomendação médica. Por isso, muita gente tem se planejado para pagá-la, pois não é um procedimento coberto por planos de saúde.

A de aumento, por exemplo, pode significar uma melhora na autoestima de mulheres que sentem vergonha pelo pouco volume dos seios. Essas pacientes podem chegar até a desenvolver transtornos como depressão e TOC (transtorno obsessivo-compulsivo).

Isso também acontece com algumas mulheres de seios grandes que procuram a redução. Já em outros casos, é uma recomendação médica para tratar problemas relacionados às mamas volumosas, como dores nas costas, má postura, irritação da pele sob os seios e movimentos dificultados.

Cirurgia bariátrica: como funciona e quem pode fazer?

A recuperação após a mamoplastia

Como toda cirurgia, há o processo preparatório, com exames e análises clínicas, e o período de recuperação, que requer cuidados como a administração de antibióticos e analgésicos, e o repouso. Além disso, são comuns as recomendações específicas abaixo.

Durante o primeiro mês:

  • não erguer os braços acima dos ombros;
  • dormir virada para cima;
  • usar sutiã cirúrgico;
  • não fazer força, especialmente com os braços.

Por mais de um mês após o procedimento:

  • não dormir de bruços por 90 dias;
  • trocar os curativos conforme a recomendação do médico;
  • retirar os pontos na data marcada;
  • não ficar sem sutiã por 90 dias.

Para uma recuperação segura e rápida, siga sempre as orientações do médico e, havendo qualquer problema ou dúvida, contate-o imediatamente.

A mamoplastia é um procedimento cirúrgico bastante procurado por mulheres para diversos fins, desde questões estéticas a motivos de saúde. O importante é que, feita com profissionais qualificados e tomando os cuidados na recuperação, ela pode ajudar na melhora da qualidade de vida e da autoestima da mulher que a procura.

Este post foi útil para você? Quer receber mais dicas sobre serviços para seu bem-estar e saúde? Então, assine nossa newsletter para receber nossas novidades em seu e-mail!

Consórcio de Serviços
Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.
chat Eva