Conheça os melhores SUVs do mercado

Conheça os melhores SUVs do mercado

A categoria de SUVs tem crescido nos últimos anos, o que levanta dúvidas sobre as principais características desse tipo de carro. Nos últimos anos, diversos lançamentos neste segmento ajudaram a popularizar os SUVs, mas também existem quem argumenta que apenas veículos robustos e duráveis ​​podem ser definidos como utilitários esportivos. Há tração nas quatro rodas.

O que são os SUVs?

A abreviatura SUV significa Sport Utility Vehicle, ou seja, veículo utilitário esportivo. Além do amplo espaço interior, costumam ser grandes, permitindo o tráfego dentro e fora da cidade.

Qual a origem dos SUVs?

O termo SUV vem da sigla em inglês Suburban Vehicle ou veículo urbano, em português. Existem várias histórias diferentes sobre as origens dos veículos utilitários esportivos, mas as pessoas concordam que esse tipo de veículo apareceu, principalmente com fazendeiros, soldados e outros profissionais que precisavam de carros urbanos, mas com uma ampla gama de usos e que poderiam ser usados em terras com condições irregulares, e grandes o suficiente para transportar algum tipo de carga no porta-malas.

Para que servem os SUVs?

Os SUVs atraíam e têm atraído cada vez mais a atenção das famílias devido a altura para controle do motorista e ao alto nível de segurança. Portanto, não demorou muito para que os carros substituíssem as minivans, especialmente considerando que os preços costumam ser mais baixos.

O que um veículo precisa ter para ser chamado de SUV?

Existem certos atributos que são necessários para um modelo ser apropriadamente chamado de SUV, como, por exemplo, ter capacidade off-road. Para o Inmetro, um SUV é um carro com pelo menos duas das seguintes quatro características:

  • Ângulo mínimo de ataque de 23º;
  • Ângulo mínimo de saída de 20º;
  • Ângulo de transposição de inclinação mínima de 10º
  • altura do piso entre os eixo com mínimo de 200 mm e altura livre sob os eixos dianteiro e traseiro com mínimo de 180 mm

As definições desse segmento mostram que isso pode alternar em relação a outras características, pois vários veículos se encaixam na categoria de acordo com as especificações acima mas não são considerados SUVs, o que torna um pouco confuso categorizar e diferenciar os utilitários esportivos. Alguns dizem que um SUV precisa ter porte avantajado e ser derivado de uma caminhonete. Outro atributo seria o espaço interno, tanto para bagagens como em relação ao número de ocupantes, que poderia chegar a 9 em alguns casos.

Um artigo na Hemmings (revista de automóveis) define um SUV como um veículo que fica entre um carro e um caminhão, em proporções. No entanto, existe um consenso de que a principal caracterização se dá pela tração e pela possibilidade de circular em diversos terrenos, já que este tipo de veículo automotivo costuma ser com tração nas quatro rodas.

O que é a tração nas quatro rodas (4x4)?

Os veículos com tração nas quatro rodas são aqueles equipados com um sistema que distribui a potência do motor para as rodas dianteiras e traseiras com o objetivo de aumentar a aderência em superfícies lisas e melhorar a capacidade de ultrapassagem mesmo em  terrenos acidentados. Os veículos com tração nas quatro rodas distribuem a potência do motor pelas quatro rodas. Com melhor aderência ao solo, o carro pode passar por terrenos em más condições.

Quais são os tipos de tração nas quatro rodas?

A tração nas quatro rodas pode ser dividida em vários tipos. A integral (AWD - “All Wheel Drive” ou “todas as rodas'' em português) ou temporários (4WD - “Four Wheel Drive” ou “Tração nas quatro rodas” em português ).

Tração integral (AWD)

Também chamada de “All Wheel Drive” ou “todas as rodas'' em português, na tração permanente, ou integral, as quatro rodas sempre conduzem o veículo. No entanto, o diferencial central compensa a diferença de velocidade entre todos os eixos para distribuir o torque do motor entre eles. O sistema gerencia automaticamente a distribuição de força entre todas as rodas conforme o necessário.

Como funciona a tração AWD?

Este tipo de tração AWD não requer nenhum tipo de acionamento por parte do motorista, e seu mecanismo é operado por via da sua própria inteligência - ele comanda a distribuição da força necessária para o eixo que mais necessita de torque no momento. Essa automação ainda significa que a potência entregue aos eixos traseiro e dianteiro nem sempre é a mesma, pois eles medem a demanda em cada eixo individualmente

Tração 4x4 Temporária (4WD)

Normalmente, a tração é traseira e o eixo dianteiro pode ser aplicado para a condução em terrenos com complicações, que também podem incluir reduções de marcha.

Como funciona a tração 4WD?

Neste modo, o motorista tem o controle total ao solicitar a tração nas quatro rodas, ativando todos os eixos, girando um comando de virada,  puxando alavancas ou  por meio de botões. Essa forma de tração garante que a energia seja distribuída uniformemente entre os eixos e também é uma medida eficaz para que o veículo não fique preso no solo em determinados obstáculos da estrada.

Mas afinal, qual o SUV ideal?

Os melhores SUVs costumam ser os aclamados pelos aventureiros que, ainda assim, procuram por conforto. É importante ter consciência de onde o veículo irá rodar, principalmente,  para fazer a melhor escolha. Para isso, separamos os melhores SUVs para estrada de terra e para movimentação nas cidades. Confira abaixo:

Quais são os melhores SUVs para estrada de terra?

Para quem tem como objetivo principal enfrentar os obstáculos e fazer expedições 4x4 com seu carro, os melhores SUVs são os 4WD, que por sua vez irão tracionar as rodas de acordo com o desafio. Separamos alguns modelos e algumas informações importantes sobre cada um:

Chevrolet Trailblazer

  • Motor: Dianteiro, longitudinal, 4 cil. em linha, 2.8, 16V, turbodiesel;
  • Potência: 200 cv a 3.600 rpm;
  • Torque: 51 kgfm a 2.000 rpm;
  • Câmbio: Automático, 6 marchas,tração 4x4;
  • Direção: Elétrica, 11,8 m (diâmetro de giro)
  • Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) e eixo rígido (atrás.)
  • Freios: Discos ventilados;
  • Pneus: 265/60 R187;
  • Dimensões: Compr.: 4,89 metros; Largura: 1,90 m; Altura: 1,84 m; Entre-eixos: 2,84 m;
  • Tanque: 76 L;
  • Porta-malas: De 205 a 1.830 litros (fabricante);
  • Peso: 2.161 kg;
  • Central Multimídia: 8 pol., sensível ao toque, Apple CarPlay e Android Auto sem fio

Jeep Renegade Custom

  • Motor: 2.0
  • Potência: 170
  • Torque: 35,7 (kgf.m
  • Câmbio: automática com modo manual de 9 marchas
  • Direção: elétrica
  • Suspensão dianteira: Suspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal
  • Suspensão traseira: Suspensão tipo McPherson e traseira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal
  • Freios: Quatro freios a disco com dois discos ventilados.
  • Peso: 1.636
  • Tanque: 60
  • Porta-Malas (L): 273
  • Kit Multimídia

Fiat Palio Weekend Adventure

  • Motor: 1,4
  • Câmbio: manual de 5 marchas
  • Velocidade Máxima (km/h): 167 (e) / 166 (g)
  • Potência (cv): 86 (e) / 85 (g)
  • Torque (kgfm): 12,4 (e) / 12,2 (g)
  • Freios: Dois freios à disco com dois discos ventilados
  • Distância entre eixos: 2437 mm
  • Peso: 1091 kg
  • Porta – Mala (L): 460
  • Direção: Hidráulica
  • Tanque: 51.0 L

Renault Duster 2021

  • Motor: 2.0  
  • Potência: Gasolina: 143 cv a 5750 rpm / Etanol: 148 cv a 5750 rpm;
  • Torque: Gasolina: 20,2 kgfm a 4000 rpm / Etanol: 20,9 kgfm a 4000 rpm
  • Tração: 4x4/4x2
  • Freios: Disco ventilado / Tambor
  • Suspensão dianteira: McPherson, independente com barra estabilizadora
  • Suspensão traseira: Eixo de torção / Multilink
  • Pneus: 205/60 R16
  • Porta malas: 400 (4×4) / 475

Ford EcoSport

  • Motor: 1.5
  • Potência (cv): 137
  • Torque (kgf.m): 16,2
  • Câmbio: automática de 6 marchas  
  • Tração: dianteira
  • Direção: elétrica
  • Suspensão dianteira: Suspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal.
  • Suspensão traseira:Suspensão tipo eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal.

O que são expedições 4x4?

Basicamente, é uma forma de buscar aventuras e desafios com ânimo de descobrir novos lugares. Normalmente, esses aventureiros têm um desejo comum, a vontade de explorar novos lugares com conforto e grandes desafios pelo caminho. De toda forma, a ideia central é enfrentar uma estrada que só os melhores SUVs conseguem enfrentar. Alcançando lugares espetaculares com o auxílio da robusta tração nas quatro rodas e funções eletrônicas, que facilitam a subida e descida, com aderência reduzida.

Quais são os melhores SUVs para as vias urbanas?

Vamos conhecer alguns dos melhores SUVs para rodar nas grandes cidades:

Caoa Chery Tiggo 2

  • Motor: 1.5 16V de 115/110 cv
  • Câmbio: manual de cinco ou automático de quatro marchas
  • Tração: dianteira
  • Vão livre do solo: 18,6 cm
  • Ângulo de ataque: 23° (AT) e 24° (manual)
  • Ângulo de saída: 32°

Chevrolet Tracker

  • Motores: 1.0 12V turbo de 116 cv e 1.2 12V de 133/132 cv
  • Câmbio: manual ou automático de seis marchas
  • Tração: dianteira
  • Vão livre do solo: 15,7 cm e 16,1 cm (versões LTZ e Premier)
  • Ângulo de ataque: 17°
  • Ângulo de saída: 28°

Citroën C4 Cactus

  • Motor: 1.6 16V de 118/115 cv e 1.6 16V turbo de 173/165 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas
  • Tração: dianteira
  • Vão livre do solo: 22,5 cm
  • Ângulo de ataque: 22°
  • Ângulo de saída: 32°

Honda WR-V

  • Motor: 1.5 16V de 116/115 cv
  • Câmbio: automático do tipo CVT
  • Tração: dianteira
  • Vão livre do solo: 20,7 cm
  • Ângulo de ataque: 21°
  • Ângulo de saída: 30,1°

Jeep Renegade flex

  • 1.8 16V de 139/135 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas
  • Tração: dianteira
  • Vão livre do solo: 18 cm
  • Ângulo de ataque: 27°
  • Ângulo de saída: 31°

Mitsubishi ASX

  • Motor: 2.0 16V de 170/160 cv
  • Câmbio: automático do tipo CVT com seis marchas simuladas
  • Tração: dianteira
  • Vão livre do solo: 21,5 cm
  • Ângulo de ataque: 23°
  • Ângulo de saída: 32°

Mitsubishi Outlander Sport

  • Motor: 2.0 16V de 170/160 cv
  • Câmbio: automático do tipo CVT com seis marchas simuladas
  • Tração: dianteira ou integral sob demanda
  • Vão livre do solo: 21,5 cm
  • Ângulo de ataque: 23°
  • Ângulo de saída: 32°

Suzuki Jimny Sierra

  • Motor: 1.4 16V de 108 cv
  • Câmbio: manual de cinco ou automático de quatro marchas
  • Tração: traseira com 4×4 e reduzida
  • Vão livre do solo: 21 cm
  • Ângulo de ataque: 37°
  • Ângulo de saída: 49°

Os melhores SUVs no mercado brasileiro

As preferências dos consumidores na compra de carros não se limitam a marcas e modelos, mas também incluem segmentos de mercado. Independentemente da necessidade ou gosto pessoal, algumas pessoas preferem hatchbacks, carros, picapes, etc. Mas no Brasil, nenhum outro segmento de mercado faz tanto sucesso quanto um SUV.  

Os SUVs têm dominado os mercados europeu e americano - e esse número está começando a aumentar no Brasil. Segundo dados da Fenabrave e da Abeiva (Associação das Importadoras), em novembro de 2017, para cada 10 carros vendidos no Brasil, dois são SUVs.

Veja abaixo os SUVs de mais sucesso no Brasil.

1. Hyundai Creta

A principal aposta da Hyundai para o segmento de SUVs no Brasil.

  • dimensões — 4,29m de comprimento, 1,78m de largura, 1,63m de altura e 2,59m entre-eixos;
  • versão de base — Attitude a partir de R$76.990;
  • versão intermediária — Smart Plus a partir de R$92.990;
  • versão de topo — Prestige a partir de R$111.990;
  • motorização de base — Gamma 1.6 de 130 cv e transmissão manual de 6 marchas;
  • motorização de topo — Nu 2.0 de 166 cv e transmissão automática de 6 marchas;
  • porta-malas — 431 litros.

2. Toyota SW4

Um SUV derivado da Hilux.

  • Dimensões — 4,79 m de comprimento, 1,85m de largura, 1,83m de altura e 2,74m entre-eixos;
  • Versão de base — SR a partir de R$209.690;
  • Versão de topo — SRX Diamond a partir de R$320.790;
  • Motorização de base — 2TR-FE 2.7 de 163 cv e transmissão manual de 5 marchas;
  • Motorização de topo — 1GD 2.8 Turbo de 177 cv e transmissão automática de 6 marchas;
  • Porta-malas — 500 litros

3. Mercedes-Benz GLA

Assim como todos os demais da marca, é estiloso, elegante, potente e dinâmico.

  • Dimensões — 4,41m de comprimento, 1,80m de largura, 1,52m de altura e 2,69 m entre-eixos;
  • Versão de base — GLA 200 Style a partir de R$207.900;
  • versão de topo — Advance a partir de R$222.900;
  • Motorização única — 1.6 Turbo de 156 cv e transmissão automatizada de 7 marchas;
  • Porta-malas — 421 litros.

4. Toyota RAV4

Urbano, valente e robusto, visual contemporâneo, moderno e compatível com as cidades grandes;

  • Dimensões — 4,60m de comprimento, 1,85m de largura, 1,68m de altura e 2,69 m entre-eixos;
  • Versão de base — S a partir de R$241.990;
  • Versão de topo — SX a partir de R$266.990;
  • Motorização única — 2.5 Hybrid de 178 cv e transmissão CVT;
  • Porta-malas — 580 litros.

5. Toyota Corolla Cross

Promissor na revolução do segmento, pois oferece inovações fantásticas, mescla a tendência do momento (os suvs) ao modelo mais vendido do mundo (Corolla).

  • Dimensões — 4,46m de comprimento, 1,82m de largura, 1,61m de altura e 2,64 m entre-eixos;
  • Versões: XEi (base), Altis Hybrid (intermediária) e Altis Hybrid Premium (topo);
  • Preços estimados: Entre R$130.000 e R$160.000;
  • Motor — 1.8 Hybrid de 122 cv e 2.0 de 177 cv, ambos com transmissão CVT;
  • Porta-malas — 487 litros.

Porque devo comprar um SUV?

Já parou pra pensar em qual SUV será a melhor para sua família? Agora que você já conhece os melhores SUVs, que tal dar uma olhada nos motivos para adquirir um veículo desta categoria para sua família?

  • Segurança: Os SUVs fornecem uma segurança maior que os demais carros, devido a sua altura de rodagem ser mais elevada, você tem uma melhor visibilidade da rua. Esses carros também possuem de equipamentos de segurança passiva e ativa, quando os outros modelos em mercado contam com controles eletrônicos de estabilidade e tração e quantidade maior de airbags (versões mais caras oferecem recursos mais avançados de assistência ao condutor, como autonomia de emergência e frenagem).
  • Suspensão: No geral, todos os SUVs lidam bem com impactos ao passar por solos irregulares, não perdem a estabilidade necessária. Os ângulos de entrada e saída são maiores, o que facilita o tráfego em asfaltos ruins, a suspensão de valetas e entradas de garagem ou até mesmo para condução em estrada de terra.
  • Espaço: Naturalmente, o SUV oferece aos passageiros mais espaço e um porta-malas mais espaçoso, a vantagem é que a carroceria é mais compacta que os carros comuns e é mais adequada para o uso urbano. Porém, há exceções, como Ford EcoSport, Jeep Renegade e Volkswagen T-Cross, que acabaram falhando nesse quesito. Seja no uso da cabine ou no volume do porta-malas, pode ser mais adequado para pequenas famílias ou casais sem filhos. No entanto, muitos outros SUVs oferecem a condição de porta malas maiores para caber toda sua bagagem. Tem chamado muito a atenção dos ubers, na categoria Bag.
  • Tecnologia: Para justificar os preços geralmente mais elevados em relação aos segmentos de mercado aos quais ingressam, os utilitários esportivos costumam utilizar produtos técnicos para atrair o público e, portanto, tornam-se uma porta de entrada para produtos que só podem ser encontrados em categorias mais caras . Por exemplo, dificilmente podemos encontrar qualquer versão de SUV sem um centro multimídia ou painel digital. Alguns vão ainda mais longe, oferecendo sistemas de câmeras 360º e até tecnologia semi-autônoma.
  • Design: Normalmente as SUVs têm um padrão: rodas e estrutura grandes e robustas. A altura do motorista é mais elevada, mas, ao longo dos anos essa categoria tem aprimorado o design, se tornando mais aerodinâmicos. Agora, os SUVs têm ideias de design diferentes. A linha de produtos varia de veículos mais potentes, como Renegade e Renault Duster, a aparências mais ousadas, como Honda HR-V e Nissan Kicks. Algumas pessoas até abusam dos de uso urbano, como o Citroen C4 Cactus.  
  • Status: Atualmente, possuir uma SUV, é um sinal de status e de reconhecimento, relevante para o público com poder de compra adequado para esses veículos.

Quanto custa um SUV?

Os melhores SUVs costumam ser mais caros devido a todas as qualidades e serviços oferecidos aos seus usuários. Os preços variam de marca, modelo, concessionária, entre outros critérios.

Esses veículos contam com grande variedade nos preços, geralmente partem dos 50 mil. No Brasil, o SUV mais barato é o Renault Duster e o mais caro já registrado, não só no Brasil mas no mundo, é o Rolls- Royce Cullinan, que inacreditavelmente custa R$4.600.000.

Como comprar um SUV?

Se você se interessou por alguma das SUVs citadas ou tem outra não listada no artigo em mente mas não tem condições financeiras para comprar, saiba que é possível adquirir através do consórcio, que são mais baratos e vantajosos que outras opções de compra parcelada.

Como comprar uma SUV através do consórcio?

Simples! Você pode investir no consórcio de veículos, uma modalidade de consórcio que tem contemplado e realizado o sonho de muita gente que pretende comprar seu veículo próprio. O consórcio é um mecanismo de compra flexível que é acessível devido ao valor das parcelas, a possibilidade de escolha entre o modelo, cor e marca do carro ou SUV mais desejado.

Para investir, procure uma administradora de consórcio de confiança, escolha um plano que melhor se adapte às suas condições financeiras, entre para um grupo de consórcio e aguarde o seu sonhado momento, o da contemplação, que é o qual você poderá usar sua carta de crédito para comprar sua SUV.

Você também pode fazer uma simulação para analisar as condições do seu consórcio e planejar-se melhor para a assinatura do contrato.

Confira também algumas dicas de como escolher o SUV ideal para sua família em nosso site.

Simulação
chat Eva