10 motivos para fazer um consórcio de imóveis

10 motivos para fazer um consórcio de imóveis

Realizar o sonho da casa própria está na lista de muitos brasileiros. Infelizmente, na maioria das vezes, não é tão fácil conseguir uma quantia significativa para fazer a aquisição imediata, assim como pode não estar nos planos de orçamento o pagamento de juros tão altos.

Essa também é a sua realidade? E se disséssemos que existe uma alternativa ainda mais interessante e que cabe no seu bolso? Vamos te apresentar o consórcio de imóveis.

Motivos para fazer um consórcio de imóveis

1. Redução da carga tributária

A única taxa extra paga é para a manutenção do consórcio, a taxa de administração, que, frente ao IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e aos juros, normalmente praticados pelos bancos, é bem menor.  

2. Flexibilidade

Esse tipo de negócio permite que o prazo de pagamento seja adequado à realidade de cada investidor. Isto é, detalhes podem ser ajustados de acordo com o cliente, como a duração do contrato, o valor a ser recebido no final e se haverá reajustes referentes à inflação.

Para o consumidor, esses ajustes trazem conforto e a possibilidade de realizar um consórcio sob medida e que atenda às suas necessidades.

3. Poder de compra a vista

Uma das vantagens do consórcio de imóveis é que, apesar de parcelar o produto, o pagamento do bem será à vista.

E como isso é possível? Quando chegar a sua vez de ser contemplado, a carta — valor a ser resgatado, conforme combinado em contrato — será entregue integralmente.

Portanto, quando chegar a hora de comprar o produto, o comprador terá à disposição valor integral dele, sem juros, com a possibilidade de obter desconto na negociação.

4. Planejamento da compra

Normalmente, os consórcios são usados para adquirir bens, como automóveis e imóveis.

Quando esses produtos são adquiridos por financiamentos tradicionais, há o risco de a renda ser bastante comprometida e, dessa forma, o comprador ficar inadimplente.

Uma das vantagens do consórcio é que o consumidor consegue se programar para a quitação da aquisição do bem com parcelas menores e livres de juros. Assim, é possível ter uma noção melhor de quando o produto estará em mãos, favorecendo o planejamento a médio e longo prazo.

5. Possibilidade de antecipação da compra

Se sobrar um dinheiro extra durante o consórcio de imóveis, é possível tentar adiantar a sua contemplação.

Além da realização dos sorteios, as reuniões também permitem que o consorciado dê lances para tentar receber a carta antes do planejado. Essas ofertas devem ser maiores do que o parcelamento mensal. Quanto maior for o lance, maior será a chance de contemplação.

6. Versatilidade do uso do crédito

Ao iniciar o consórcio, o cliente não precisa, obrigatoriamente, decidir qual casa ou carro que ele vai querer comprar. Ele precisa apenas seguir na mesma categoria, ou seja, se começar um consórcio de imóveis, ele só poderá adquirir um imóvel.

Por exemplo: em um consórcio de carros, além de poder comprar um veículo de qualquer marca, é possível usar a carta para adquirir qualquer outro veículo, como caminhões, máquinas agrícolas e até ônibus, pois todos pertencem à mesma classe.  

7. Menos burocracia

Nos parcelamentos tradicionais, há várias etapas que precedem o início do acordo.

Primeiramente, são apresentados e analisados diversos documentos antes da análise de crédito. Apenas em seguida o financiamento é aprovado e o bem liberado.

O consórcio também é uma linha de crédito, ou seja, é necessário cumprir certos pré-requisitos básicos. Na contemplação, é necessário comprovar renda e apresentar alguns documentos. Portanto, após ter os documentos confirmados e passar na análise de crédito, há a liberação do crédito ao cliente.

8. Períodos prolongados de pagamento

Um tempo maior para sanar as parcelas também está entre as vantagens do consórcio. O consórcio pode chegar a 240 meses, principalmente quando pensamos em imóveis. E quanto maior for o número de parcelas, menor será o valor pago mensalmente, comprometendo menos o seu orçamento.

No entanto, vale ressaltar que o recebimento do crédito não se dá apenas ao fim do pagamento. Essa contemplação pode variar nos sorteios das reuniões periódicas.

Quem optar por oferecer um lance, também tem a possibilidade de receber a carta de crédito antes do término das parcelas.

9. Valor do bem sempre atualizado

Consórcios exigem planejamento – basta voltar ao tópico anterior – e para a aquisição de bens, que exigem maior investimento, é necessário saber que o valor do crédito, em um consórcio, consiste no recurso financeiro que o cliente adquire para comprar o bem desejado.

Ao longo do tempo, os bens sofrem variações de preços, provocadas pela inflação ou por outros fatores de mercado. Assim, para oferecer poder de barganha e garantir as mesmas condições para todos os participantes do grupo adquirem o bem, é feito um reajuste periódico do crédito.

Além dessas vantagens, é necessário para atender a uma das exigências da Lei n 11.795/08, que determina as regras para o consórcio. E esse reajuste vale para todos, contemplado, ou não, garantindo o acesso ao bem referencial, independentemente se a contemplação acontecer no início ou no fim do plano.

O reajuste garante que o consorciado tenha o mesmo poder de barganha com a carta de crédito em mãos, sem depender do momento em que a contemplação ocorrerá, ou seja, no início ou no fim do plano.

Esse reajuste é feito anualmente e tem como base alguns índices: para imóveis, é comumente utilizado o INCC (Índice Nacional da Construção Civil).

10. Uso do FGTS para imóveis

É possível usar o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para dar lances a fim de antecipar a contemplação do consórcio e realizar o sonho da casa própria.  

Como analisar os melhores consórcios de imóveis

O consórcio já é considerado, há anos, um investimento seguro e que traz um retorno garantido ao investidor. Entretanto, para que estes ideais se cumpram, é preciso fazer de forma cautelosa a escolha correta da administradora.

Além disso, antes de fechar qualquer contrato, analise com muita atenção se o valor das parcelas estará dentro de seu orçamento mensal, levando em consideração o período escolhido. Dessa forma, você evita começar um plano que não terá condições de finalizar. Afinal de contas, o objetivo é conquistar a casa dos sonhos.

Simulação Consórcio
chat Eva