É possível enriquecer com imóveis?

É possível enriquecer com imóveis?

Seja residencial, comercial, terrenos ou loteamentos, o mercado imobiliário é uma das formas de enriquecer mais tradicionais da história.

Esse tipo de investimento se mostra mais importante ainda se pretende ter mais conforto e praticidade no seu dia a dia. Se esse for o caso, essa opção é sem dúvidas muito boa. Ter uma propriedade nova numa zona com uma boa localização e perto do trabalho ou da universidade é ótimo, se não essencial para todos.

Porém, se você planeja investir em um imóvel para venda ou construir um novo negócio, avalie os fatores internos e externos e desenvolva um plano de ação com base no seu orçamento.  Saber como enriquecer com imóveis nem sempre é fácil, mas depois de aprender o básico, pode ser uma forma lucrativa de aumentar seu patrimônio.

Com tantas oportunidades diferentes de entrar no setor imobiliário, pode ser difícil saber por onde começar. Talvez você queira ser um investidor, ou talvez você queira ser um proprietário. Não importa qual seja o seu objetivo final, uma maneira de ganhar dinheiro no mercado imobiliário e enriquecer com imóveis é mais do que apenas possuir sua própria casa. Além disso, existem as vantagens e desvantagens que devem ser analisadas antes de fazer qualquer investimento.

Vantagens em investir em imóveis

Normalmente, a casa própria ou o imóvel onde está localizada sua empresa é o suficiente para que as pessoas invistam no mercado imobiliário. No entanto, há outros aspectos importantes a serem considerados, especialmente para aqueles que pensam como investidores. Portanto, neste artigo, conheceremos em detalhes quais são as principais vantagens de se investir no mercado imobiliário. Confira algumas dessas vantagens e veja como é possível enriquecer com imóveis.

Mais segurança patrimonial

Todos nós precisamos de um lugar para morar, um lugar para trabalhar, um lugar para fazer compras, um banco, uma academia, um clube de bairro e assim por diante. Em todas as atividades de nossas vidas, a propriedade está sempre envolvida. Portanto, mesmo na crise mais severa, a demanda por imóveis sempre existirá, pense nisso. Além do mais, esse tipo de investimento não é afetado por falências de bancos e não pode ser congelado pelo governo como uma poupança.  

Não há dúvida de que essa é a forma de investimento mais estável da história, principalmente em países como o nosso, que passaram por tantos momentos de instabilidade financeira. Na hora de escolher um imóvel em construção, sempre dê prioridade a incorporadores de renome, que podem dar mais proteção ao seu investimento.

Proteção da inflação

O valor da parcela, aluguel e demais valores de pagamento e transação no mercado imobiliário para aquisição de apartamentos são definidos automaticamente pelo INCC (Índice Nacional da Construção Civil), que é um índice de inflação dos preços da construção civil. Portanto, investir em incorporação imobiliária ou alugar o imóvel de sua propriedade protegerá diretamente o poder de compra de seus fundos.

Possível valorização

Segundo dados do IBGE, o déficit habitacional no Brasil é de 5,5 milhões de unidades (dados CBIC, Fundação João Pinheiro; déficit habitacional no Brasil, 2015). Este fato, aliado ao crescimento populacional, levou a um aumento contínuo da demanda por imóveis. Assim, o impacto do aumento da demanda por imóveis é a valorização das propriedades existentes, pois as empresas do setor não possuem capacidade de produtividade para atender a todas as necessidades do público.

O mercado imobiliário poderá ser um dos seus maiores investimentos. Uma das principais razões para o sucesso da compra de um imóvel é que, na maioria dos casos, o valor de seus bens aumentará com o tempo. De acordo com as condições de sua casa e localização, sua avaliação pode variar.  

Em um mercado imobiliário forte, seu imóvel pode ter uma boa valorização apenas por estar construído em um bom local. Em outras palavras, investir em casas em comunidades promissoras pode aumentar seu valor mais rapidamente e fazer você enriquecer com imóveis.  

Quando você compra um bem imóvel, deve ter uma mentalidade de longo prazo. Comprar e manter é uma estratégia especial de criação de riqueza de longo prazo, uma forma de enriquecer com imóveis. A propriedade pode manter e diversificar sua carteira de investimentos e gerar lucros de curto prazo na forma de fluxo de caixa.  

Sabemos que o Brasil vive uma situação especial onde o valor de mercado está abaixo do normal. Por outro lado, embora o país ainda não tenha saído totalmente da recessão, uma análise de especialidades econômicas e financeiras mostra que a situação nacional poderá melhorar nos próximos anos. Como resultado, o mercado imobiliário também deu um sinal.  

A tendência ascendente de curto prazo é a diferença de tempo. Isso significa que quem aproveita a oportunidade para adquirir um imóvel pelos preços atuais pode ver a recuperação anunciada como uma valorização do real, o que pode representar um grande retorno em um futuro próximo, reforçando a ideia de ser possível enriquecer com imóveis.

É necessário considerar que embora nem sempre seja instantânea, a liquidez dos ativos imóveis é real e sempre se apresenta quando os preços e prazos de pagamento são compatíveis com a realidade do mercado. Portanto, em hipóteses em que há necessidade ou intenção de troca de posições de investimento, o imóvel é uma boa fonte de recursos - pode até ser usado como moeda compensada..

Bem-estar

Milhares de famílias brasileiras buscam melhorar sua qualidade de vida. E querem comprar uma nova casa ou apartamento para satisfazer esta necessidade da melhor maneira.  

É ótimo ter seu cantinho, fazer enfeites e decorações que você goste, morar em um lugar bom, ter espaço para crianças, animais domésticos e outros benefícios. É pensando nessas necessidades que você chama atenção do seu cliente ou inquilino.  

Diversificação

O investimento imobiliário é generalizado para diversificar carteiras de investimento, menus de aprimoramento e reduzir os riscos do investidor. Mesmo para quem prefere investir em bolsas de valores, pelo menos parte dos recursos é destinada ao setor imobiliário, seja na compra direta ou indireta por meio de fundos imobiliários.

Renda  

Você pode ganhar dinheiro sem trabalhar? Investir em imóveis permite gerar uma renda, a partir de um salário que não depende do seu esforço. Economicamente falando, alugar um apartamento é muito mais inteligente do que pagar uma taxa alta de juros para comprar um imóvel, mostrando novamente que é possível enriquecer com imóveis, sem precisar trabalhar.  

Além disso, muitas pessoas ainda não possuem os meios financeiros para comprar um imóvel, ou não o fazem no momento certo da vida. Portanto, sempre há demanda por bons imóveis para alugar, e os dados mostram que essa demanda específica em tempos de crise.

A rentabilidade que o imobiliário pode proporcionar é um atrativo muito interessante, que os coloca numa categoria de investimento muito especial. Ao mesmo tempo em que preserva o valor do patrimônio líquido e oferece a proteção buscada por todo investidor destacado, existe também a possibilidade de lucro por meio de aluguel. No contexto de investimento contínuo em imóveis - como fazem as empresas e o pessoal especializado em gestão de patrimônio - o aluguel representa o negócio. Nesse caso, os recursos investidos são retidos e um salário mensal regular ainda é fornecido.

Economiza o que pagaria com aluguel

Quem vive de aluguel ou dirige um negócio é obrigado a gastar uma quantia mensal que nunca mais voltará para o bolso ou para o caixa da empresa. Por outro lado, quem investe no mercado imobiliário tem encontrado a oportunidade de se instalar em imóveis próprios, eliminando esse custo por meio do aluguel. Mais importante: ao investir em imóveis - exceto aquele de que você mesmo precisa - você começa a cobrar o aluguel em vez de pagar o aluguel.

Fortalecimento da disciplina financeira  

Para quem investe em imóveis, existem duas hipóteses que favorecem a disciplina. Primeiro, a pessoa precisa de autodisciplina para obter os recursos necessários para fazer o investimento. Então, ele também deve reinvestir a receita do aluguel de uma maneira disciplinada, como por exemplo, investir em outro imóvel.

Facilidade de pagamento  

Com financiamentos diretos com construtoras e consórcios imobiliários, mesmo quem tem apenas parte dos recursos para aquisição de imóveis pode investir nesse mercado. Além disso, de acordo com a disciplina mencionada, a rentabilidade gerada pode ser suficiente para cobrir o valor do pagamento - eventualmente ainda maior, permitindo novos investimentos.

Maneiras de enriquecer com imóveis

Investir em terrenos

Para quem já possui o costume de economizar e quer enriquecer com imóveis, investir em terrenos é uma das melhores opções. Isso porque, além da integração do mercado imobiliário, os riscos também são reduzidos. O mercado imobiliário era e continua sendo uma opção viável e com retorno definitivo, e o investimento em terrenos é uma das melhores opções para esse nicho de mercado.

Para aqueles que investem nesse mercado, comprar terrenos é uma forma de enriquecer com imóveis. Isso é gerado por vários fatores. Uma delas é que o valor dos terrenos é mais barato do que as casas já construídas, e também há uma chance maior de valorização dos terrenos futuramente.  

Outra vantagem da aquisição de terrenos é a flexibilidade do projeto. Um terreno permite a construção de diferentes propriedades, com diferentes finalidades. E a responsabilidade do proprietário além de deixar alguém responsável pela construção é cobrar apenas os aluguéis, caso queira construir casas de aluguel.  

Aluguel  

Alugar um imóvel é um bom negócio e um investimento de baixo risco, pois o valor investido no imóvel raramente é perdido. Além disso, a demanda por unidades menores vem aumentando nos últimos anos.  

Outra grande vantagem de comprar um imóvel para alugar é que o preço sobe com o tempo, geralmente mais alto do que muitos outros investimentos. Além disso, também garante que o locatário receba um bom salário mensal. O investimento em imóveis para locação é geralmente uma economia de longo prazo.

Sendo assim, adquirir propriedades para alugar é um investimento com o intuito de enriquecer com imóveis especialmente aqueles menores, que têm um retorno maior, são mais fáceis de serem alugados e podem atender aos mais variados públicos (universitários, pequenas famílias, solteiros etc.).

Porém você pode e deve começar aos poucos, alugando um quarto vazio em sua casa. Essa é uma opção para quem mora em uma cidade turística e quer começar a ganhar dinheiro com a locação de imóveis. Para essas hipóteses, você pode fornecer serviços de café da manhã e lavanderia. Confira abaixo algumas dicas para você que está pensando em alugar seu imóvel:

  • Mantenha as finanças de sua família em dia: isso é considerado um fator importante e de risco porque você vai investir em um imóvel para outras pessoas morarem. Além disso, você nunca sabe como o inquilino cuidará de sua propriedade. Outra informação importante que deve ser considerada é que não se sabe o quanto de reforma e engenharia a propriedade precisará ser realizada após o término do contrato com o inquilino ou até mesmo durante o contrato. Portanto, antes de começar a ganhar dinheiro com o aluguel de propriedades, você precisa economizar para futuras emergências.  
  • Comece devagar com a propriedade certa: como acontece com qualquer investimento, a orientação é começar devagar. Portanto, ao começar a alugar um imóvel, opte por investir em um lugar que seja considerado mais tradicional e com maior rentabilidade garantida. Evite comprar propriedades consideradas luxuosas ou em ruínas. Além disso, outra dica é que você compre um imóvel que goste e que não precise ser reformado, assim você economiza.
  • Encontre o inquilino certo: Ao alugar um imóvel, é importante não se aproximar da primeira pessoa a demonstrar interesse pelo imóvel. É importante escolher os inquilinos em que está interessado. É importante notar que é necessário que os proprietários negociem com as partes independentes para ter maior confiança nos futuros inquilinos.

Alugar ou vender: qual a melhor opção

Outra questão importante para quem está pensando em enriquecer com imóveis deve considerar é se faz mais sentido comprar, vender ou alugar. As pessoas na área onde o investimento será feito estariam mais dispostas a alugar ou comprar? É preciso considerar a necessidade de escolher uma opção que possa proporcionar o maior e mais rápido retorno.

Além disso, considerar seus objetivos financeiros. O custo de construção ou renovação de propriedades é alto. O aluguel é uma forma de capitalizar o investimento por um longo período de tempo para fornecer proteção financeira para objetivos de longo prazo (como reservas de aposentadoria). Comprar uma casa e vender uma casa são mais indicados para quem precisa de um retorno a curto prazo.

Imóveis usados

Imóveis de segunda mão costumam ter uma grande vantagem: a precificação é boa. Uma estratégia é procurar imóveis antigos desvalorizados por falta de reforma e comprar o local com o objetivo de reformar. Desta forma, é possível revendê-lo a um preço superior ao de aquisição.

Outra maneira de aumentar o lucro com vendas e reformas de propriedades usadas é encontrar as pessoas que precisam vender essas unidades rapidamente. Isso possibilita a compra de um imóvel por um preço inferior ao valor de mercado.

Imóveis comerciais

Outra forma de enriquecer com imóveis é investir em bens comerciais. Os imóveis comerciais podem ser lavanderias, cafeterias, mini supermercados, salão de cabeleireiro ou até mesmo escritórios.  

Com um espaço imobiliário comercial, você pode comprar um prédio ou escritório e alugá-lo aos inquilinos para obter uma renda mensal. Se você dirige uma pequena empresa, também pode possuir seu próprio imóvel comercial. Isso significa que você não está pagando aluguel a outras pessoas. Os edifícios que você usa como espaço de escritório acumularão valor com o tempo.

Riscos de investir em imóveis

Pague mais que o valor do imóvel  

Para não cair nesse erro, você deve pesquisar o preço de venda do imóvel mais próximo e semelhante, não o quanto ele é oferecido. Desta forma, você pode expandir a rentabilidade do seu investimento. Se você pretende investir no aluguel de um quarto, por favor, estude o aluguel do quarto na região, de preferência do mesmo tamanho.  

Se o seu foco é comprar, reformar e vender, estime o custo da reforma e descubra o valor de venda de propriedades semelhantes.

Risco de mercado  

Tente primeiro analisar o mercado financeiro, porque o mercado imobiliário acabará por refletir as mudanças nos cenários econômicos após um período de tempo. Portanto, antes de investir em imóveis, avalie a taxa de juros, a taxa de desemprego, a confiança do consumidor, a renda real e outros indicadores.  

Por exemplo, se as taxas de juros das hipotecas forem altas, os compradores em potencial que precisam de crédito para comprar propriedades serão desencorajados. Por outro lado, quem tem recursos para comprar à vista pode perder por investir o dinheiro e aproveitar as altas taxas de juros que tornam a renda fixa lucrativa.

Incerteza de valorização

A avaliação depende das condições de mercado e da localização, bem como do próprio imóvel. Portanto, esse potencial é imprevisível. O próprio crescimento da cidade pode produzir avaliações diferentes entre as comunidades, o que é uma incerteza. Por exemplo, para reduzir este risco, pode rejeitar por um imóvel pequeno em vez de um único imóvel grande, diversificando assim o seu investimento e aumentando a probabilidade de pelo menos um deles ser vendido / alugado. Entre as lojas, escolha imóveis com maior probabilidade de locação, como um shopping center ou shopping que foi incorporado.

Baixa liquidez

Outro risco de investir em imóveis é sua baixa liquidez. No setor imobiliário, o momento de encontrar um comprador é desconhecido. Ou seja, quando você precisa investir dinheiro, não há garantia de que conseguirá vender o imóvel rapidamente. Isso pode fazer com que os investidores cometam outro erro: vender ativos a um preço inferior ao esperado.  

Imobilização do patrimônio

Pode-se dizer que quem comprou o imóvel congelou parte do dinheiro. Portanto, é importante fazer um bom plano de compra, pois esse investimento pode afetar sua vida financeira por muito tempo, impossibilitando o fluxo de seus ativos. Portanto, o investimento imobiliário é mais adequado para quem busca uma renda de médio e longo prazo.

Baixa lucratividade

Também existem riscos relacionados à lucratividade. Conforme mencionado anteriormente, o retorno do investimento depende de variáveis ​​imprevisíveis, como a avaliação da propriedade. A turbulência do mercado também pode afetar o investimento. Portanto, é melhor para você analisar cuidadosamente as devoluções e riscos envolvidos na propriedade e propor possíveis planos de devolução.

Está mais do que provado que é possível sim enriquecer com imóveis. Com o devido planejamento, você poderá conquistar muitas coisas. Temos outro artigo que pode ser do seu interesse: Guia: Tudo o que você precisa saber sobre o consórcio imobiliário.

Simulação
chat Eva