O que comprar na hora de morar sozinho?

O que comprar na hora de morar sozinho?

Morar sozinho, em muitas ocasiões, é o primeiro passo para a chamada ‘independência’ na vida adulta. É sabido que, no mundo todo, os adultos demoram mais para sair da casa dos pais e dar uma guinada em sua vida profissional.

Isso pode acontecer de diversas formas: após a conquista de um emprego que garanta a estabilidade necessária para se morar sozinho; com planejamento financeiro, comprando a própria casa ou apartamento; ou até mesmo porque deseja mudar de idade, em busca de melhores oportunidades.

Com o passar dos anos, o brasileiro tem apresentado um índice cada vez maior de pessoas que moram sozinhas. Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua), divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2020, mostraram que, atualmente, 11,7 milhões de brasileiros moram sozinhos. Esse número corresponde a 16,2% dos lares, o maior número de domicílios com apenas uma pessoa desde o início da série histórica da Pnad Contínua.

Esse índice tende a aumentar ainda mais, segundo as projeções do IBGE. Além dos motivos citados, de saída da casa dos pais, existem outros fatores que levam as pessoas a morarem sozinhas, como separação ou mudança do local de emprego para outra cidade, por exemplo.

De toda forma, morar sozinho representa uma nova fase da vida. E, para isso, é preciso se preparar para comprar o que for necessário.

Quem já morou sozinho sabe muito bem o que isso representa: comprar novos cômodos, arrumar a casa ou apartamento do seu próprio jeito e tomar todo o cuidado possível para manter a estabilidade financeira.

Mas, você sabe o que comprar na hora de morar sozinho? Com as nossas dicas, vai ficar mais fácil você se organizar para essa nova fase.

Dicas para quem vai morar sozinho

Embora seja uma fase importante, morar só requer bastante cautela - especialmente se você está no seu emprego há pouco tempo ou trabalha de forma autônoma.

Antes de tudo, é preciso pensar no lugar que vai morar e ver o que é possível comprar com os seus rendimentos mensais. Tenha muito cuidado nessa etapa: muitas pessoas podem se empolgar e acabar comprando tudo de uma só vez, o que pode levar ao endividamento e a gastos desnecessários.

O ideal é ter algum tipo de preparo antes dessa mudança. Caso vá morar de aluguel, por exemplo, tenha ciência de que você terá um valor reduzido para gastar por mês com as coisas que deve comprar.

A seguir, vamos mostrar os itens que são mais importantes para cada cômodo. Vale lembrar que não se trata de uma regra, afinal, cada indivíduo tem suas prioridades. Porém, serve como um guia para ter ideia do que priorizar na hora de deixar o seu novo lar pronto para você.

O que comprar para cada cômodo no seu novo lar

Veja a seguir os principais móveis e eletrodomésticos que devem ser priorizados quando se vai morar sozinho.

Cozinha

A cozinha é um dos principais cômodos da sua casa. Você não precisa montar a cozinha dos sonhos nas primeiras tentativas de morar sozinho: pode muito bem começar de forma básica, garantindo que irá conseguir guardar e preservar seus alimentos e, é claro, comprar os utensílios básicos para que possa comer em casa.

Quem mora sozinho tende a almoçar ou jantar fora. Porém, mesmo que cozinhar não seja a sua praia, é essencial manter a sua cozinha preparada para guardar alimentos básicos. Lembre-se que, ao morar sozinho, economizar ganha uma conotação ainda mais importante: portanto, considere fazer a sua própria comida e guardar seus mantimentos da forma mais higiênica e organizada possível.

Veja quais são os itens que devem ser priorizados para a sua cozinha.

Geladeira

Independente da forma que você se alimenta - seja pedindo por aplicativo, fazendo por si próprio ou comprando congelado - a geladeira é um eletrodoméstico essencial em todos os lares.

É com ela que você vai armazenar não só comida, mas bebida e congelados. Você não precisa comprar a melhor geladeira do mercado, mas vale a pena investir em uma frost-free, ou seja, que não possui a necessidade de degelo.  

Leve em consideração seu hábito de consumo na hora de escolher a geladeira e opte por um modelo que, prioritariamente, atenda às suas necessidades. Lembre-se que, mais pra frente, você pode escolher um modelo mais robusto - que costuma ser indicado para casas com mais de três pessoas, por exemplo.

Fogão

Ter um fogão em casa é quase tão importante quanto se ter uma geladeira. Se você não tem o hábito de cozinhar, tudo bem, mas como vai fazer para esquentar o seu café, seu leite de todas as manhãs ou até mesmo fazer o ‘básico’, como fritar um ovo ou esquentar o seu macarrão instantâneo?

Em média, o fogão custa menos do que a compra de uma geladeira, por exemplo, mas não deixa de ser um item essencial em qualquer cozinha. Por mais que você pense no micro-ondas, que também integra a nossa lista, tem coisas que somente um fogão pode fazer por você.

E, vale ressaltar: com a compra de um fogão, considere também o botijão de gás. Para quem mora sozinho e não tem o costume de cozinhar diariamente, um botijão pode durar até seis meses.

Micro-ondas

Se você sabe que irá passar a maior parte do tempo fora de casa - e deve chegar apenas para esquentar a janta, por exemplo, ou fazer algo mais elaborado na cozinha aos fins de semana - ter um micro-ondas ajuda bastante na praticidade do dia a dia.

Embora o fogão também possa ser utilizado para esquentar o que já foi pronto, o micro-ondas é mais prático e de fácil manuseio.

Armário de cozinha

Afinal, onde você vai guardar os utensílios da sua cozinha? Leve em consideração o espaço disponível na sua cozinha para a compra de um armário. Algumas casas e apartamentos já vêm com este móvel embutido. Se for o seu caso, melhor ainda, porque representa uma despesa a menos.  

Mas, se não tiver onde guardar seus pratos, talheres e panelas, considere a compra de um móvel, por mais compacto que seja.

Utensílios básicos

Para quem vai começar a vida morando sozinho, o simples pode ser o suficiente - pelo menos nos primeiros meses. E, quando falamos de utensílios básicos, destacamos a compra de pratos, talheres, copos e um jogo básico de panelas para fazer as coisas do dia a dia.

Mesa e cadeiras

Onde você vai sentar quando fizer a sua comida? Embora comer na sala seja um hábito cada vez mais comum - especialmente de quem mora sozinho - ter mesas e cadeiras pode fazer toda a diferença para os hábitos que irá ter dentro de seu novo lar.

Algumas casas e apartamentos possuem a opção de cozinha americana, o que tira a necessidade de comprar uma mesa; apenas um banquinho na altura da bancada já resolve. Mas, se realmente precisa de um lugar para sentar ou até mesmo para receber seus amigos, invista na compra de um jogo de mesa com cadeiras, por mais compacto que seja.

Quarto

Seu lugar íntimo também precisa de um bom investimento. Priorize o conforto, mas tome cuidado com os excessos. Para que você mantenha o foco, vamos mostrar o que é essencial comprar na hora de montar o seu quarto em seu novo lar.

Cama e roupas de cama

Todos precisamos de um lugar confortável para dormir, certo? Portanto, invista em uma cama de qualidade onde você possa passar por noites tranquilas em seu novo lar.

Pense muito bem se vai comprar uma cama de solteiro ou uma cama de casal. E, depois dessa decisão, compre também travesseiros, roupas de cama e fronhas em quantidade suficiente para que você tenha uma rotina de higiene com as trocas de roupas de cama.

Guarda-roupa

Um guarda-roupa é essencial para você manter todas as suas roupas guardadas e limpinhas. Pense no espaço que ele vai ocupar do seu quarto e se ele comporta a quantidade de roupas que possui.  

Lavanderia

Na hora de morar sozinho, os itens de lavanderia também são essenciais para a sua nova jornada. Uma lavanderia básica precisa ter os instrumentos necessários para que você lave e seque sua roupa, além de armazenar os produtos de limpeza para a sua casa.

Máquina de lavar

Por muitos anos era necessário lavar a roupa na mão. Isso dá um baita trabalho: já imaginou pegar aquela calça jeans que você usou na semana e passar um bom tempo esfregando a sujeira?

Por isso mesmo, a máquina de lavar se tornou item indispensável em nossas vidas. Elas dão praticidade ao dia a dia ao permitir lavar, torcer e deixar pronta para o varal. Invista em uma máquina que atenda às suas necessidades básicas, principalmente as que possuem o ciclo completo de limpeza.

Varal

O local onde você vai pendurar as suas roupas é importante. Caso more em um apartamento compacto, vale a pena investir em uma máquina lava e seca - porém, nesse caso, é preciso um investimento maior, por ser uma máquina mais cara.

Banheiro

Outro cômodo extremamente importante que deve ser levado em consideração é o banheiro. Dependendo do local em que for morar, talvez seja necessário comprar um box, ajustar a pia, enfim, cuidar de partes estruturais para que fique o mais confortável possível.

Mas, se a ideia for economizar quando for morar sozinho, é possível gastar pouco contando apenas com o básico. Veja o que você pode comprar nessa primeira fase.

Jogo de toalhas

Pense em toalhas de rosto e toalhas de banho. Compre o suficiente para que consiga ter um ciclo: afinal, enquanto algumas estiverem lavando, você vai utilizando outras.

Cesto de lixo

Você não precisa gastar tanto para isso. Com pouco menos de R$ 30, você consegue suprir sua necessidade.

Itens de higiene

Papel higiênico, sabonete, escova de dente, xampu… Esses itens serão recorrentes na sua nova rotina e, claro, você precisa ficar atento a esse tipo de compra.

Sala

Muito provavelmente a sala será um dos seus cômodos favoritos em seu novo lar. Você pode começar com poucas coisas. Com o tempo, você vai incrementando com itens de decoração e demais elementos para deixar o ambiente com a sua cara.  

Mas, se quiser ter um bom começo, veja algumas dicas do que você pode priorizar.

TV

A TV costuma ser uma boa companheira para quem passa a morar sozinho. Pense muito bem no seu objetivo com a TV: se deseja assistir canais livremente, precisa considerar os custos com TV a cabo que, inicialmente, podem comprometer demais o seu orçamento.

Caso tenha acesso à internet ou videogame, aproveite para utilizar ferramentas como os serviços de streaming, por exemplo, que têm um valor mais em conta comparado à TV a cabo.  

Hack

Necessário para organizar as coisas que compõem a sua sala: se tiver CDs, livros ou jogos de videogame, por exemplo, pode organizá-los em um único móvel. Antes de tomar a decisão de qual modelo comprar, veja o que mais combina com os elementos da sua sala e com as coisas que possui.

Sofá

Um ambiente aconchegante precisa de um sofá minimamente confortável. Se você tem o hábito de assistir bastante TV, considere a compra de um sofá-cama. A vantagem é que você garante um lugar caso uma companhia, amigos ou familiares venham dormir na sua nova casa.

Itens de decoração

Por mais que não seja tão importante quanto os itens anteriores, a decoração deixa o ambiente mais leve e personalizado, do jeito que você gosta. Plantas, quadros, fotografias, espelhos e diferentes tipos de artesanato podem tornar o ambiente mais aconchegante. Assim, você terá motivos de sobra para aproveitar o lar do jeito que sempre quis.

Como o consórcio pode ajudar quem mora sozinho

Morar sozinho é uma decisão importante na vida e, como já dissemos, pode surgir em diferentes fases.

Por mais que seja uma fase empolgante, principalmente no início da vida adulta, quando está se saindo da casa dos pais, morar sozinho envolve uma série de responsabilidades. É preciso ficar atento às contas que devem ser pagas, se organizar para comprar os móveis e eletrodomésticos necessários para sua nova vida e tomar cuidado com as suas finanças.

Não deixe-se empolgar pela compra de tudo ao mesmo tempo. A melhor forma de determinar um ritmo saudável para o que deve ser gasto é controlando suas finanças. Você pode contar com uma planilha de gastos ou até mesmo com aplicativos que ajudam no controle do seu dinheiro.

Quanto mais você se planejar para essa nova fase da vida, melhor. E, para isso, o consórcio se apresenta como uma ótima opção a seu favor.

Com a criação do consórcio de serviços, você pode investir em algo extremamente importante para o seu novo lar: sua reforma ou decoração total.

A utilização da carta de crédito para reforma é a mais selecionada pelos consorciados que optam por serviços. Afinal, manter a casa ou apartamento do jeito que realmente deseja necessita de planejamento e um bom investimento. Com o dinheiro da carta, você pode:

  • Comprar os materiais necessários para tocar a reforma;
  • Pagar por fornecedores para executar obras;
  • Comprar materiais necessários para uma nova decoração de interiores;
  • Aumentar ou mudar o tamanho de um cômodo.

Tudo isso é possível com a utilização da carta de crédito. Mas, você sabe como dar início a um consórcio de serviços? Vamos explicar todos os detalhes a seguir.

Como fazer um consórcio de serviços?

Assim como qualquer modalidade, como a compra de automóveis e imóveis, para dar início ao seu consórcio de serviços é necessário começar pela simulação.

Isso pode ser feito online. Pelo site da administradora - como a Embracon - basta selecionar a categoria de serviços e definir o valor que precisa para a sua carta de crédito. As cartas de consórcio de serviços são mais em conta comparado a outras modalidades: vão de R$ 15 mil a R$ 30 mil, que podem ser divididos em até 30 mensalidades.

Além de poder fazer a reforma da casa, com a carta também é possível investir em viagens, intercâmbio, pagamento de algum curso ou graduação, cirurgias e diferentes tipos de festa, incluindo casamento.  

Assim que você insere o valor e a quantidade de parcelas pelo simulador, já tem o resultado do quanto precisa pagar de mensalidade, já com acréscimo das taxas de consórcio: taxa de administração, que remunera a empresa de consórcio por toda a gestão das cartas, realização dos sorteio e formação dos grupos; e fundo de reserva, que impede que a inadimplência de algum consorciado comprometa a entrega das cartas de crédito.

Vale lembrar que o consórcio é um tipo de autofinanciamento: é o comprometimento de cada integrante que permite a contemplação das cartas de crédito nos sorteios. Portanto, se você atrasar alguma parcela ou deixar de pagar, não pode participar das assembleias.

Após fechar o contrato de consórcio, você integra um grupo, que reúne outros consorciados com interesses parecidos com o seu. Após a inserção no grupo, são realizadas as assembleias uma vez por mês, onde você pode ser contemplado de duas formas: pelos sorteios ou com a oferta de um lance.

O lance é um valor a mais que você pode dar, com o objetivo de quitar as últimas mensalidades. Caso o seu valor quite o maior percentual da cota, você é contemplado. Mas, se tentar um valor, e outro consorciado for contemplado, sem problemas; é possível tentar nos meses seguintes, e o seu dinheiro não é debitado.

Seja na contemplação por sorteio ou por lance, o próximo passo é passar por uma análise de crédito realizada pela administradora. Nessa etapa, a empresa de consórcio pede uma série de documentações e faz uma nova checagem dos seus rendimentos mensais. Caso a mensalidade atual do consórcio seja 30% maior que seus rendimentos, a administradora solicita a indicação de um devedor solidário, que se comprometerá com a dívida, caso o proprietário da cota se torne inadimplente.

Com a aprovação de todo esse processo, a administradora segue para a liberação da carta de crédito. No caso de utilização para a reforma do seu lar, por exemplo, você pode fazer uma cotação dos profissionais necessários e compra de materiais. Com a entrega das notas fiscais, a administradora faz o repasse diretamente aos fornecedores de forma integral.

Dessa forma, você tem um poder de negociação de compra à vista, o que pode ajudar a ter um bom desconto na execução dos serviços e compra de materiais, por exemplo. Se por acaso mudar de ideia quanto ao objetivo de uso da carta de crédito, pode utilizá-la para viagens, estudos, cirurgias e festas.

Morar sozinho: sempre uma experiência inesquecível

Independente da fase da sua vida, morar sozinho sempre se trata de uma experiência marcante. Com alguns cuidados, você não precisa sair gastando todas as suas economias para adaptar o seu ambiente. Tenha paciência e siga um ritmo saudável para deixar o seu lar do jeito que realmente gosta.

Lembre-se de deixar o seu ambiente aconchegante para a chegada de visitantes, amigos e parentes também. Começando pelo básico, aos poucos você vai incrementando o seu lar, até que fique do jeito mais agradável possível.

Se você for dono do seu novo imóvel, pode se organizar também para a aquisição de um consórcio de reformas, que pode transformar o seu ambiente com uma bela repaginada.  

Mantenha suas contas em dia, organize em uma planilha o que é mais essencial na hora de comprar novos itens e eletrodomésticos para a sua nova casa e defina o melhor momento para fazer um consórcio e reformar seu novo local. Assim, você garante uma experiência satisfatória para uma fase saudável e cheia de novas descobertas em sua vida.

Simulação Consórcio
chat Eva