Autofinanciamento: o que é e como um consórcio pode ajudá-lo?

Autofinanciamento: o que é e como um consórcio pode ajudá-lo?

Autofinanciamento: o que é e como um consórcio pode ajudá-lo?

Comprar um carro e realizar o sonho da casa própria não são tarefas simples para a maioria das pessoas. Um dos motivos é que essas metas exigem muito dinheiro em vários casos, além de uma grande capacidade de planejamento. Se você tem problemas para juntar recursos financeiros e elaborar ações com resultados a serem alcançados no futuro, terá que mudar a forma como gerencia as finanças.Caso você esteja realmente determinado a vencer as dificuldades, é válido pensar com muito carinho no autofinanciamento.Inicialmente, é comum as pessoas acharem que essa iniciativa envolve a capacidade de alguém juntar dinheiro para adquirir bens e serviços à vista. Por isso, destacamos neste post como funciona essa modalidade de compra, as vantagens que ela proporciona e a importância do consórcio para utilizá-la corretamente. Confira!

O que é autofinanciamento?

Essa atividade consiste em alguém bancar as conquistas materiais por conta própria, sem o apoio de outras pessoas ou de instituições financeiras que emprestam dinheiro. É importante mencionar que o autofinanciamento também envolve pagamentos para aquisições de médio e longo prazos.Você pode adotar esse formato de investimento em grupo. É possível, por exemplo, juntar 15 amigos para comprar um bem no valor de 18 mil reais. Todos chegam a um acordo e investem 1.200 reais por mês para que um dos integrantes adquira o item desejado no final desse período.Se os depósitos mensais forem feitos corretamente na data combinada, todos os integrantes atingirão o objetivo em comum no prazo de 15 meses. Essa ação mostra como pode ser estruturado um consórcio, em que várias pessoas estão reunidas para investir mensalmente, com foco na compra de um bem.

Quais são os benefícios do autofinanciamento?

Você já parou para pensar nas vantagens que esse modelo de financiamento pode proporcionar? Para constatar que o autofinanciamento é uma boa alternativa, listamos benefícios que ele garante aos investidores. Os principais são:

  • fugir do pagamento de juros altos cobrados pelos bancos;
  • ter menos gastos com impostos como o IOF, que engloba as operações financeiras;
  • enfrentar menos burocracia para a entrega de documentos;
  • superar o processo de análise de crédito com mais facilidade;
  • dispensar a obrigatoriedade de aplicar um valor de entrada;
  • livrar-se das taxas cobradas pelos bancos.

Autofinanciar-se é uma ação que agiliza a aquisição de bens, porque contribui para ter menos problemas com a burocracia — o que dá mais tranquilidade para investir. Perder muito tempo para juntar vários documentos é algo que irrita a maioria das pessoas.

Como acontece o funcionamento do consórcio?

O consórcio consiste na reunião de várias pessoas para a compra de um mesmo item (imóveis, veículos, serviços etc.). Todos os participantes devem pagar um valor por mês à administradora para concretizar a meta. Os recursos financeiros dos integrantes formam um fundo comum, que é utilizado para o autofinanciamento dos consorciados.Você tem total liberdade para escolher a administradora do consórcio que vai ajudar no gerenciamento do dinheiro. A recomendação é pesquisar cuidadosamente a empresa antes de iniciar o investimento. Veja as que estão autorizadas a funcionar, acessando o site do Banco Central (BC), responsável por regular o segmento no país.Após a definição da administradora, você deve seguir alguns passos para ingressar em um consórcio, como:

  • escolher o bem a ser adquirido;
  • estipular o valor a ser pago pelo item;
  • decidir o número de parcelas a serem quitadas;
  • estabelecer o valor de cada parcela com base no próprio orçamento.

A definição do bem é fundamental para indicar o grupo do qual fará parte. Caso queira comprar um imóvel, não é possível adquirir um carro por meio da carta de crédito.

O que está incluído nas parcelas do autofinanciamento?

Para o autofinanciamento ser efetuado com mais prudência pelo consórcio, é importante saber o que está incluído nas parcelas. Elas contêm o fundo comum — valor pago à administradora para a formação de uma poupança visando a compra dos bens — e a taxa de administração, responsável por cobrir os gastos com o gerenciamento dos grupos.Dependendo do consórcio, pode ser incluída a taxa de seguro. Ela é necessária para garantir o pagamento das prestações, se houver acidentes ou demissão dos consorciados do emprego. Nem sempre a administradora insere essa modalidade de seguro.Também podem ser cobrados valores adicionais, que abrangem o fundo de reserva e a taxa de adesão — o que aumenta o valor do investimento. Todos esses detalhes devem ser avaliados antes de iniciar o consórcio. Assim, você evita desentendimentos desnecessários e acompanha o investimento com mais calma.

Como acontece a contemplação?

Ao pagar as prestações, o consorciado pode participar de assembleias. Elas mostram como está funcionando o grupo e promovem o sorteio dos que ganharão a carta de crédito. Também é possível ser contemplado por um lance, pois você antecipa o pagamento de algumas parcelas.Ao adquirir a carta de crédito, o investidor pode fazer a compra do bem que planejou. Além disso, constata que o autofinanciamento é uma ação bastante viável graças ao consórcio. Isso acontece porque o pagamento foi efetuado por meio das economias de todos os integrantes, sem nenhuma intervenção de terceiros ou de bancos.

Como se informar sobre a administradora?

Para o consórcio ser um sucesso e realizar a sua meta, o papel da administradora é muito relevante. Um dos motivos é que ela é responsável por avaliar se os investidores têm condições de integrar os grupos, observando uma série de aspectos como:

  • verificar a idoneidade dos participantes;
  • analisar se todos podem pagar as parcelas em dia;
  • constatar se o grupo pode manter o consórcio, caso haja a desistência de membros;
  • avaliar se a inflação pode comprometer a capacidade de compra dos integrantes.

É inegável que a administradora tem uma grande influência no resultado que você terá com o autofinanciamento. Uma boa escolha vai ajudar você a ter mais tranquilidade para investir, o que também repercute na qualidade de vida. Opte por uma empresa com experiência no setor de consórcios, como a Embracon.Para você usar o dinheiro com inteligência e agilidade, é melhor ler este post sobre como funciona a documentação do consórcio. Afinal, o conhecimento é indispensável para atingir as metas!

Simulação de Consórcio
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Ler próximos artigos

Consórcio