Como economizar nas compras mensais?

Como economizar nas compras mensais?

Cada brasileiro possui um tipo de rotina diferente na hora de fazer as compras para casa. Alguns preferem ir semanalmente ao mercado, enquanto outros compram de acordo com a necessidade: se alguma coisa acaba, repõe imediatamente, sem a necessidade de transportar carrinhos pelo supermercado.

A pandemia acabou popularizando uma nova forma de lidar com as compras: é possível adquirir o que deseja sem sair de casa. Muitos supermercados possuem sites próprios, que permitem comprar e receber todos os itens na comodidade de sua casa ou apartamento, ou até mesmo realizar a compra pela internet e buscar no local.

As formas de compra atendem à rotina de cada pessoa. Enquanto alguns gostam de pesquisar os melhores locais para compra, em busca de economizar, outros preferem seguir suas próprias necessidades. O risco desta opção é ter algum tipo de descontrole de gastos, uma vez que os preços costumam oscilar bastante de um local para outro.

Para que você consiga ter uma boa economia em suas compras mensais, confira o nosso guia prático.

Faça uma lista de tudo o que você precisa

Pode parecer uma dica bem simples, mas que funciona bastante. Olhe bem o que está em falta na sua casa antes de ir ao supermercado, para não ter o risco de comprar coisas que você já tem disponível.

Se possível, mantenha essa lista como padrão e insira o valor que pagou a cada compra, para ter maior controle e previsibilidade de seus gastos.  

Isso permite ter um comparativo de seus gastos mês a mês com as compras. Você pode utilizar uma planilha ou até mesmo algum aplicativo simples que permita a listagem de todos os itens da sua compra.

Defina um limite de quanto gastar

Esse aspecto é bem importante para a economia nas contas de casa. Em algumas situações, as pessoas contam com um benefício para lidar com as compras, como o vale-alimentação, por exemplo. Você pode utilizar este valor como teto para as suas compras do mês.

Caso identifique a necessidade de dispor de um valor maior para isso, mantenha isso anotado em sua planilha de gastos e saia com o objetivo de gastar somente o que foi estipulado.

Claro que, por conta da alta recente da inflação no Brasil, por exemplo, seu dinheiro desvaloriza consideravelmente. É por isso que o dinheiro que permitia a compra de carne um ano atrás hoje é insuficiente, por exemplo. Veja onde você pode cortar para que o valor seja o suficiente. Se tiver que gastar mais, tente cortar a despesa de alguma outra coisa (como lazer, por exemplo), para não impactar em seus rendimentos mensais.

Monte um cardápio em casa

A facilidade de ter acesso a aplicativos de entrega de comida, por exemplo, faz com que as pessoas acabem gastando mais no dia a dia. Isso pode comprometer seus rendimentos mensais - algo que uma boa compra mensal, com organização, pode evitar.

Uma boa forma de lidar com isso é montando um cardápio da semana. Assim, você já sabe quais ingredientes precisa comprar na hora de ir ao supermercado, evitando gastos desnecessários. Vale lembrar que cozinhar em casa gera uma economia bem maior do que comer em restaurantes ou por meio de aplicativos de entrega.

Crie uma rotina em relação ao cardápio. Por exemplo, você pode escolher um dia da semana para cozinhar em grande quantidade e armazenar no congelador, para que possa comer ao longo da semana. Isso evita cair na tentação de gastar mais com comida ao longo da semana, o que pode gerar um grande prejuízo em suas contas mensais.

Fique atento às promoções

Quando se cria a rotina de listar os gastos que se têm com compras mensais, de certa forma você fica mais inteirado em relação aos preços dos itens.

Alguns supermercados acabam reservando alguns dias da semana em que produtos de determinada categoria ficam mais baratos - por exemplo, a semana da higiene ou do hortifruti. Fique atento ao momento em que essas promoções vigoram, para comprar em maior quantidade, caso considere vantajoso.

Pesquise os preços dos mercados

Fazer pesquisa de preços em mercado é uma tarefa que exige muita paciência. Mas, com esse hábito, você pode ter uma grande economia no valor das suas compras mensais.

Existem algumas ferramentas que facilitam essa pesquisa, como o guia de supermercado criado pela Proteste, que permite conhecer as melhores opções de mercado de acordo com sugestões de cesta ou com as suas preferências de compra.

Considere compras no atacado

Quem costuma comprar itens em grande quantidade pode contar com os atacados, que acabam trazendo preços mais acessíveis de alguns desses produtos.

Claro que nem tudo sai mais barato pelo atacado. Mantenha a pesquisa em locais diferentes de compra, para ver se realmente faz sentido comprar nesse tipo de mercado.

Não precisa ir em tantos lugares diferentes para comprar

Não há problema em separar a compra de determinados itens a partir de supermercados diferentes. Porém, leve em consideração que ir em três ou mais supermercados para a sua compra pode elevar seus custos.  

Afinal, você terá que se locomover, ou seja, pagar mais por combustível, com motorista de aplicativo, delivery ou passagem de transporte público. Coloque tudo isso no papel na hora de considerar as compras, por mais que tenha que ir a dois ou mais lugares diferentes.

Nunca se esqueça da validade dos produtos

Não adianta comprar diversas coisas no mercado quando o preço está em conta. Afinal, você não irá dar conta de consumir tudo no tempo de algumas semanas ou meses. Isso pode levar a um prejuízo, portanto, só compre aquilo que pretende consumir até a sua próxima ida ao supermercado, principalmente produtos perecíveis.

E aí, gostou das nossas dicas para economizar nas compras mensais? Para que você mantenha a sua saúde financeira, confira nosso guia completo para planejar o seu orçamento e conquistar seus objetivos.

Simulação
chat Eva