Guia para ter o casamento dos sonhos

Guia para ter o casamento dos sonhos

Depois do tão esperado "sim", é hora de começar a planejar o grande dia.  

No entanto, nem sempre é uma tarefa simples, mas neste momento podem existir muitas dúvidas sobre como organizar o casamento - desde a lista de convidados até as decisões operacionais em dias importantes.

Dicas para planejar o casamento

Se você planeja transformar seus sonhos em realidade nos próximos meses, não se desespere. Trouxemos algumas dicas importantes que podem te ajudar a organizar o casamento dos seus sonhos de forma simples e prática.

Comece entendendo seu orçamento

Depois de ficar noivo, é hora de começar a planejar o casamento. O primeiro passo é entender quanto você pode pagar por esse dia importante. Embora pareça simples, muitos casais podem ficar confusos e comprometer grande parte de sua renda, tornando a vida dos casais mais difícil nos primeiros anos.

Planejar com antecedência é fundamental para que você não comece uma vida de casado com dívidas pesadas, por isso planeje compatibilizar seus sonhos com o bolso. Pense em quanta renda vocês têm juntos e quanto cada um de vocês pode economizar a cada mês sem afetar outras despesas, como hipotecas ou aluguéis, faculdades, carros, etc. Não se esqueça de economizar dinheiro para sua lua de mel.

Agora que você estimou quanto pode economizar a cada mês, é mais fácil considerar as datas dos dias importantes para que você possa economizar dinheiro suficiente para tornar seu casamento mais próximo do que deseja sem afetar seu orçamento. Esta pode ser uma data importante para você, como seu primeiro encontro, seu primeiro beijo, sua data de pedido. Ou pode ser uma data em que a estação e o clima sejam favoráveis ​​ao seu estilo de casamento. Com base na data determinada, você pode definir o estilo do casamento, seja interno ou externo, moderno, clássico, etc.

Sonhe, organize, planeje e anote

Sonhe com o seu casamento! Sonhe onde realizar o casamento, sonhe com seu vestido, sonhe com alianças, sonhe com festas, sonho sem limites, escreva tudo o que quiser, prepare um caderno exclusivo para seu casamento, e escreva o título “Meus Sonhos” na primeira página !  

No mesmo papel, escreva tudo o que você sonhou e todos os detalhes que você imaginar em sua mente (como será seu buquê, quais flores você deseja decorar, deseja tocar e cantar na cerimônia, etc.).  

Depois de fazer isso, você precisa organizar essas ideias de acordo com sua realidade, seu orçamento e as coisas que realmente tornam seu dia especial, então coloque o asterisco antes das ideias menos importantes ou sem importância e substitua-as por outras mais importantes.

Pense no estilo do casamento

Depois de entender quanto você pode gastar, tomar notas e organizar, é a parte do planejamento do casamento, é hora de analisar qual estilo de casamento é mais relevante para você e seu orçamento.

Considere a possibilidade de realizar cerimônias e festas no mesmo ambiente, por exemplo, para economizar dinheiro e reduzir a inconveniência de os convidados terem que se deslocar de uma área para outra. Além disso, o estilo escolhido deve transmitir a personalidade dos noivos, e também estar relacionado à história ou valores que você considera importantes.  

Um erro muito comum é deixar todas essas decisões para a noiva, e então o noivo se deparará com um casamento que pouco tem a ver com ele, tornando esse momento não muito agradável para os dois. Ao definir o estilo de um casamento, é mais fácil começar a pensar no que se relaciona com aquele estilo e a decoração que mais se adequa à sua escolha.

Faça uma lista de convidados

Muitos novos casais planejam o casamento junto com os convidados primeiro, mas isso está errado. Somente lembrando-se de quanto você pode gastar e que tipo de casamento deseja é que você poderá considerar adequadamente quem convidar.

Lembre-se que o número de hóspedes está diretamente relacionado ao orçamento disponível. Portanto, quanto mais pessoas na sua lista, mais alto será o preço de todos os serviços relacionados (incluindo buffets).

Se você tem um orçamento apertado ou sonha com um casamento mais íntimo, reduzir o número de convidados e restringi-los a pessoas próximas e importantes para o casal pode ser uma boa solução.

Neste momento, além das testemunhas do casamento autenticado, devem ser definidos padrinho, madrinha e madrinha.

Com a lista de convidados, fica mais fácil começar a definir outros serviços e tornar o seu casamento uma realidade.

Determine a cerimônia e o local da recepção

Para os casais que se casam na igreja, agora é a hora de começar a escolher casais que possam acomodar o número de convidados que você deseja e não estejam muito longe de possíveis locais de recepção.

Converse com o responsável pela igreja para aprender sobre assuntos importantes, como horários e datas disponíveis, cursos e outros pontos obrigatórios, decoração da igreja, música permitida e outros assuntos que devem ser esclarecidos com antecedência.

Em relação ao local de encontro, vale a pena verificar se o espaço selecionado pode acomodar confortavelmente o número de convidados, se fica próximo à igreja escolhida, se oferece estacionamento e segurança para seus convidados, e se é permitido decorá-lo de acordo com estilo e tema definido, se dispõe de equipe própria, se o ambiente é adequado, se há banheiros suficientes, por exemplo, etc.

Se a cerimónia e a recepção se realizam no mesmo local, esta escolha deve considerar também a possibilidade de separar os ambientes das duas celebrações, podendo os pastores, padres ou outros crentes universais celebrar neste ambiente.

Serviço extra

Agora é a hora de começar a moldar seu casamento. Nesse ponto, muitos casais contam com a ajuda de um cerimonialista - um profissional acostumado a lidar com todas essas decisões.

Se esta for sua escolha, além de conferir o trabalho que já realizou e conversar com outros casais, certifique-se de que o profissional selecionado concorda e atende aos seus desejos.

Você também pode tomar todas as decisões sozinho, mas neste caso, certifique-se de ter tempo para visitar todos os profissionais e analisar os orçamentos e serviços prestados.

Você terá que contratar:

  • O dia da noiva e do noivo;
  • Lista de presentes
  • Fotógrafos e equipes de filmagem registram cerimônias e recepções;
  • Decorador;
  • Bufê;

Recomenda-se fechar primeiro os serviços principais. Em primeiro lugar porque são os mais caros e, em segundo lugar, porque o seu casamento depende deles. Com o tempo, você poderá planejar melhor seus métodos de pagamento e até obter descontos.

Por isso, comece pelo buffet, equipa de fotógrafos e decoração. Em seguida, priorize as coisas que são mais importantes para realizar o casamento dos seus sonhos.

Durante esse processo, lembre-se de inserir o preço final de todos os itens na planilha e o valor que será pago a cada mês para evitar inferir seu limite. Pesquise preços, visite fornecedores, peça para revisar alguns trabalhos concluídos e converse com outros noivos.

Perto do casamento, cerca de 3 a 4 meses antes do dia importante, passamos a enviar convites oficiais e atualizamos constantemente a lista de convidados, sempre pedindo às pessoas que confirmem sua presença com antecedência. Isso permite que você faça ajustes importantes em serviços básicos, como buffets.

Use esse tempo para testes finais e testes, como maquiagem, vestidos, bolos, buquês, presentes de festa, etc. Depois relaxe e aproveite o casamento dos seus sonhos.

Defina a lista de presentes

Quem se casa, quem quer um lar. Eles não disseram isso? Portanto, a próxima etapa do plano é fazer uma lista de presentes. É importante que o casal faça isso juntos.

Para quem está muito confuso, existem algumas listas prontas na Internet que podem ser usadas ou como base. Hoje, essas listas geralmente estão online, mas é melhor ir a uma loja específica da área para fazer uma lista. Algumas pessoas não estão muito familiarizadas com tecnologia ou preferem comprar presentes pessoalmente.

É importante considerar todos os hóspedes e oferecer opções para todos os orçamentos. Os presentes de casamento são uma tradição e uma espécie de graça. Portanto, o bom senso é essencial.

Dica bônus: hoje em dia, é comum listar presentes com cotas de lua de mel. Essa ideia surge para casais que às vezes já moram juntos e possuem quase tudo na casa. Ou porque preferem a ajuda de amigos e familiares para realizar a viagem dos seus sonhos. Outra ideia seria criar cotas de casamento, por que não?

Planejando uma lua de mel

Tem gente esperando para se casar. Afinal, quem não gosta de viajar? Ainda uma viagem particularmente significativa! Além de brincadeiras, as viagens de lua de mel precisam ser cuidadosamente planejadas e organizadas.  

Nossa dica é que depois de escolher um destino, considere todas as partes práticas deste plano. Qual é o orçamento para esta viagem? Qual é o clima local? Quais são as opções de voo e hospedagem? Você precisa de visto ou de vacinas?

Algumas pessoas gostam de organizar todo o roteiro sozinhas, mas o período que antecede o casamento pode ser muito agitado e há muitos detalhes a serem resolvidos. Por isso, pode ser divertido contar com a ajuda de agências especializadas neste tipo de viagens, que, além de cuidar de todos os detalhes, podem proporcionar ao casal uma experiência melhor e surpreendente.

Planeje seu casamento com o consórcio, uma ótima forma de arrecadar dinheiro para esse dia tão importante. Faça uma simulação!

Simulação
chat Eva