Guia para Consórcio de Automóveis de A a Z

Guia para Consórcio de Automóveis de A a Z

Os brasileiros estão entre as pessoas que mais têm como costume trocar de carro em todo o mundo. Mesmo diante de uma crise financeira que se instaurou no país, muitos não deixaram de investir em um veículo novo. Contudo, existem alguns fatores que tornaram essa compra um pouco mais complicada, como os altos juros cobrados nos financiamentos tradicionais. É por esse motivo que você precisa saber mais sobre o consórcio de automóveis.

Se você quer fazer a aquisição de um novo veículo, saiba que essa modalidade de compra é indiscutivelmente mais vantajosa. Especialmente se você não estiver com pressa de pegar um carro novo. O objetivo do consórcio é proporcionar uma compra programada, que vai possibilitar a realização do seu sonho de forma segura, sem interferir na sua saúde financeira.

Ficou interessado e quer saber mais sobre o consórcio de automóveis? Então continue acompanhando e tire todas as suas dúvidas! Boa leitura!

Consórcio de automóveis de A a Z

Consórcio de automóveis: A

ABAC  

A ABAC – Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios é quem representa as administradoras de consórcios do Brasil. Fundada em 1967, desempenha papel fundamental no aperfeiçoamento das normas que regem o sistema de consórcios. A ABAC é a intermediária entre as administradoras, autoridades competentes e os consorciados.  

ADMINISTRADORA DE CONSÓRCIOS  

A administradora de consórcios é a pessoa jurídica prestadora de serviços que tem como objeto social principal a administração de grupos de consórcio, constituída sob a forma de sociedade limitada ou sociedade anônima. É a empresa responsável por compor e administrar os grupos de consorciados e seus interesses.  

Conforme determina a Lei dos Consórcios (Lei nº 11.795), é a administradora de consórcio a gestora dos negócios do grupo de consorciados. É ela a responsável por seus interesses e direitos, conduzindo a poupança formada pelo grupo de consorciados, assegurando o cumprimento das normas determinadas e se preocupando de forma rigorosa para que todos os consorciados desempenhem suas obrigações financeiras.  

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA (AGO)  

É a reunião mensal dos consorciados de um mesmo grupo, onde são oficializadas as cotas contempladas através de sorteio ou lances.

Só podem participar das assembleias os consorciados que ainda não foram contemplados e que tenham contribuído mensalmente com as parcelas do consórcio até a data de vencimento, ou da assembleia, no caso desta ter sido a data de sua adesão ao grupo.

ATUALIZAÇÃO DE CRÉDITO

Os consórcios são atualizados e o consorciado sempre terá poder de compra ao ser contemplado, mesmo que o valor do bem contratado sofra alterações.  

No caso do consórcio de veículos, a atualização segue o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA).

O envio de ajustes periódicos para as parcelas do consórcio constitui uma medida que garante que o valor da carta de crédito será suficiente para cobrir o preço do carro que os membros do consórcio desejam comprar a qualquer momento para consideração.  

Sem esses ajustes, ao longo do tempo, o valor do crédito assinado se tornaria obsoleto, prejudicando o poder de compra dos consorciados. Para evitar essa situação indesejável, o contrato adicional prevê regras de reajuste para atualização do valor da carta de crédito, podendo ser reajustado por índice suficiente para cobrir a indústria automobilística ou por outra regra pré-definida.

Consórcio de automóveis: B

BANCO CENTRAL DO BRASIL  

O Banco Central do Brasil (BCB) foi criado em 31 de dezembro de 1964, pela Lei 4.595. Ele é responsável por executar orientações do Conselho Monetário Nacional e garantir o poder de compra da moeda nacional.  

Cabe ao Banco Central, por exemplo, emitir cédulas e moedas, controlar o crédito, o fluxo de capitais estrangeiros no país , autorizar e fiscalizar as instituições financeiras e, é ele quem normatiza e supervisiona as Administradoras de Consórcio.

Em outras palavras, isso significa que qualquer empresa que queira operar no país que administra consórcio, precisa se submeter ao Banco Central, que analisará a capacidade da administradora de assumir seus compromissos.  

Então, em suma, assim como os bancos e outras instituições que administram ativos e capitais no Brasil, podemos dizer que o sistema de consórcios é garantido pelo próprio governo federal por meio do Banco Central.

Consórcio de automóveis: C

CARTA DE CRÉDITO  

A carta de crédito é o documento que representa o valor de compra contemplado. Ela será usada para a negociação do bem que se pretende adquirir. A carta de crédito proporciona o poder de compra equivalente a uma compra à vista, podendo ser usada como estratégia para conseguir descontos na negociação.  

A principal vantagem da carta de crédito é a segurança, pois somente o contemplado pode usá-la. Desta forma, você terá total controle sobre o valor recebido.  

Com a carta de crédito, os consorciados podem adquirir os veículos de que precisam, sejam eles novos ou usados. Se você selecionar um carro usado, o carro terá um limite de idade, que é definido pela administradora.  

Caso o consorciado opte por um título com valor inferior ao da carta de crédito, pode usar o restante para quitar uma parcela devida. Se ele escolher um carro de valor mais alto, ele vai compensar a diferença.  

CONTEMPLAÇÃO  

Contemplação é a atribuição do crédito ao consorciado para a compra do bem.  

Assim, o cotista poderá comprar o bem desejado. Existem duas formas de ser contemplado no consórcio: sorteio e lance, ambos são realizados em assembleias gerais ordinárias.  

Consórcio de automóveis: D

DÍVIDAS  

Muitos são os motivos que fazem uma pessoa se endividar. A falta de planejamento e de controle dos gastos - sejam eles diários, mensais ou anuais - é a razão mais comum. Outro motivo bastante comum é o uso inadequado do crédito, como cheque especial, cartão de crédito, crédito consignado, financiamentos e outros empréstimos.  

O ideal para evitar dívidas é sempre planejar e direcionar suas receitas de forma adequada. Analisar todas as opções possíveis antes de assumir um compromisso com despesas longas. Um bom exemplo de planejamento é calcular quanto um bem adquirido através do consórcio é mais barato se comparado com um financiamento bancário.  

Consórcio de automóveis: E

EDUCAÇÃO FINANCEIRA  

Segundo a OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (2005), educação financeira é “o processo mediante o qual os indivíduos e as sociedades melhoram a sua compreensão em relação aos conceitos e produtos financeiros, de maneira que, com informação, formação e orientação, possam desenvolver os valores e as competências necessárias para se tornarem mais conscientes das oportunidades e riscos neles envolvidos e, então, poderem fazer escolhas bem informadas, saber onde procurar ajuda e adotar outras ações que melhorem o seu bem-estar. Assim, podem contribuir de modo mais consistente para a formação de indivíduos e sociedades responsáveis, comprometidos com o futuro”.  

O Consórcio Nacional Embracon está comprometido com os ideais e objetivos dos clientes e da população. Disponibilizamos materiais e conteúdos gratuitos que levam informação e orientam acerca da educação financeira. Nosso objetivo é atender desde o novo investidor – aquele que busca o consórcio para alcançar seus primeiros objetivos – aos mais atentos e especializados – os que buscam no consórcio formas mais elaboradas para aumento do seu patrimônio.  

Consórcio de automóveis: F

FUNDO DE RESERVA  

O fundo de reserva no consórcio funciona como uma proteção para o grupo de consorciados. A administradora solicita aos cotistas – desde que conste em contrato – o pagamento de um percentual destinado ao fundo, que está previsto na Lei 11.795/08 e na circular 3432 do Banco Central. Este fundo deve ser entendido pelo consorciado como uma garantia para o bom funcionamento do grupo, uma vez que permitirá a continuidade das contemplações mesmo em caso de adversidade. Portanto, cabe à administradora de consórcios avaliar e definir antes da formação do grupo, se será ou não necessário adotar o desenvolvimento deste fundo.  

O fundo de reserva é usado exclusivamente para:  

I – Cobrir eventual insuficiência de recursos do fundo comum;  

II – Pagamento de prêmio de seguro para cobertura de inadimplência de prestações de consorciados contemplados;  

III – Pagamento de despesas bancárias de responsabilidade exclusiva do grupo;  

IV – Pagamento de despesas e custos de adoção de medidas judiciais ou extrajudiciais com vistas ao recebimento de crédito do grupo;  

V – Contemplação, por sorteio, desde que não comprometa a utilização do fundo de reserva para as finalidades previstas nos incisos I a IV.

Consórcio de automóveis: G

GUIA DO CONTEMPLADO  

Para transparecer e detalhar o processo de contemplação até a aquisição do bem, a Embracon criou o Guia do Contemplado, que permite que você acompanhe todas as fases da contemplação, mesmo antes de adquirir sua cota.  

Nosso objetivo é agilizar a análise, aprovação do crédito e faturamento do seu bem. Por isso, é importante ler atentamente os processos e os documentos necessários apresentados no guia.  

GRUPO DE CONSORCIADOS  

O consórcio é uma modalidade de compra em que pessoas físicas e jurídicas se unem com o objetivo de criar uma poupança comum que servirá como fundo para o autofinanciamento dos bens contratados por cada cotista.

A união destas pessoas físicas e jurídicas através da administradora de consórcios é denominada grupos de consórcio, que contribuindo com um valor mensal, por um prazo estabelecido em contrato, formam a poupança destinada para a compra do bem quando o consorciado for contemplado.

Consórcio de automóveis: H

HISTÓRIA DO CONSÓRCIO  

No início da década de 60, com a instalação da indústria automobilística no território nacional e a carência de crédito, de modo inovador, funcionários do Banco do Brasil tiveram a ideia de formar um grupo de amigos, com o objetivo de constituir um fundo suficiente para aquisição de automóveis para todos aqueles que participassem da arrecadação dos recursos.  

Para definir para quem seria destinado o primeiro veículo pago pelo fundo, eles chegaram então ao consenso de sorteá-lo. Foi desta forma que nasceu o consórcio no Brasil. Pouco tempo depois surgiu a ABAC – Associação Brasileira de Consórcios, e com o passar dos anos, o consórcio foi tomando mais respaldo legal, até que em 8 de outubro de 2008 a modalidade de compra ganhou sua própria lei, a lei nº 11.795, normatizando e organizando todo o sistema.

Consórcio de automóveis: I

INVESTIMENTO  

Segundo o dicionário, investimento é a aplicação de recursos, tempo, esforço, a fim de se obter algo. Ganhar mais dinheiro pode ser o objetivo mais primitivo do investimento, mas a verdade é que todos nós investimos, por exemplo, para comprarmos uma casa, pagarmos a faculdade de nossos filhos, garantir uma aposentadoria tranquila, entre outras coisas.  

O consórcio é por essência uma maneira de poupar, portanto, de investir a fim de conquistar seu carro, casa ou moto. Além de possibilitar o compromisso com seu objetivo, ele pode ser utilizado como forma de adquirir lucros e aumentar sua renda. Um bom exemplo é pensar que você pode comprar algumas cotas de consórcio de automóveis e com um lance planejado para antecipar a contemplação. Assim, você pode utilizar seu veículo para gerar ainda mais renda, possibilitando pagar as parcelas do consórcio e ainda mais.  

Consórcio de automóveis: J

JUROS  

Juros é o rendimento que se obtém quando se empresta dinheiro por um determinado período. Os juros são para o credor (quem tem algo a receber) à compensação pelo tempo que ficará sem o dinheiro emprestado.  

De modo geral, para quem solicita um empréstimo, os juros são um péssimo negócio. São eles que fazem o valor das suas parcelas e o montante final pago serem extremamente altos.  

Diferente dos financiamentos, o consórcio não apresenta juros, pois é uma modalidade de compra em conjunto que custeia os gastos e despesas da compra dos bens através de uma poupança comum, alimentada pelo pagamento mensal dos consorciados.  

É importante lembrar que o consórcio é livre de taxas de juros atribuídas ao parcelamento, mas juros de parcelamento são diferentes de juros por atraso nas parcelas.  

Consórcio de automóveis: K

KNOW-HOW

Know-how é um termo em inglês que significa literalmente “saber como”. Know-how é o conjunto de conhecimentos práticos (fórmulas secretas, informações, tecnologias, técnicas, procedimentos, etc.) adquiridos por uma empresa ou alguém, que traz para si vantagens competitivas.  

Trazemos a ideia de Know-How para o leitor, como uma forma simbólica de se atentar às questões inerentes ao consórcio e saber usar as regras a seu favor. O consórcio não é somente uma forma inteligente e menos custosa de parcelar o seu bem, ele pode ser utilizado como forma de investimento e de gerar receitas.  

Quanto mais você se aprofundar sobre como o sistema funciona, mais agregará conhecimento e muitos serão os meios de como usar o consórcio para alcançar seus objetivos.

Consórcio de automóveis: L

LANCES NO CONSÓRCIO  

Para não depender somente da sorte, há como oferecer lances na tentativa de antecipar a contemplação. Existem algumas modalidades de lance:  

  • Lance Livre: Você oferta o percentual que desejar – de acordo com o estipulado pelo grupo – e o maior lance ofertado ganha. É sempre calculado sobre o valor do crédito e de acordo com o saldo do grupo;  
  • Lance Fixo: O consorciado oferta um percentual definido: deve ser 50% ou 25% do valor total do crédito, dependendo das regras do grupo.

LEI DO CONSÓRCIO  

Em 6 de fevereiro de 2009 entrou em vigor a Lei do Consórcio (Lei nº 11.795). A legislação específica para o setor, consolidou o Banco Central do Brasil como a autoridade responsável pela normatização, coordenação, supervisão, fiscalização e controle das atividades do Sistema.  

Consórcio de automóveis: M

MITOS  

Muitos são os mitos que envolvem o consórcio, citaremos a seguir os mais comuns:  

CONSÓRCIOS NÃO SÃO SEGUROS  

Muitos são os pontos que fazem do consórcio uma forma segura de investimento, mas o principal é que, assim como os financiamentos bancários, o consórcio também é fiscalizado e autorizado pelo Banco Central do Brasil. Além disso, ele é normatizado por uma lei específica: a Lei dos Consórcios nº 11.795.  

CONSÓRCIOS NÃO SÃO VANTAJOSOS  

No consórcio, o consumidor paga taxas administrativas muito menores que os juros dos financiamentos bancários. Para se ter uma ideia, segundo a revista Exame, em média, a taxa de juros do financiamento custa dez vezes mais que a taxa de administração do consórcio de automóveis.  

CONSÓRCIOS NÃO SÃO ATUALIZADOS  

Os consórcios são atualizados sim. O consorciado sempre terá poder de compra ao ser contemplado, mesmo que o valor do bem ou serviço contratado sofra alterações.  

Consórcio de automóveis: N

NEGOCIAÇÃO  

Um dos pontos mais interessantes do consórcio é o poder de compra que ele proporciona com a contemplação. Com a carta de crédito nas mãos, o contemplado pode barganhar descontos na compra dos bens, já que a carta tem o mesmo poder de aquisição de uma compra à vista.  

Consórcio de automóveis: O

OPORTUNIDADES  

Os consórcios são muito oportunos para o planejamento da aquisição do seu bem. Muitas pessoas precisam de um compromisso mais rigoroso com seus objetivos, e o consórcio pode atuar como uma ferramenta que auxilia a pessoa a poupar e conquistar o que busca.  

Os consórcios têm sido um grande aliado dos jovens, ajudando-os a conquistarem seus primeiros bens e construírem patrimônio. Ele também é oportuno para pessoas que buscam investir e encontram no consórcio uma forma interessante de gerar receita.  

Consórcio de automóveis: P

PLANEJAMENTO FINANCEIRO  

Organizar as finanças familiares deve ser uma das principais prioridades dentro de casa. Com um bom planejamento financeiro e o orçamento distribuído de forma eficiente, você e sua família conseguirão alcançar seus objetivos e principalmente garantir segurança e estabilidade.

Sabemos que definir o ideal para os gastos é uma tarefa realmente difícil. Uma possível solução para este problema é uma fórmula bastante popular de direcionamento de renda: a regra dos 50-15-35.  

Ela propõe, de forma muito simples, controlar e direcionar seus rendimentos para três grupos: despesas fixas, gastos com lazer e investimentos.  

O objetivo é que você consiga organizar suas despesas, não deixe de fazer coisas que te dão prazer e também tenha poder de investimento. É uma ótima solução se você está tendo dificuldades para organizar suas finanças e planejar o seu futuro.

PARCELAS  

Segundo especialistas, os consórcios são a segunda maneira mais vantajosa de se adquirir um bem, a sua frente está somente a compra à vista. Isto se dá por conta da essência do consórcio, que é a compra planejada e a formação de grupos pela administradora com finalidade de criar um fundo comum que financie os bens dos consorciados. Desta forma, o consórcio não apresenta juros, o que faz dele a melhor solução quando há necessidade de parcelamento.  

Consórcio de automóveis: Q

QUITAÇÃO (BENS)  

Após a quitação de sua cota, o cliente poderá solicitar a liberação da sua garantia para a administradora junto ao Detran ou Cartório. Para isto, a cota deve estar 100% quitada.

Consórcio de automóveis: R

REGRAS NO CONSÓRCIO  

Existem algumas regras importantes no consórcio que você precisa estar atento. Separamos algumas delas:  

  • A administradora precisa ser autorizada pelo Banco Central do Brasil;  
  • Se você estiver em atraso com o pagamento de uma parcela, não poderá participar dos sorteios e nem poderá dar lances;
  • Se você cancelar o seu contrato, você terá seu investimento de volta ao fim do grupo ou quando for contemplado. O reembolso acontece com as devidas multas contratuais, conforme previsto na proposta de adesão;  
  • Só existem duas formas de contemplação: sorteio ou lance.  

Não acredite em nenhuma promessa de que será contemplado em sorteios em um tempo determinado, a única forma de aumentar suas chances de contemplação é através do lance.

Consórcio de automóveis: S

SORTEIO  

Todos os meses, durante as assembleias, são realizados sorteios para definir quais cotas serão contempladas. Nos sorteios, todos os consorciados do grupo apresentam a mesma probabilidade e chances de serem contemplados.  

Consórcio de automóveis: T

TROCA DE CHAVES

Trata-se de uma modalidade de lance muito vantajosa para acelerar a troca do seu carro.

A vantagem desse benefício é que você pode oferecer o seu usado como lance e aumentar as chances de sair com a chave do seu carro novo, seminovo ou usado. É você quem escolhe.

É o Troca de chaves quem te ajuda a viver novas aventuras e de carro novo. Essa facilidade de lance vale para você que investe no seu sonho e paga, mensalmente, as parcelas do seu consórcio de carro e quer acelerar com a Embracon e viver novas histórias.

E vale também para quem abriu um espaço na garagem para viver novas histórias e procura uma modalidade de investimento segura, barata e que garante a realização de um sonho tranquilo, sem juros, sem sustos e sem entrada.

Consórcio de automóveis: U

UNIDADES DE NEGÓCIOS  

Espalhadas por todo o Brasil, o Consórcio Embracon conta com mais de 600 unidades de negócios, cerca de 90 filiais e 600 parceiros comerciais.

Consórcio de automóveis: V

VALORIZAÇÃO  

Com o aumento da população, a busca por veículos tanto para uso pessoal quanto profissional têm feito com que estes sejam “produtos” em escassez. Desta forma, é possível prever como será o cenário futuramente no mercado de automóveis.  

Consórcio de automóveis: X

X – MULTIPLICAÇÃO  

Você pode pensar no seu veículo além do valor agregado ao seu patrimônio. Eles podem ser um produto gerador de renda e valorização do seu investimento: um veículo ou uma frota de veículo pode ser usado para transporte de pessoas também gerando lucros.  

Consórcio de automóveis: Z

“ZERE SUAS PARCELAS E VÁ ALÉM”  

Zerou suas parcelas? Não pare por aí, aproveite todas as formas de uso do consórcio para aumentar seu patrimônio e também gerar renda. Pense que esta é uma forma muito interessante de investir seu dinheiro e que há muitas possibilidades a seu favor.  

Como fazer um consórcio de automóveis?

Para aderir a um consórcio de automóveis, basta realizar uma simulação no site da administradora de consórcio. A simulação pode ser feita pessoalmente ou online.  Você pode simular com base no número de meses de pagamento, no valor do crédito ou no melhor valor da parcela.  

Cada organização oferece diferentes condições de pagamento e planos de crédito. Portanto, você pode escolher a parte que cabe no seu bolso sem prejudicar sua situação financeira.  

Onde encontrar o melhor consórcio de automóveis?

Para determinar o melhor consórcio automotivo, é importante realizar pesquisas e tomar decisões cuidadosas. Isso ocorre porque as taxas de administração podem variar de organização para organização.

O melhor consórcio de automóveis é o consórcio com taxas de gestão mais baixas, uma boa reputação, uma boa reputação no mercado e autorizado pelo governo. Antes de fechar um negócio com o administrador, vale a pena consultar as opiniões e reclamações dos clientes.

Como fazer a simulação para consórcio de automóveis

O Consórcio Embracon é um dos maiores do Brasil, além de ser um dos mais premiados. Você ainda tem a possibilidade de usar o simulador para descobrir o plano que mais se adapta às suas necessidades.

O seu consórcio pode estar sujeito a várias mudanças, como o valor dos reajustes, do seguro e de pequenas possíveis inadimplências. Ao fazer uma simulação no site da Embracon, você tem uma dimensão do quanto vai pagar mensalmente. Para fazer a simulação, você só precisa inserir o preço do veículo que deseja conquistar.

A Embracon representa uma instituição financeira ideal para quem deseja realizar esse tipo de financiamento. Isso porque é uma das maiores e mais conceituadas empresas especializadas em consórcio de automóveis, motos e imóveis do mercado.

A filosofia de trabalho é baseada em atender e conhecer as necessidades dos clientes, que encontram na instituição muita credibilidade, solidez e uma vasta gama de produtos e serviços. Atualmente, a companhia conta com mais de 90 filiais e mais de 600 parceiros de vendas em todo o Brasil.

A Embracon é fiscalizada e autorizada pelo Banco Central do Brasil e ligada à ABAC (Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios). Ainda é a administradora oficial das marcas Consórcio Renault, Chery Consórcio, Consórcio Nissan, Consórcio dos Concessionários Peugeot.

Em resumo, um consórcio de carros e motos pode ser uma boa opção quando a ideia é se planejar para a compra do bem e quando se compara as muitas ofertas do mercado para escolher o melhor para o seu estilo de vida.

Agora que você já sabe como funciona o consórcio de carros e motos, certifique-se de que optou por um valor que consegue pagar mensalmente. Fique em alerta quanto ao prazo de pagamento e ao valor da parcela. Assim, conseguirá evitar dívidas no seu nome e garantir o seu carro ou moto ao final do consórcio.

Entre em contato conosco e confira qual consórcio de automóveis atende as condições que você deseja!

Simulação
chat Eva