6 coisas que você precisa saber sobre a rinoplastia

6 coisas que você precisa saber sobre a rinoplastia

6 coisas que você precisa saber sobre a rinoplastia

Indiscutivelmente um dos procedimentos estéticos mais procurados pela população, a rinoplastia é um dos tipos de cirurgia que podem acabar com a segurança, o incômodo e a baixa autoestima de muitas pessoas.Porém, o que muitos não sabem é que essa intervenção cirúrgica não é relacionada apenas à questão estética. Em boa parte dos casos, os pacientes a realizam por motivos de saúde.De qualquer maneira, este artigo foi elaborado para apresentar 6 coisas que você precisa saber sobre a rinoplastia. Aproveite a leitura!

1. O que é a rinoplastia?

Em primeiro lugar, vamos ao conceito de rinoplastia. Basicamente, trata-se de um procedimento cirúrgico que visa melhorar a aparência do nariz, tornando-o mais harmonioso em relação ao rosto.Os motivos podem ser diversos, como nariz muito grande, torno, largo, pontudo, pequeno, assimétrico, entre outros. Todavia, como citado no início do conteúdo, questões relacionadas à saúde também podem estar envolvidas nessa intervenção.Como exemplo, podemos citar os problemas estruturais que costumam causar uma dificuldade para respirar, incluindo a "carne esponjosa" e o "desvio de septo". Tanto um quanto o outro podem ser solucionados por meio desse procedimento.

2. Quem pode fazer?

Todos que não estão satisfeitos com a aparência do seu nariz estão aptos para realizar a rinoplastia. Porém, devido ao fato do crescimento corporal, a cirurgia não é indicada para quem ainda não completou a maior idade.Além disso, ela também é contraindicada para as gestantes, lactantes (mulheres que estão amamentando), pacientes que apresentam doenças em fase aguda ou que estão sendo medicados com substâncias anticoagulantes.Conheça o consórcio de cirurgia plástica

3. Como é o pós-operatório?

Quanto ao pós-operatório da rinoplastia, normalmente não há muita dor envolvida. Quando houver, ela poderá ser solucionada com a ajuda dos analgésicos receitados pelo médico.No que diz respeito ao curativo, ele deve ser utilizado nos sete primeiros dias subsequentes à operação. Nesse momento inicial, ele é feito de plástico enrijecido, podendo ser molhado sem problema algum.Após esse período, o curativo será substituído por uma fita adesiva porosa. Esta, por sua vez, pode causar um pequeno incômodo para respirar. Passados dez dias, o paciente já poderá retornar às suas atividades habituais, desde que não se faça muito esforço.

4. Quanto tempo demora a cirurgia?

Sem maiores delongas, o tempo de cirurgia dura em média de 2 a 3 horas. Porém, em casos de uma segunda rinoplastia (nariz já operado), o procedimento pode levar até 6 horas: isso ocorre porque em situações como essa a intervenção se torna um tanto quanto mais complexa.

5. Existe algum tipo de risco?

Como em qualquer tipo de procedimento cirúrgico, riscos sempre existem. No entanto, tratando-se da rinoplastia, eles são muito reduzidos, para não dizer raros. O que pode acontecer, em uma das hipóteses, é uma intervenção mal feita e que não resultou no que se esperava.Obs.: é válido deixar claro que estamos considerando uma operação realizada por um cirurgião reconhecido e com uma considerável experiência na área.

6. Quais são os benefícios que podem ser obtidos?

Antes de concluirmos, cabe ressaltar os benefícios que poderão ser obtidos com a rinoplastia. Os principais são:

  • melhora da autoestima;
  • ganho de confiança;
  • aumento da capacidade respiratória;
  • melhor qualidade de vida.

Por fim, é importante dizer que o resultado final será percebido com, no mínimo, 30 dias após a intervenção. E, mesmo que demore mais, o procedimento fará valer a pena para todos aqueles que estão insatisfeitos com a aparência do seu nariz ou que tenham algum problema estrutural que dificulte a respiração.Gostou deste artigo com as 6 coisas que você precisa saber sobre a rinoplastia? Então curta e acompanhe a nossa página no Facebook!

Simulação de Consórcio
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Ler próximos artigos

Consórcio