Saiba como economizar na conta de luz

Saiba como economizar na conta de luz

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) possui um sistema para aumentar a arrecadação da conta de luz, a chamada bandeira tarifária, que funciona de acordo com o nível de água do reservatório. Se o nível da água piorar,  a bandeira mudará o nível da água e cobrará uma taxa extra na conta.

São quatro marcas de coleção: verde, amarela e vermelha. Este último é dividido em dois níveis. Em caso de estivermos  no nível 2 de bandeira vermelha, esse será o nível mais alto de taxas adicionais cobradas dos consumidores. O sistema adotado pela Aneel visa estimular as pessoas a gastar menos.

Você já parou para pensar na quantidade de energia que consumiu este ano? Se a resposta te assusta, acalme-se, neste artigo, apresentaremos algumas dicas infalíveis para economizar energia em sua casa e torná-la mais barata.

Maneiras de economizar na conta de luz

Se você deseja economizar na conta de luz da sua casa, é importante saber que certos itens domésticos representam uma grande parte da sua conta de luz.

Portanto, é necessário entender o que são e quais os cuidados que podem ser tomados para garantir a economia de energia.

Aproveite a luz natural

Todo mundo sabe que acender as luzes quando a sala não está em uso é um desperdício de eletricidade e dinheiro. Porém, além de desligá-los ao sair do ambiente, existem outras formas de reduzir o uso de luz, como o uso de luz natural.

Idealmente, você não precisa acender as luzes durante o dia, por isso vale a pena usar, por exemplo, cortinas translúcidas, o que ajuda a manter uma certa privacidade sem ter que acender as luzes. Usar vidro e espelhos para refletir a luz também é uma boa estratégia para economizar energia

Também é possível instalar claraboias no teto, como em corredores ou escadas, para iluminar o espaço na presença de luz solar. Por fim, você também pode reposicionar seus móveis para aproveitar ao máximo a luz das janelas, especialmente nas mesas e carteiras utilizadas para estudar, trabalhar ou ler.

Use cores claras no ambiente

Este parece ser um detalhe trivial, mas a escolha da cor na decoração também ajuda muito na forma de poupar energia em casa. Isso porque, em uma sala escura, você sempre sente a necessidade de acender as luzes - mesmo durante o dia.

Portanto, vale a pena apostar nas cores claras para deixar o espaço naturalmente iluminado. Isso se aplica não apenas à pintura nas paredes, mas também aos revestimentos de pisos e outros pontos decorativos.

Um ambiente limpo é propício à iluminação natural em todos os aspectos e, o mais importante, promove a amplidão do espaço, principalmente se você contar com os anteriores espelhos e pontas de vidro.

Use luzes fluorescentes ou LED

Depois de reorganizar a sua decoração, privilegiando a entrada da luz solar e escolhendo as cores claras, é hora de cuidar dos seus equipamentos de iluminação para que também possam ajudar quem quer saber como economizar na conta de luz, mesmo que fiquem ligados à noite.

Por este motivo, diga adeus a todas as lâmpadas incandescentes e substitua-as por lâmpadas LED ou fluorescentes. A diferença entre eles é que embora os LEDs sejam mais caros, eles têm uma vida útil três vezes maior que as lâmpadas fluorescentes e consomem pouco mais da metade da energia. Ou seja, é um investimento com melhor relação custo-benefício em termos de economia e durabilidade.

Se desejar, calcule seu consumo anual para determinar qual opção paga mais em seu orçamento. Segundo dados da Associação Brasileira dos Importadores de Produtos de Iluminação (Abilumi), certificar-se de fazer alterações, e aderir a alternativas podem ajudar você a economizar na conta de luz em pelo menos três vezes.

Aprenda a economizar energia ao tomar banho em casa

Depois do ar condicionado, os chuveiros elétricos são os que mais consomem energia na família. É por isso que muitas vezes se ouve dizer que é necessário reduzir o tempo de banho.  

Então, é melhor pensar na vida em outro momento. No entanto, embora seja eficaz, está longe de ser a única maneira de economizar na conta de luz e dinheiro aqui.

Por exemplo, manter o interruptor do chuveiro na posição "verão" o máximo possível pode economizar até 30% da eletricidade usada para aquecer a água do banho.  

Além disso, é importante manter a fiação do chuveiro em boas condições (sem remendos para aquecedores domésticos) e limpar regularmente os orifícios de saída de água para não obstruir o fluxo de água.

Desconecte os dispositivos eletrônicos

O hábito de manter vários dispositivos eletrônicos ou eletrodomésticos conectados, mesmo que não estejam sendo usados, ou seja, no modo de espera, não é incomum.  

Afinal, muitas pessoas estão acostumadas às horas ligadas no visor de um forno de micro-ondas ou ligar a TV assim que entram em casa.

No entanto, de acordo com a pesquisa do Proteste, essa abordagem aparentemente inofensiva pode incorrer em custos substanciais no final do mês. Essa pequena luz simples vai mostrar que sua conta de luz pode estar ficando cada vez mais alta. Então, que tal desconectar o plugue de alimentação quando o dispositivo eletrônico não estiver em uso? Não custa dinheiro, concorda?

Reduza a troca de calor na geladeira

Se você já deixou a geladeira funcionando em casa durante uma viagem, deve ter percebido que, embora esteja funcionando, o aparelho consome muito menos energia quando você está fora.

Isso ocorre porque o refrigerador consome eletricidade para reduzir a quantidade de calor que entra nele. Isso significa que quanto menos vezes você abre e fecha a porta, menos energia ela precisa para ser usada, certo?

Por isso, é particularmente importante verificar as borrachas de vedação, pois elas podem isolar o interior do seu equipamento e evitar essa troca de calor.

Portanto, não é difícil tornar o refrigerador mais econômico: além de verificar regularmente a vedação, é preciso pensar no que você quer comer antes de abrir a porta. Mantenha-o longe de fontes externas de calor (como fornos ou luz solar) e evite armazenar alimentos quentes em seu interior.

Também é bom garantir que o dispositivo não esteja muito perto da parede, pois essa proximidade pode superaquecer o motor. O ideal é deixar um espaço de 10 a 15 cm entre as costas e a parede.

Reduza o uso de ferros de passar roupa

Os ferros elétricos podem nem mesmo ser um dos maiores vilões do consumo de energia em sua casa. Mas por que não tentar diminuir o uso desse aparelho para economizar nas contas de luz e diminuir o tempo de passar roupas? Algumas atitudes simples que tiveram um grande impacto a esse respeito são:

  • Pendure bem as roupas no varal para que não amassem e dê menos trabalho a passar;

  • Como tecidos que não precisam passar, como viscose e poliéster;

  • As melhores roupas são penduradas no banheiro. No banho, use vapor ao invés do ferro para tirar as rugas;

  • Separe, antes de ligar o ferro, as roupas que devem ser passadas a ferro e as que só podem ser dobradas e guardadas.

Considere substituir seus eletrodomésticos

Em 2016, a Proteste lançou uma campanha de incentivo à substituição de modelos antigos de eletrodomésticos (principalmente ar condicionado e geladeiras) por modelos novos, mais modernos e econômicos. Você se lembra disto?

Afinal, segundo o site, a versão mais moderna do aparelho pode economizar 67% ao mês, compensando o investimento em poucos meses. Nesse sentido, vale a pena comprar um novo modelo, que além de otimizar a estética da casa, também consome menos energia.

Que tal verificar o consumo médio de cada eletrodoméstico no site do Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia) e verificar se está na hora de trocar o seu eletrodoméstico?

O mesmo vale na hora da compra: antes de escolher uma nova versão para sua casa, pesquise muito e preste atenção ao seu potencial de consumo de energia nas especificações.

Investir em sistemas de aquecimento solar

A energia solar já é uma tendência porque representa uma economia considerável na conta de luz e ainda é uma prática sustentável. A conversão da luz solar em energia é feita de forma 100% limpa, ou seja, não há emissão de poluentes e não é afetada por nenhum outro ambiente.

Além de contribuir com a conta de luz e o meio ambiente, o investimento em sistemas de aquecimento solar também pode agregar valor ao seu patrimônio, isto está correto! Os imóveis que produzem energia por si só são mais valorizados no mercado imobiliário. Esse é um ponto super positivo para suas perspectivas financeiras. Você concorda?

Instale temporizadores e sensores

A tecnologia é um importante aliado para economizar energia em casa. Hoje, temos uma variedade de sensores de presença e temporizadores de luz no mercado para escolher, que podem ligar e desligar as luzes automaticamente. Portanto, eles só serão ativados quando necessário, ou seja, quando alguém estiver presente.

Os temporizadores também podem ser usados ​​em vários eletrodomésticos para desligá-los após um período de tempo programado. Por exemplo, assim ninguém sai de casa e se esquece de ligar a TV ou o computador. Claro, eles não serão desligados, mas só porque eles não estão funcionando desnecessariamente, podemos economizar muitas contas de luz!

Cuide da temperatura interna da casa

Especialmente durante o período mais quente do ano, as pessoas tendem a consumir mais eletricidade por meio de condicionadores de ar ou ventiladores. O primeiro consome mais eletricidade do que o segundo, mas o uso desses dispositivos de isolamento pode ser reduzido.

A tendência no verão é manter as portas e janelas sempre abertas, mas isso consegue equilibrar a temperatura interna da casa com a externa, trazendo ar quente para o ambiente.

Portanto, se possível, isole a entrada ao ligar o ar condicionado ou mesmo o ventilador. Portanto, o desempenho é superior e o produto não consome tanta energia.

Deixe toda a família participar da economia

Não se esqueça que o trabalho de economizar na conta de luz elétrica em casa, vale lembrar que tem a ver com finanças e com a sustentabilidade do planeta - deve ser feito em equipe, envolvendo todos os que convivem com você.

Portanto, envolve outros membros da família nesta causa. Você pode começar a adotar regras simples sobre como economizar energia em casa para que todos sigam.

Isso se aplica ao tempo gasto no chuveiro, acendendo as luzes e esperando pelos eletrodomésticos. Todas essas técnicas compartilhadas até agora podem ser utilizadas em conjunto para que toda a casa participe da economia.

Se a conta de luz é mais barata, vale a pena comemorar. Então, você pode tornar esse processo interessante, como se fosse um desafio conquistado pela equipe, com recompensas.

Quer um exemplo? Se uma família puder economizar uma certa porcentagem das contas de luz, todos terão uma noite de pizza ou um jantar em um lugar diferente. Essa é uma boa ideia, você concorda?

Agora que você sabe como economizar energia em casa, seus custos mensais serão reduzidos significativamente, para que você possa determinar melhor suas metas de receita. Você pode começar a investir na segurança da casa comprando um seguro ou até cancelando alguns projetos antigos.

O importante é que você tenha contas de luz mais baratas e absorva essas práticas em seus hábitos diários, o que não só beneficiará a família, mas também a todo o planeta!

Afinal, quando adotamos métodos econômicos, consideramos não apenas os aspectos financeiros, mas também a sustentabilidade do aumento, que contribui para o bem-estar das gerações presentes e futuras.

Vantagens de economizar na conta de luz

Economizar na conta de luz e no consumo é uma ação que vai além da redução de custos financeiros. A redução da entrada e do consumo de energia trouxe diversos benefícios. A economia beneficia as pessoas porque haverá mais energia disponível e o país evitará o desperdício.  

Com isso, será possível obter mais recursos para investir em ações sociais. As doações não afetarão apenas a sociedade, mas também o meio ambiente, portanto, inundações, desmatamento, poluição do ar, radiação nuclear e resíduos nucleares também serão reduzidos.

Para as empresas, a conservação de energia pode trazer sustentabilidade aos negócios. Isso porque a redução do consumo tem levado ao aumento da oferta de energia para atender às necessidades futuras da empresa.  

Além disso, a empresa também pode obter outros benefícios em termos de viabilidade econômica da empresa, economizando energia e processos de energia dos funcionários. Os benefícios também incluem a área de marketing, pois ações sustentáveis ​​afetam o mercado e os clientes e melhoram a imagem da organização.

Outras vantagens são:

  • Custos de produção: reduzem os custos diretos relacionados ao consumo ineficiente de energia.

  • Produtividade: Aumente a produção com o mesmo consumo de energia.

  • Melhorar o ambiente de trabalho e a segurança: aumentar a motivação e a participação dos funcionários. Isso é resultado da melhoria ambiental, que ocorre por meio da adaptação de instalações e equipamentos aos novos processos de trabalho.

Aparelhos que consomem mais energia

Ar-condicionado

Embora o consumo seja semelhante ao de um chuveiro elétrico, o ar condicionado tem um impacto maior na conta devido ao longo tempo. Estima-se que um dispositivo com capacidade menor ou igual a 9.000 BTU / h, se usado por 8 horas em 30 dias, consumirá em média 128,8 kWh por mês. Equipamentos maiores que 30.000 BTU / h consomem 679,20 kWh.

Geladeira

Os refrigeradores são um dos equipamentos que mais consomem energia. O consumo médio mensal de energia de uma única porta é 25,20 kWh, e o consumo médio mensal de energia de duas portas frost-free é 56,88 kWh.

Dica: mantenha os eletrodomésticos longe do fogão, pois a geladeira gasta mais energia para compensar o calor transferido do fogão. Não abra a porta do refrigerador desnecessariamente e verifique se o seu equipamento está atualizado e lacrado.

Chuveiro Elétrico

Os chuveiros elétricos são outro vilão nas contas de luz. Usando 32 minutos por dia, o consumo mensal de energia do chuveiro pode chegar a 88 kWh.

Dica: Procure modelos com menor potência e desligue o chuveiro sem usar água. Lembre-se: quanto menos tempo você passar no banho, menos impacto terá em sua conta.

Videogames

Para a alegria das crianças, os videogames também devem ser usados ​​com cautela. De acordo com os dados do Procel citados pelo BV, a utilização de 4 horas diárias durante meio mês representa um consumo médio mensal de 1,44 kW. Modelos mais novos, como PS4 ou Xbox One, consomem mais energia do que as versões anteriores.

Dica: use menos equipamentos e controle o tempo de jogo. Também é importante desligá-lo quando não estiver em uso. Lembre-se que mesmo no modo de espera, o aparelho consome energia.

Microondas

Estima-se que um forno de micro-ondas de 25 litros consuma em média 13,98 kWh por mês se for usado por 20 minutos por dia.

Dica: se possível, o melhor é escolher o fogão a gás e usar o forno micro-ondas apenas em caso de emergência. Além disso, procure aparelhos mais eficientes em termos de energia e desconecte o plugue de alimentação quando não estiver em uso.

Televisão

O modelo LED de 42 polegadas consome 30,45 kWh por mês e é usado 5 horas por dia.

Dica: desconecte o dispositivo quando não estiver assistindo.

Carregador de celular

De acordo com o BV, os carregadores de celulares consomem em média 0,26 kWh quando não estão em uso. Quando um celular totalmente carregado é conectado, esse consumo aumenta para 5 kWh.

Dica: desligue o carregador quando não estiver em uso. Quando a bateria estiver totalmente carregada, desconecte o dispositivo do carregador.

Fogão elétrico

A queridinha dos decoradores, os fogões elétricos podem ter um grande impacto na sua conta. Se você usar o dispositivo apenas uma hora por dia, seu consumo médio mensal de energia é 68,55 kWh.

Dica: para economizar dinheiro, use o aparelho apenas quando necessário e cozinhe toda a refeição de uma vez, para que você não precise ligá-lo e desligá-lo várias vezes.

Dicas gerais

  • Evite o stand-by. Aparelhos em stand-by também consomem mais energia;

  • Chuveiro. Escolha um modelo de potência menor e não demore no banho;

  • NÃO utilize a parte traseira do refrigerador para secar panos e roupas.

  • Não forre as prateleiras da geladeira com plásticos ou vidros, pois isso dificulta a circulação interna do ar.

  • Não tente aproveitar uma resistência queimada do chuveiro. Isso acarreta aumento no consumo de energia e é perigoso.

  • Sempre que possível, use ventiladores em vez de aparelhos de ar-condicionado. Mantenha portas (internas) e janelas abertas quando o aparelho estiver funcionando, aumentando a circulação do ar.

  • Mantenha acionado o Energy Stay do seu computador, utilizando os recursos de economia de energia do monitor. Esse sistema desliga o monitor quando o computador não está sendo utilizado.

  • Não deixe os acessórios do computador ligados sem necessidade.

  • Não desligue sua geladeira ou freezer à noite para ligá-los na manhã seguinte.

Assim como o alto valor da conta de luz, outro gasto fixo que pode estragar totalmente seu fim de semana e até mesmo aquela viagem de fim de ano é o aluguel. Como as pessoas costumam dizer, é um dinheiro que não volta. Se você está nessa situação, têm o desejo de comprar sua própria casa, mas ainda não tem condições para isso, conheça as opções e condições do Consórcio Embracon para imóveis. Aproveite as melhores condições e veja qual cabe no seu bolso.

Gostou deste artigo? Veja também “as principais tendências de decoração”, acesse o link e fique por dentro.

Simulação
chat Eva