Melhores cidades internacionais para morar

Melhores cidades internacionais para morar

Após um período de mais de dois anos em meio a pandemia de Covid-19, parece que o mundo está se abrindo novamente para as pessoas explorarem novos locais. E o brasileiro parece estar muito afim de colocar os pés para fora de suas cidades. 

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva revelou que mais de 65% dos brasileiros estão otimistas com os rumos de sua vida ao longo de 2022. Alguns sonhos ganharam ainda mais força: o maior desejo das pessoas ainda é ter a casa própria, motivo apontado por 93% dos entrevistados; e, como segundo maior desejo dos brasileiros, está o de viajar internacionalmente, apontado por 81% das pessoas. 

Claro que viajar para conhecer é diferente de viajar para morar em um local. Porém, uma coisa não elimina a outra. Afinal, é por conhecer diferentes cidades que pode vir o desejo de sair de seu local de origem para residir em outra parte do mundo.  

De fato, as fronteiras de moradia parecem ter se expandido também como consequência da Covid-19. Ao longo do mundo, tem-se discutido muito sobre um conceito chamado ‘anywhere office’, em que você teria a possibilidade de trabalhar em qualquer parte do mundo.  

Esse conceito ficou bastante popularizado após o CEO da Airbnb, Brian Chesky, afirmar que ficaria em uma cidade a cada duas semanas de sua plataforma, que é especializada em aluguéis por temporada de pessoas dispostas a cederem suas casas.  

Tal realidade é possível para as pessoas que podem trabalhar de casa, via home office. Para isso, basta conectar o computador com os serviços em nuvem da empresa em que trabalha, realizar reuniões remotamente e se comunicar por plataformas de mensagem apropriadas, como Slack e Microsoft Teams, muito utilizadas principalmente por empresas de tecnologia. 

Dessa forma, você não precisa mais ficar preso à cidade em que trabalha para viver bem. Logo de início, 46% das empresas brasileiras aderiram ao home office (dados de 2020), e esse percentual só foi aumentando devido à seriedade do isolamento social. Por conta disso, mais de 28% dos trabalhadores brasileiros que puderam desfrutar desse modelo decidiram sair dos grandes centros para ter maior qualidade de vida, de acordo com pesquisa feita pela Ticket, especializada em benefícios para empresas e funcionários. 

Se você pudesse ter a escolha de sair da cidade em que mora para explorar o mundo, para onde iria? 

Não é uma resposta muito fácil de obter, sabemos. Porém, em um ranking elaborado pela revista Time Out, é possível saber quais são as melhores cidades para viver. Quem sabe você não pode considerar uma delas para morar ou, quem sabe, ficar por um bom tempo, enquanto realiza seu trabalho normalmente? 

A seguir, confira as melhores cidades internacionais para morar, de acordo com o ranking. 

São Francisco (Estados Unidos) 

Mundialmente conhecida por ser o local que abriga o Vale do Silício, famoso pelas startups de tecnologia que revolucionaram o mundo como interagimos hoje, incluindo as sedes do Google e do Facebook, a cidade de São Francisco possui um clima agradável o ano inteiro, permitindo muitas atividades ao ar livre e por ser uma espécie de celeiro de inovação e ideias progressistas. 

O local possui muitas escolas de idiomas, co-workings e algumas das empresas mais instigantes para se trabalhar no mundo. 

Porém, é preciso estar financeiramente preparado para a empreitada que é morar em São Francisco. A cidade é conhecida como o local com maior custo de aluguel dos Estados Unidos. Por isso mesmo, muitas pessoas optam por morar nos arredores, em regiões com custos mais acessíveis - ainda mais porque podem contar com um ótimo sistema de transporte público, sem falar que se tem fácil acesso à locação de bicicletas. 

Amsterdã (Holanda) 

E já que mencionamos a bicicleta para quem deseja morar em São Francisco, a verdade é que Amsterdã se destaca como a capital mundial desse transporte de duas rodas. A capital holandesa é rodeada por canais, pontes e ciclovias. Quem gosta de paisagens antigas, pode vislumbrar excelentes vistas e uma vida cultural agitada, com museus bem famosos e parques para passar um bom fim de tarde em boa companhia. 

Quem procura emprego por lá também pode se surpreender com os altos salários oferecidos. Para se ter uma ideia, a Holanda é considerada o 6º país mais feliz do mundo, segundo pesquisa do World Happiness Report

Amsterdã é bem conhecida por ser uma cidade segura, com transporte acessível e boas oportunidades de trabalho, educação e lazer. Embora seja uma cidade que apresenta alto custo de vida, por outro lado possui boas oportunidades para quem deseja trabalhar e vivenciar uma cidade moderna. 

Manchester (Inglaterra) 

Embora as pessoas lembrem de Londres ao se associarem com Inglaterra, o fato é que Manchester acaba se destacando por conta de seu espírito comunitário, vida noturna e criatividade. 

Além do mais, se você curte futebol, com certeza vai sentir a vibração de torcedores de times como Manchester City e Manchester United, dois dos principais clubes da Inglaterra.  

Também é uma cidade que respira música de qualidade, sendo berço de bandas importantes da cena musical, como Joy Division, The Smiths e Oasis. 

Copenhague (Dinamarca) 

Que a Dinamarca é conhecida por ser um dos países mais felizes do mundo, muito provavelmente você já sabe. Na pesquisa da revista Time Out, 66% dos moradores concordam que Copenhague se destaca por ser uma cidade relaxante.  

Mas existem outros aspectos a favor da capital dinamarquesa. De acordo com o Índice de Cidades Seguras (SCI) da Economist Intelligence Unit, considerando categorias importantes como segurança digital, segurança de saúde, infraestrutura, segurança pessoal e segurança ambiental, Copenhague foi considerada a cidade mais segura do mundo.  

Isso é visto na prática com seus baixos índices de criminalidade e grande coesão social, ou seja, há pouca disparidade entre ricos e pobres quando comparada às demais cidades do mundo. 

Nova York (Estados Unidos) 

Nova York atrai pessoas do mundo inteiro por ser uma cidade culturalmente agitada, repleta de diferentes culinárias, atividades artísticas e realidades que se misturam. Famosa pela Estátua da Liberdade e pelo Central Park, conhecido destino para quem gosta de realizar piqueniques na região central da cidade, Nova York respira atividade. Portanto, se você gosta de sair bastante à noite e se conectar com diferentes culturas, Nova York é a cidade ideal para você. 

Além disso, Nova York possui muitas oportunidades de emprego ou até mesmo para quem deseja estudar, seja ao fazer uma pós-graduação ou aprimorar seu idioma. Por ser uma cidade grande, é comum que as pessoas circulem bastante a pé ou com uso do metrô, para chegar a bairros mais distantes. (Ou seja, o carro é realmente um luxo, não pelo preço dos veículos, mas pela dificuldade de encontrar estacionamentos próximos.) 

Porém, é preciso ficar atento ao custo de vida do local. Nova York é uma das cidades mais caras para se viver nos Estados Unidos, justamente por conta de sua multiculturalidade e alta procura pelas pessoas. 

Montreal (Canadá) 

A segunda maior cidade do Canadá é conhecida por ser atrativa para pessoas de todo o mundo. Localizada em uma ilha do Rio Saint Laurent, na província francesa de Quebec, Montreal fica em uma região privilegiada dentro do país. Se você quiser viajar para Nova York, por exemplo, pode fazer esse trajeto rapidamente. 

Montreal, na verdade, é uma cidade bilíngue: é possível falar francês ou inglês na cidade. Dependendo do bairro, você pode se deparar com pessoas que falam mais um idioma do que o outro - uma ótima oportunidade para aprimorar duas línguas importantes. 

Além disso, a cidade apresenta uma boa relação de custo-benefício para moradores estrangeiros. É fácil encontrar boas oportunidades de aluguel com um preço em conta, que caiba em seu orçamento mensal. Sem falar na educação de qualidade, com universidades de excelência e várias possibilidades de cursos livres. 

Praga (República Tcheca) 

Embora não seja tão citada como outras cidades europeias (como Paris, Londres, Berlim etc), o fato é que Praga se destaca por estar localizada bem no centro do continente. Ou seja, se você decidir morar na capital da República Tcheca, poderá se locomover com muita facilidade para qualquer capital europeia. 

Porém, suas vantagens vão além disso. Praga se destaca por sua boa segurança, transporte público de qualidade e por sua cultura intensa - principalmente para quem gosta de música, arquitetura e história. Isso tudo colabora para seu clima descontraído e por sua beleza tão intensa. 

Vale destacar que Praga possui um sistema público de educação de alta qualidade - fruto do bom investimento feito a partir dos impostos, que são direcionados a favor da população. Com um custo de vida mais baixo do que outras capitais, Praga é um lugar que realmente vale a pena morar

Tel Aviv (Israel) 

Uma pesquisa realizada pela revista The Economist classificou Tel Aviv como a cidade mais cara do mundo para se viver, principalmente por conta da valorização da moeda local e por aumento de insumos. 

Porém, Tel Aviv se destaca por sua modernidade. A segunda cidade mais populosa de Israel é considerada um grande centro tecnológico - tanto que é uma referência global de inovação, um celeiro para a criação e desenvolvimento de centenas de startups.  

A população é bem jovem e é possível se deliciar com a alta quantidade de bons restaurantes, casas noturnas bem agitadas e a belíssima orla de frente para o Mar Mediterrâneo, que encanta moradores e turistas de todo o mundo. Quem gosta de praia, do clima urbano e do estilo informal predominante na cidade, com certeza irá aproveitar muito esta cidade jovem, moderna e tecnologicamente avançada que é Tel Aviv. 

Porto (Portugal) 

Embora Lisboa seja a primeira cidade que vem à mente quando pensamos em Portugal, é a cidade de Porto quem conquista a cada ano mais turistas e pessoas interessadas em morar no país. 

Com um clima que costuma mostrar nevoeiros pela manhã e belíssimos finais de tarde, Porto possui construções repletas de azulejos e uma gastronomia bem saborosa - principalmente para quem adora peixes e vinhos. 

Conhecida pelos moradores como ‘Invicta’, Porto é um importante polo industrial e econômico, apresentando boas opções de emprego para pessoas que querem morar em Portugal. A educação é de boa qualidade e, quem gosta de agito, pode contar com a alta quantidade de bares, restaurantes e baladas que vão até o amanhecer. 

Tóquio (Japão) 

A capital japonesa tem como principal atrativo a tecnologia de ponta visível em praticamente todos os locais que você visita. Rodeada de pessoas de todos os lugares do mundo, Tóquio possui uma educação que valoriza o convívio coletivo, respeitando a multiculturalidade em todos os níveis. 

O sistema de transporte é bem moderno. Culturalmente, as pessoas do local evitam fazer barulhos em ônibus e metrôs, para não atrapalhar as pessoas. E, se você optar por morar em Tóquio, pode muito bem se estabelecer financeiramente, uma vez que possui um baixo índice de desemprego.  

Como um todo, o Japão está entre os 10 países mais seguros do mundo, de acordo com o Índice Global da Paz. E Tóquio é exemplo de boa segurança, com poucos casos de homicídio e violência registrados. E quem gosta de bons restaurantes pode muito bem aproveitar as excelentes opções que a cidade apresenta: para se ter uma ideia, Tóquio é a cidade com mais estabelecimentos premiados com estrelas Michelin, que são referência global de ótimos restaurantes. 

Los Angeles (Estados Unidos) 

A cidade de Hollywood há muitas décadas se tornou um dos locais mais desejados em todo o mundo. Seu ótimo clima e a quantidade de boas universidades são atrativos que há muitos anos atraem pessoas de todo o mundo. 

Com cerca de 4 milhões de habitantes, Los Angeles é residência de muitas pessoas que trabalham na maior indústria cinematográfica do mundo. Porém, suas qualidades vão muito além disso. Quem gosta de cultura efervescente, pode muito bem aproveitar os bares, restaurantes e baladas de L.A. - principalmente quem gosta muito de teatros, cinemas, museus e galerias de arte. 

Por atrair pessoas de todo o mundo, Los Angeles é uma cidade bem diversa e agrada por suas belas paisagens naturais e atividades ao ar livre. Mas, se for considerar todo o glamour de L.A. para morar, precisa ficar atento ao alto custo de vida e ao sistema de transporte público, que não é dos melhores. 

Chicago (Estados Unidos) 

A terceira maior cidade dos Estados Unidos junta muito bem a efetividade do ambiente urbano com seus recursos naturais. Quem gosta de caminhar ou de andar de bicicleta, pode aproveitar o clima agradável e a paisagem invejável da cidade. Mesmo quem pretende se locomover em grandes distâncias pode contar com um sistema de transporte público de boa qualidade, com trens e ônibus que chegam a qualquer local da cidade. 

Assim como as principais cidades norte-americanas, Chicago também é referência quando o assunto é educação. Instituições de renome, como a Universidade de Chicago e a Universidade de Illinois em Chicago, se destacam como algumas das grandes referências em todo o mundo. Aliás, esse fortalecimento de instituições de ensino ajudou a criar esse cenário criativo que tanto despontou em Chicago, com museus renomados e grandes referências em teatro e comédia improvisada. 

Cada bairro de Chicago possui uma atmosfera única. Locais como a Logan Square se destacam por sua modernidade, enquanto bairros como Lincoln Park e Uptown estão extremamente conectados à tradição musical da cidade, que foi berço de movimentos como blues e jazz. Mesmo quem gosta de estilos mais modernos podem se beneficiar com a alta quantidade de festivais pela cidade - incluindo o Lollapalooza, que costuma ser realizado no Grant Park todos os anos. 

Londres (Inglaterra) 

Londres é uma cidade tão conhecida que pode muito bem ser considerada uma das grandes capitais do mundo. Ao mesmo tempo em que tem a tradição da Coroa Britânica, trata-se de uma cidade bem cosmopolita, com grande quantidade de restaurantes de qualidade, instituições de arte que são referências globais e uma vida noturna bem agitada. 

De fato, a capital da Inglaterra possui uma alta quantidade de brasileiros. Dos mais de 50 mil brasileiros que moram no Reino Unido, 63% estão em Londres. Isso por conta das boas oportunidades que a cidade apresenta para quem quer melhor qualidade de vida e, claro, um bom emprego.  

Quem gosta de lazer também pode desfrutar das inúmeras opções que se têm pela cidade, que também é referência em transporte de qualidade, tanto para os metrôs quanto para os clássicos ônibus de dois andares que circulam pela cidade. 

Barcelona (Espanha) 

Quem gosta de um bom clima mediterrâneo, com poucas chuvas e temperaturas agradáveis na maior parte do tempo, vai gostar bastante de Barcelona. 

A cidade, que costuma ser bastante procurada pelos brasileiros, tem bons índices de segurança e uma grande quantidade de espaços verdes, tornando-se uma ótima opção para quem gosta de jardins e parques

O ponto de observação é em relação às oportunidades de emprego. Comparada com outras cidades europeias, Barcelona não apresenta bons índices de salário. Embora o turismo e o comércio sejam as principais atividades da capital catalã, é possível encontrar oportunidades em áreas como engenharia, tecnologia e até mesmo no setor agrícola. 

Melbourne (Austrália) 

Uma grande quantidade de museus, galerias, grafites e músicos de rua fazem de Melbourne uma cidade muito adequada para quem gosta de respirar cultura. Aliás, muitas dessas atrações possuem entrada gratuita. E você pode curtir toda essa efervescência com a qualidade do transporte público da cidade, que abrange uma grande diversidade cultural. Isso significa que a cidade, culturalmente, tem um grande respeito pela comunidade LGBTQIA+, abrigando a maior comunidade gay e lésbica de toda a Austrália. 

Apesar de a Austrália ser conhecida por seu clima parecido com o tropical, a cidade de Melbourne tende a ser mais fria. Por conta disso, é repleta de cafés (são mais de 160 mil cafeterias, para se ter uma ideia) e muitas opções de rooftop culture, em que filmes, festas, restaurantes e diversos eventos tendem a acontecer nos telhados dos prédios. 

Sydney (Austrália) 

Mais uma metrópole australiana compõe a lista das melhores cidades internacionais para se morar. Na verdade, Sydney é a maior cidade australiana e também se destaca por sua multiculturalidade. 

A cidade abriga algumas das melhores universidades do mundo e possui uma população de cerca de 5 milhões de pessoas. Famosa por receber imigrantes de todas as partes, Sydney pode ser uma ótima opção para quem trabalha com turismo, finanças e manufaturas. 

Seu transporte público também é de alta qualidade, além do ótimo sistema de saúde e dos baixos índices de criminalidade. Diferentemente de Melbourne, Sydney possui um clima mais quente ao longo do ano - embora os períodos de frio exijam o uso de blusas mais quentinhas. 

Invista no consórcio para fazer a sua próxima viagem 

E aí, tem interesse em morar em alguma dessas cidades pelo mundo? Sabia que você pode organizar toda a sua viagem por meio do consórcio

Isso é possível por meio do consórcio de serviços, que tem a possibilidade de viagem como uma das opções de uso da carta de crédito. 

Para isso, basta selecionar uma administradora com autorização do Banco Central, como a Embracon, e escolher a categoria de serviços. Você pode escolher cartas de crédito de até R$ 30 mil. Mas, se quiser um valor maior à disposição, pode investir em mais de uma cota de consórcio

Ao assinar o contrato, você entra em um grupo e pode ser contemplado com a sua carta de crédito de duas formas: com os sorteios ou com a oferta de um lance, que é um valor a mais que você pode tentar com o objetivo de antecipar sua aquisição. 

Com a contemplação, você pode utilizar a sua carta de crédito para lidar com custos da viagem, incluindo passagem, hospedagem e até alguns passeios. Para uma experiência mais completa, vale fechar diretamente o pacote com a agência de viagens de sua escolha. 

A carta de crédito tem poder de compra à vista, o que pode dar uma boa margem de negociação. Portanto, invista o quanto antes no desejo de morar fora, sem ter que pagar valor de entrada ou juros.  

Faça uma simulação de consórcio de serviços e planeje a sua moradia em uma cidade que tem tudo a ver com o que você busca. 

chat Eva