Compre sua moto com consórcio

Compre sua moto com consórcio

Nos últimos anos, as pessoas têm se interessado bastante pela compra de moto. A chegada da pandemia de Covid-19 acabou acelerando esse processo: para evitar o transporte público ou até mesmo para conseguir trabalhar com entregas (seja como renda extra ou com atividade principal), mais pessoas têm se interessado pela compra de uma motocicleta.

Nesse sentido, o consórcio tem sido um aliado importante. Um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC) mostrou que o consórcio de moto teve um bom aumento no primeiro trimestre de 2021, gerando mais de 133 mil contemplações. Aliás, no período da pandemia, o consórcio de moto cresceu mesmo quando comparado a outras possibilidades de compra, como consórcio de automóveis, por exemplo.

Na verdade, a intenção de comprar uma moto se apresenta como uma boa entrada para entender melhor o segmento de consórcio. Afinal, trata-se de um valor mais em conta comparado a outros produtos, como automóveis e imóveis, sem falar na flexibilidade de pagamento, sempre de acordo com os rendimentos mensais do interessado.

Mas, como fazer um consórcio de moto? Vamos explicar como funciona a seguir.

Como fazer um consórcio de moto?

Antes de tudo, vale a pena entender que tipo de moto você deseja comprar. A melhor forma de fazer isso é compreender as suas necessidades. Por exemplo, se você deseja ter uma moto apenas para passear, vale a pena considerar modelos que tenham mais potência, por exemplo. Mas, se a ideia é ter uma motocicleta para trabalhar no dia a dia, resistência e até mesmo economia de combustível podem ser fatores mais importantes em seu critério de seleção.

Vale lembrar que existem diferentes tipos de moto, que abrangem todos os preços. A partir do momento que se tem uma ideia do valor necessário para a compra da sua moto, você pode seguir com o processo de simulação.

Pela simulação de consórcio, você seleciona o valor de carta de crédito, que corresponde ao valor integral do bem que deseja comprar, e a quantidade de mensalidades que deseja pagar.

Você pode simular o valor da sua cota quantas vezes quiser: o importante é identificar o melhor valor de mensalidade e de carta de crédito, sempre de acordo com os seus rendimentos mensais.  

Para evitar qualquer tipo de inadimplência, as administradoras exigem que o valor da mensalidade não ultrapasse 30% dos rendimentos mensais do interessado. O Banco Central do Brasil (Bacen), responsável por regular o setor de consórcio, estipula essa recomendação para que a administradora não assuma o risco de ter um consorciado que não consiga pagar por sua mensalidade.

O consórcio é um tipo de investimento que conta com a colaboração de todos. Quando um consorciado deixa de pagar sua mensalidade, coloca os integrantes do seu grupo em risco, afinal, a contribuição mensal é o que permite formar o valor para o fundo comum, responsável pelas contemplações.

Mas, como funcionam as contemplações? O que é preciso fazer para ser contemplado mais rápido com o consórcio de moto? Vamos explicar a seguir, confira.

Como ser contemplado com a minha moto?

A partir do momento que você assina um contrato de consórcio, a administradora tem até 90 dias para fazer a inserção em um grupo. Enquanto isso, você tem acesso à sua Área de Clientes e à numeração da sua cota, que é utilizada como referência nas assembleias.

O grupo é constituído de outros consorciados com interesses parecidos com o seu - ou seja, grande parte deles é composta por pessoas que também querem ser contempladas com a carta de crédito de moto.

Com o grupo formado, o próximo passo é participar das assembleias, que acontecem mensalmente para identificar os contemplados.

Geralmente, um consorciado é contemplado por sorteio e um por oferta de lance.

Pelo sorteio, todos têm as mesmas chances de contemplação: você pode ser contemplado nos primeiros ou nos últimos meses. Nenhuma administradora pode garantir quando isso acontecer, por ser uma regra definida pelo Bacen.  

Mas, se quiser ser contemplado mais rapidamente com a sua moto, você pode fazer a oferta de um lance. O lance é um valor a mais que todos os consorciados que pagam devidamente suas parcelas podem tentar: trata-se de um lance às escuras, ou seja, a oferta é feita pela Área de Clientes. O maior valor ofertado em uma assembleia determina o vencedor.  

Após o processo de contemplação, é preciso passar pela análise de crédito, momento em que a administradora faz uma análise dos rendimentos mensais e das informações pessoais entregues. Siga as instruções da administradora para que, enfim, possa ter acesso à carta de crédito, que vai possibilitar a compra da sua moto.

Depois que passar pela análise, o próximo passo é identificar a concessionária ou proprietário da motocicleta que deseja comprar. Como a carta de crédito possui poder de compra à vista, você pode negociar um bom desconto com o proprietário.  

Se o valor da sua carta for maior que a moto, é possível utilizar até 10% deste valor para lidar com despesas burocráticas, como idas ao cartório, por exemplo. E, se o valor da moto for superior à carta, não tem problemas: a administradora prossegue com a liberação, e você pode negociar diretamente com o proprietário ou concessionária a forma de pagamento do valor restante.

Como deu para perceber, investir em uma moto é mais fácil e flexível dessa forma. Faça agora mesmo uma simulação de consórcio de moto e realize o sonho de ter um modelo novinho em sua garagem.

Simulação
chat Eva