Consórcio de máquinas agrícolas: entenda como funciona

Consórcio de máquinas agrícolas: entenda como funciona

A tecnologia na agricultura elevou o agronegócio a um patamar de produtividade que nunca foi imaginado. Por conta disso, muitos agricultores têm investido em equipamentos que possam agregar ainda mais na sua produção. Contudo, o maior obstáculo, continua sendo o custo desses maquinários. Uma das principais táticas para contornar esse fator limitante é o consórcio de máquinas agrícolas.

O consórcio oferece melhores condições e menor impacto no fluxo de caixa do negócio, além de possibilitar que o produtor planeje a sua aquisição a fim de comprar o seu maquinário à vista, o que lhe traz muitas vantagens.

Neste artigo, vamos explicar com mais detalhes sobre como funciona o consórcio de máquinas agrícolas e o que é necessário para você iniciar esse projeto em sua propriedade.

Mas antes, vamos entender quais são as máquinas mais utilizadas e a importância de mantê-las sempre em perfeito estado.

Máquinas agrícolas e sua importância

A utilização de máquinas na agricultura está relacionada a todos os processos e especialmente ao uso de veículos automotivos como: tratores, colheitadeiras, semeadoras e pulverizadores que auxiliam na realização das atividades produtivas.

Atualmente, esses processos que antes eram manuais foram facilitados com a industrialização. Agora, para a realização das atividades agrícolas existem máquinas específicas. Cada uma dessas máquinas tem uma relevância no processo produtivo, vejamos a seguir:

   • Os tratores têm como principal função arar o solo, com sua utilização é possível diminuir os trabalhos manuais e de tração animal que atrasam o processo agrícola;

   • As colheitadeiras possuem como funcionalidade a colheita dos mais diversos tipos de cereais e grãos. Essas máquinas são programadas para diferenciar um cereal do outro; após essa separação, as colheitadeiras são responsáveis pela limpeza das sementes, facilitando o manejo antes de serem comercializadas;

   • As semeadoras são responsáveis pela abertura de espaços no solo e pela distribuição das sementes. Essas atividades devem ser realizadas de forma precisa para que seja depositada a quantidade necessária de sementes; e

   • Os pulverizadores atuam controlando as pragas mais comuns que atacam as plantações, esses pulverizadores dosam a aplicação de defensivos ou fertilizantes sobre determinado plantio.

Se você está começando no ramo, é extremamente importante começar a estudar as possibilidades de investimento. O mesmo serve para quem está em busca de troca do maquinário.

Como saber quando investir em máquinas agrícolas?

A princípio, todo produtor começa a sentir a necessidade de aderir ao uso de máquinas agrícolas quando percebe situações como:

   1. Produtividade baixa;

   2. Produção em baixa escala;

   3. Processos muito demorados e pouco efetivos;

   4. Muita mão de obra envolvida;

   5. Trabalhos cansativos ao extremo, entre outras.

Por onde devo começar?

Depois de notar a necessidade de utilizar o maquinário agrícola, vem a escolha. Nesse momento, é necessário considerar algumas particularidades da propriedade rural.

Por esse motivo, selecionamos os principais fatores que você deve observar antes de fazer esse tipo de investimento.

Cultura

A cultura é um dos fatores primordiais que devem ser analisados antes de escolher o maquinário agrícola para a lavoura, até porque os maquinários oferecidos pelo mercado podem variar de tamanho, potência e funções.

Dessa forma, considere os seguintes itens:

Tamanho da plantação: o implemento deve estar de acordo com a capacidade exata de produção, isto é, nem pra mais e nem pra menos. Isso significa que se o produtor tem uma capacidade pequena de produção e adquire um implemento de grandes proporções, além de gastar mais, terá que arcar com o desperdício de combustível.

Características da plantação: verifique as condições do solo, técnicas de plantio, tamanho do ciclo, práticas específicas de colheita entre outros aspectos.

Operação

Na operação, o produtor rural deve analisar a sequência de atividades que são realizadas em sua produção agrícola. Isso tudo para mapear o que pode ser otimizado por um implemento e o que pode substituir a mão de obra.

Também vale considerar o estado dos tratores, pois qualquer implemento agrícola vai depender deles. Afinal, o trator que levará o complemento precisa apresentar um bom desempenho, ter potência para tracionar o maquinário anexado, ser versátil para qualquer operação e estar com a manutenção em dia.

Assim, a escolha do maquinário deve partir da potência que o seu trator possui. Em geral, os dois maquinários precisam ter a mesma capacidade.

Custos

Por fim, faça um planejamento para analisar os custos envolvidos na aquisição de um maquinário agrícola. Nesse caso, podem ser diretos e indiretos.

Custos diretos: a própria compra da máquina, seguro (se houver), combustível e manutenção (considerando a frequência e que os valores podem variar).

Custos indiretos: possíveis perdas relacionadas a inadequação da máquina a cultura ou problemas relacionados ao clima que impeçam o uso em algumas épocas.

Após levar todas essas questões em consideração, é hora de saber como fazer a aquisição desse maquinário. O consórcio de máquinas agrícolas facilita esse processo e você já faz sua compra programada. Entenda como funciona.

O que é o consórcio de máquinas agrícolas?

O consórcio de máquinas agrícolas é uma modalidade de compra em que um grupo de pessoas físicas ou jurídicas se reúne para adquirir um bem. Cada participante se torna um cotista e passa a pagar o valor total do produto ou serviço desejado em parcelas fixas que são pré determinadas em contrato. As parcelas são reajustadas e o reajuste ocorre anualmente no mês de aniversário da cota (mês da primeira parcela) e é aplicado tanto para cotas contempladas como não contempladas.

O regulamento pode ter algumas variações conforme o tipo de consórcio e a administradora escolhida, mas normalmente, todo mês um cotista é sorteado na assembleia e recebe a carta de crédito para comprar o bem.

Também é possível ofertar um lance para aumentar as suas chances de ser contemplado. Em lances fixos, a administradora já define um valor a ser oferecido para compra do bem desejado. Se outro consorciado também fizer um lance fixo, haverá um sorteio entre os ofertantes. Já no lance variável, os participantes fazem as ofertas e o valor maior é contemplado — simples assim.

No consórcio, a única cobrança que você irá pagar é a taxa de administração — uma espécie de remuneração à empresa que faz o gerenciamento dos recursos do grupo. Fora isso, é possível que haja custos com seguros, taxas de adesão e fundo de reserva, que servem para cobrir casos de inadimplência e outros imprevistos.

Quais são os principais benefícios do consórcio de máquinas agrícolas?

O consórcio de máquinas agrícolas traz inúmeras vantagens. Algumas delas são:

Sentimento de colaboratividade e compromisso

A palavra “consórcio”, em sua etimologia, passa o conceito de “comunidade de bens”. E é essa mesma teoria, de economia colaborativa e cooperativismo na agricultura. As regras do grupo são transparentes e todos investem para um objetivo em comum.

O valor que cada pessoa contribui mensalmente será utilizado para a aquisição dos bens de todos os consorciados, o que gera um sentimento de compromisso. Além disso, surgem boas oportunidades de trocas de experiências e parcerias.

Você não paga juros

Os juros de financiamentos que os bancos tradicionais cobram costumam ser um dos grandes inimigos dos empreendedores. Eles encarecem o preço do bem e, em algumas situações, inviabilizam o investimento.

Um dos maiores benefícios do consórcio é que você fica livre dos juros, porque funciona como um investimento ou uma poupança de longo prazo. Sendo assim, você não está captando recursos de terceiros, mas sim usando o seu próprio capital investido.

Garantia da valorização da carta de crédito

Vamos supor que o consórcio dure cinco anos. Depois deste período, o valor do bem desejado terá sofrido oscilações. Mas não precisa se preocupar, pois o valor de crédito do consórcio é atualizado regularmente com base em um referencial pré estabelecido, exatamente para evitar essa defasagem.

Segurança ao seu fluxo de caixa

O consórcio é um tipo de compra programada. Sendo assim, o pagamento das parcelas não é acrescido de juros e dá maior previsibilidade ao seu negócio. Ou seja, o impacto em seu fluxo de caixa é menor. Além do mais, o seu negócio não terá que arcar com elevados custos para investir em máquinas agrícolas e evitará dívidas desnecessárias.

Poder de compra à vista

Ao ser contemplado, o cotista recebe uma carta de crédito que pode ser usada para realizar a compra à vista. Com esse montante, fica mais fácil barganhar descontos e alcançar valores mais baixos na compra ou algum benefício extra.

Possibilidade de investir em maquinário de qualidade

Uma vez que você tem acesso ao crédito de alto valor para ser pago à vista, é possível optar pelos melhores implementos e máquinas mais modernas para a propriedade. Com veículos e equipamentos novos e de qualidade, os custos com manutenção serão menores, trazendo maior lucratividade à produção.

Quem pode participar do consórcio?

Tanto pessoas jurídicas quanto físicas podem participar do consórcio de máquinas agrícolas. Para isso, basta solicitar uma proposta a uma administradora e selecionar o plano que mais se encaixa nas necessidades da sua propriedade. Se possível consulte um especialista em consórcio, pois também é um passo importante, uma vez que se trata de um investimento de alto custo e longo prazo.

Não deixe de avaliar os consórcios que estão disponíveis no mercado. É preciso avaliar e selecionar o plano que apresenta melhores taxas e prazos.

Com o consórcio da Embracon você pode comprar um equipamento ou implemento agrícola com bastante economia, uma vez que não existe cobrança de juros. Aqui o processo é muito prático, basta uma simples análise de crédito, e ainda tem a liberdade de escolher a marca e o modelo que desejar quando for contemplado.

O consórcio de máquinas agrícolas é um empreendimento extremamente vantajoso para o produtor rural. Ele ajuda a programar o investimento a longo prazo, garantir as melhores condições e taxas do mercado e ainda preservar o seu limite de crédito em bancos para outros tipos de investimentos.

Como funciona

O consórcio de tratores, máquinas agrícolas e veículos pesados, como já mencionado, é uma modalidade de compra corporativa. Os participantes contribuem mensalmente para formar uma espécie de poupança para a aquisição do maquinário no futuro.

A modalidade é diferente de um financiamento comum, pois o produtor paga parcelas mensais, sem incidência de juros, e adquire o bem a partir da contemplação por lance ou sorteio.

O produtor rural pode optar por comprar maquinários novos ou seminovos.

Lances e sorteios

O modelo de sorteios e lances é o mesmo de um consórcio de veículos comuns. Todo mês, um ou mais participantes do grupo são contemplados e têm a liberdade para escolher marca, modelo e o fornecedor do bem.

Para os lances, os participantes fazem ofertas, e vencem os maiores percentuais ofertados. Na sequência, a quantia é abatida do saldo devedor.

Com a carta de crédito em mãos, o produtor ainda tem a chance de negociar descontos com o vendedor, pois, apesar de o pagamento do consórcio ser parcelado, a compra do bem será à vista.

Prestações mensais

As parcelas levam em consideração o valor do bem, a duração do consórcio, a taxa de administração e o fundo de reserva. Algumas administradoras ainda incluem um seguro para casos de inadimplência, desemprego ou falecimento do participante.

Educadores financeiros recomendam que as parcelas não comprometam mais do que 30% da renda mensal, uma vez que se trata de um investimento de longo prazo.

O investimento em novos maquinários aumenta a eficiência das atividades agrícolas, fazendo mais e melhor em menos tempo, aumentando a lucratividade.

A dificuldade é que nem sempre o agricultor faz uma reserva de capital para renovar o parque de máquinas. E é justamente aí que entra em ação a modalidade do consórcio, que funciona com parcelas mensais.

Modernizar a propriedade é um ciclo que deveria acontecer a cada 10 anos, pois esse costuma ser o tempo de vida útil dos maquinários.

Como contratar um consórcio de maquinário agrícola?

No caso de um consórcio de maquinário agrícola, é necessário encontrar uma administradora que esteja habilitada para oferecer esse tipo de serviço, no caso as instituições autorizadas pelo Banco Central (BC), que é o responsável por fiscalizar essa modalidade de crédito no país.

Ao escolher uma administradora para contratar um consórcio, esteja atento em relação a reputação e consulte em qual posição ela se encontra no ranking de reclamações do Banco Central.

Essa informação pode ser encontrada pela internet e servirá de parâmetro para que você escolha uma empresa que possa te auxiliar oferecendo um atendimento de qualidade proporcionando a melhor experiência durante a contratação.

Quais os custos do consórcio?

Como já foi mencionado, no consórcio de maquinário agrícola existe a isenção da taxa de juros, entretanto existem algumas taxas que são impostas pelas administradoras em que os consorciados precisam pagar. Veja abaixo quais são:

   • Taxa de administração: se refere a remuneração da administradora responsável pela gestão do consórcio, gerenciar os conveniados, cartas de crédito e sorteios.

   • Fundo comum: é o valor efetivamente empregado na compra do bem designado. Esse valor servirá para compor o saldo para as contemplações mensais dos membros do grupo.

   • Fundo de reserva: é o valor destinado para cobrir situações que poderiam comprometer o funcionamento do grupo. Em casos de eventuais inadimplências, por exemplo. Esse valor está incluso na parcela.

Ainda assim, a contratação do consórcio continua sendo uma das opções mais viáveis em comparação a outras modalidades.

Agora que você já sabe o que é e como funciona o consórcio de máquinas agrícolas, procure uma administradora de confiança e faça a escolha do seu plano!

A Embracon, por exemplo, é uma empresa baseada no compromisso com os clientes, já reconhecida no mercado há mais de 30 anos, especialista no ramo de consórcios no Brasil, o que a torna a melhor opção para quem deseja fazer um consórcio de automóveis.

Faça uma simulação e veja os benefícios.
Simulação Consórcio
chat Eva