Vantagens de morar em casa pequena

Vantagens de morar em casa pequena

Essa é uma coisa nova para a maioria das pessoas, estamos aprendendo a viver com menos bens materiais e com mais qualidade, e isso tem sido um desafio constante, que pode se refletir na experiência de morar em uma casa pequena.

Cada vez mais diversificados, os empreendimentos menores estão aos poucos ganhando o coração de diferentes públicos e seus objetivos, além de aliar essa característica a condições de pagamento compatíveis com o planejamento financeiro do comprador. Para poder te ajudar na avaliação das opções, listamos hoje os motivos para morar em uma casa pequena e como você pode adquiri-la por meio de um consórcio.

Entenda de uma vez por todas como funciona!

Por que optar por uma casa pequena?

Caso você esteja pensando em comprar uma nova casa, é bem provável que já tenha feito alguns cálculos para saber se bate com orçamento disponível e, minimamente, tem condições de arcar com o investimento. Atualmente, a maioria das pessoas que alcançam certa estabilidade na vida têm esse objetivo, e associam as boas condições à possibilidade de adquirir somente os maiores e melhores produtos. Ter isso em mente é ótimo na maioria das vezes, afinal de contas, todo mundo quer desfrutar do dinheiro batalhado.

Nos casos de uma situação financeira equilibrada, o problema aparece quando as pessoas confundem qualidade com quantidade, e isso acaba refletindo diretamente na escolha do imóvel. Fale a verdade: quem é que nunca sonhou com uma casa enorme e cheia de cômodos amplos para viver com a família e receber os amigos?

Esse pensamento é natural, mas geralmente faz parte de um desejo momentâneo que, na verdade, talvez nem atenda as necessidades do morador. Com isso bem definido, é hora de reavaliar vontades e considerar as opções que agradem você e estejam de acordo com o seu bolso. Acompanhe as vantagens de morar em uma casa pequena e repense!

Uma casa pequena é mais fácil de manter

Se você já mora em uma casa, seja dos pais ou alugada, sabe a quantidade de tempo e energia para mantê-la sempre limpa e arrumada. Mas como você já deve ter captado rápido a dica, uma casa menor é muito mais fácil de limpar, de manter organizada, etc. Dessa forma, você tem mais tempo livre para se dedicar a outras atividades importantes.

Além do mais, quando a casa é pequena, você acaba pegando o hábito de manter tudo em ordem, porque casa pequena e desarrumada, vira um caos. Isso porque, qualquer coisa fora do lugar acaba parecendo uma grande bagunça, organizar entra no automático.

Casas pequenas são mais em conta

Casas ou apartamentos pequenos não exigem um investimento muito grande. Sendo assim, você evita comprometer uma parcela muito alta do seu orçamento pagando mensalidades do financiamento ou mesmo do aluguel.

Morar em uma casa pequena é viver o desapego

Quanto mais espaço você tiver em sua casa, mais coisas você vai acumular. Por esse motivo, se você mora em uma casa pequena, sem muitos armários para guardar aquelas tranqueirinhas, a tendência é deixar de acumular coisas que não vai utilizar.

Casas pequenas geram menos impacto ambiental

Uma casa pequena exige menos recursos para construir (ou reformar) e também menos recursos para manter. O que acaba gerando um impacto ambiental menor do que uma grande residência.

Fora isso, compactando e otimizando o espaço da sua casa você precisará de menos móveis e eletrodomésticos.

Em casas pequenas as famílias ficam mais unidas

Quando o espaço é menor, a interação social entre os membros da família acaba ficando mais próxima. A família passa a conviver muito mais e todos aprendem a lidar com as diferenças.

Geralmente, se uma família mora em uma grande residência, cada um fica isolado em seu canto e, na maioria das vezes, acabam trocando experiências em apenas em alguns momentos do dia.

Mas, se você vive sozinho, um lar pequeno é muito mais aconchegante e menos trabalhoso.

A decoração de um lar pequeno é muito mais fácil

Na hora de decorar ambientes pequenos, você acaba se concentrando na qualidade dos móveis e objetos de decoração. Até porque, você não precisa de uma grande quantidade de elementos para preencher espaços.

Além de que, é claro, em ambientes menores, qualquer detalhe na decoração acaba tendo um grande impacto.

Resumindo, se a ideia é ter uma decoração digna de revista e com seu estilo pessoal, investir em um imóvel menor pode ser a chance de ter a decoração dos sonhos sem gastar uma quantia enorme em dinheiro.

Casas pequenas são mais econômicas no cotidiano

E quanto aos gastos de rotina, em uma casa pequena você terá muito mais economia de água, luz, produtos de limpeza etc. E caso seja necessário contratar uma diarista, o valor cobrado por ela será menor do que ela cobraria para limpar uma residência grande, cheia de cômodos, móveis e objetos de decoração.

Um outro detalhe importante, morando em uma casa pequena você economiza também com impostos e seguro. Vale a pena, não é mesmo?

Mercado mais amplo para vender

Uma casa pequena é acessível a um percentual maior da população do que uma casa grande. Sendo assim, as chances de revender ou mesmo alugar uma casa pequena é muito maior.

Uma casa pequena traz mais conforto e acolhimento

Uma casa pequena pode se tornar um local extremamente confortável e acolhedor, pois oferece mais acolhimento. Com uma dimensão menor, o seu imóvel vai trazer mais aconchego e intimidade para todos, sejam moradores ou visitantes.

Você ainda tem a chance de fazer com que cada cantinho mostre um pouco de sua personalidade e seja exatamente como você sempre desejou.

Como comprar por meio do consórcio?

Agora que já sabe quais são as vantagens de uma casa pequena, que tal contar com um sistema de aquisição que não cobra juros nem entrada e ainda oferece parcelas mais acessíveis de acordo com seu planejamento financeiro? Sim, é possível, e se trata do consórcio imobiliário, um autofinanciamento feito por meio de um grupo de pessoas físicas ou jurídicas, com a finalidade de obter um bem ou serviço. Para fazer a adesão, você precisa adquirir a cota de consórcio e pagar mensalmente as parcelas.

No momento em que for contemplado por sorteio ou por lance, o consorciado recebe a carta de crédito que representa o valor para a compra do imóvel. Se você tiver uma quantia reservada - FGTS, bônus no emprego, herança - para investir, é possível oferecer a antecipação de parcelas (lance) e garantir prioridade no alcance da carta de crédito. Aproveite para evitar a burocracia e poupar recursos enquanto investe na casa dos seus sonhos.

E você, o que acha de morar em uma casa pequena? Faça a sua simulação com a Embracon e confira!
Simulação Consórcio
chat Eva