Qual melhor consórcio para você?

Qual melhor consórcio para você?

Você sabia que o consórcio é uma das formas mais seguras de adquirir algum bem ou serviço de forma planejada, sem entrada e sem juros?  

É a escolha perfeita para quem tem um bom planejamento financeiro, independentemente da idade.  

O parcelamento e o prazo são determinados no momento da adesão ao contrato, para que o consorciado não precise se preocupar. Ou seja, o melhor consórcio é aquele que está no seu bolso, o suficiente para executar o seu plano sem comprometer o orçamento familiar.

Mas se você ainda está em dúvida sobre qual o melhor consórcio para você, confira aqui algumas dicas que selecionamos para lhe ajudar:

Defina o melhor consórcio para você neste momento

Existem vários tipos de consórcio no mercado. Você pode escolher o melhor consórcio para você, com base nos seus dados pessoais e assim comprar carros, apartamentos, viagens e até a cirurgia plástica dos seus sonhos.

Atualmente, a lista de produtos e serviços que podem ser adquiridos por meio do consórcio é enorme. Veja alguns exemplos dos tipos de consórcios disponíveis.

Consórcio de imóveis

Você pode comprar casas, apartamentos ou imóveis comerciais já construídos ou ainda em projeto, pode comprar terrenos, e ainda tem a opção de usar o saldo do FGTS para dar lances. O consórcio imobiliário apresenta muitas possibilidades, vale a pena avaliar o seu plano para escolher o crédito que mais lhe convém.

Consórcio de carros

Com o consórcio de automóveis, é possível comprar carro zero km ou um seminovo que você tanto deseja. É possível planejar a sua compra, sem juros e sem entrada.

Consórcio de motos

E você não fica só nos automóveis, com o consórcio é possível adquirir a sua moto. Funciona da mesma maneira que o consórcio de carros, mas servindo para compra de motocicletas.

Consórcio de Veículos Pesados

E o consórcio não para por aí. Com o consórcio você compra caminhões, ônibus, vans, máquinas agrícolas e veículos pesados.  

Consórcio de Serviços

Diversos tipos de serviços, incluindo tratamento odontológico, festas de casamento ou formaturas, cirurgia plástica, viagens ou cursos no exterior, estão incluídos nesse tipo de consórcio. Aqui, o crédito é usado para contratos de prestadores de serviços.

Dicas para fazer um bom consórcio

Encontre um administrador confiável

Antes de adquirir o consórcio, é necessário verificar se o administrador possui autorização do Banco Central do Brasil (Bacen), o que comprova se a instituição pode operar.  

Então, veja se ela também é membro da Associação Brasileira de Administradores de Consórcio (ABAC). Nesse caso, você terá a segurança de lidar com administradores que estão comprometidos em atender aos padrões de confiabilidade exigidos por lei.

Como em qualquer campo de atividade, entre os gerentes, há tanto empresas sérias dedicadas a satisfazer os membros da aliança quanto empresas que colocam os interesses comerciais em primeiro lugar. Para evitar a contratação de um consórcio de empresas como essa, é necessário fazer algumas pesquisas com antecedência.

Desta forma, você conhece uma administradora e entende sua relação com ela e sua satisfação com os serviços prestados.

Encontre um consórcio que se ajuste ao seu orçamento

Antes de assinar o contrato de consórcio, avalie se o investimento não ultrapassará 30% da renda mensal total da sua família, para que o seu orçamento não seja afetado.

Lembre-se: o melhor conselho para você é aquele que não prejudicará o orçamento de você e da sua família, pelo contrário, ajudará você a realizar o seu plano com conforto.

Preste atenção ao prazo do consórcio

No consórcio não existe uma data pré-estabelecida para você ser contemplado. Sua carta de crédito só pode ser usada para comprar produtos quando você for contemplado por meio dos sorteios ou lances, o que pode ocorrer a qualquer momento entre a primeira e a última parcela.  

Por outro lado, os lances podem ser uma alternativa para tentar prever ou antecipar sua contemplação. Para fazer isso, analise a média de lances e o número de destinatários em seu grupo e faça a melhor oferta.

Verifique se você precisa de benefícios imediatos

Como sempre existe o risco de não ser contemplado no curto prazo, é preciso analisar se aceita essa possibilidade.  

Por exemplo, se você precisa de um carro para trabalhar (visitar seus clientes), talvez um consórcio não seja sua melhor escolha. O mesmo acontece no caso de imóveis, sendo que o período de seu consórcio pode chegar a 240 meses. Porém claro que é possível ser contemplado no primeiro mês, mas este não é o padrão de todos.

Leia o contrato de consórcio com atenção

Agora que você tem um melhor entendimento dos tipos de consórcios disponíveis no mercado, o quanto afetará seu orçamento e outros pontos de atenção, enfatizamos alguns pontos muito importantes: preste atenção nos detalhes do contrato que mais se adequa a você e leia com atenção antes de assinar.

Lembre-se: o consórcio não tem juros e nem entrada. Estamos acostumados a financiar com juros, o que encarece cada vez mais o parcelamento, mas para os consórcios a situação é diferente.  

No entanto, observe: o consórcio tem algumas taxas importantes, como taxas de administração (o administrador do consórcio cobra essas taxas para gerenciar todo o grupo) e alguns tipos de seguro.. Porém, mesmo com esses custos, na maioria das vezes, formar um consórcio é mais acessível do que apostar em outras formas de financiamento ou empréstimo.

Ainda tem dúvidas de qual o melhor consórcio para você? Veja mais sobre as modalidades de consórcio no blog da Embracon, administradora de consórcios. Continue nos acompanhando.

Simulação
chat Eva