Compre seu apartamento com o consórcio de imóveis

Compre seu apartamento com o consórcio de imóveis

Todo processo de compra de um imóvel exige um planejamento a longo prazo. Da mesma forma que é necessário ficar meses ou até anos pensando em como construir a sua casa após a compra de um terreno, a compra de um apartamento envolve uma série de decisões que têm a ver com gosto pessoal, localização, etapas de construção e, claro, tamanho do imóvel que deseja comprar.

A compra de um apartamento geralmente é tão longa quanto a compra de uma casa construída do zero. Felizmente, você pode contar com o consórcio para a realização do sonho de ter o apê que você sempre quis.  

A seguir, vamos explicar como funciona o consórcio de imóveis e dar algumas dicas para a compra do seu apartamento.

Consórcio de imóveis: como funciona?

O consórcio é a melhor forma de investir em um bem de alto valor. Diferentemente do financiamento, você não sai com o bem na hora. Mas, também, não precisa se preocupar com valor de entrada ou juros durante o pagamento da sua cota - que pode fazer com que, a prazo, seu bem custe mais que o dobro ou até o triplo a prazo pelo financiamento.

Com o consórcio, você paga por um valor a prazo mais justo e não tem seu bem ou o seu dinheiro desvalorizado no meio do processo, por conta das correções monetárias que são aplicadas anualmente na sua carta de crédito.

Pelo consórcio, na verdade, você investe o valor das suas mensalidades em uma carta de crédito, que é o valor correspondente para a compra do seu apartamento. A primeira etapa para definir o valor do seu consórcio é a simulação: primeiramente, selecione o consórcio de imóveis e defina o valor necessário para a compra do seu apartamento.

Com uma cota de consórcio de imóveis, você pode selecionar um valor de até R$ 500 mil para a compra do seu apartamento. Caso precise de um valor ainda maior, você pode selecionar mais de uma cota.  

Só fique atento ao valor das mensalidades: a soma do valor de todas as cotas em seu nome não pode ultrapassar 30% dos seus rendimentos mensais. As administradoras mantêm essa política para evitar casos de inadimplência. Afinal, o consórcio é uma espécie de autofinanciamento, e quando um integrante deixa de contribuir com as mensalidades, pode pôr em risco os demais integrantes do grupo.

No processo de simulação de um consórcio de imóveis, após escolher o valor de carta de crédito, o próximo passo é definir a quantidade de parcelas que desejaria pagar. Você pode simular quantas vezes quiser. Os resultados trazem o valor das mensalidades, já com acréscimo das taxas de consórcio, como a taxa de administração e o fundo de reserva.

Por isso mesmo, o consórcio se apresenta como a melhor modalidade para investir em um bem a longo prazo: você paga por um valor a prazo mais justo e pode definir o valor que achar melhor para a sua situação financeira. Aproveite para definir um valor de mensalidade que não comprometa a rotina de gastos da sua família.

Depois da simulação, um especialista de consórcio entra em contato e tira todas as dúvidas sobre os seus direitos e deveres como consorciado. Após a assinatura do contrato de adesão, a administradora tem até 90 dias para fazer a inserção em um grupo de consórcio, que reúne outros consorciados com interesses parecidos com o seu.

Como ser contemplado com a carta de crédito

Nos grupos são realizadas as assembleias mensalmente. Para participar, é preciso pagar as mensalidades em dia.

Você pode ser contemplado por meio dos sorteios, ele usa o sistema da Loteria Federal.  

Nas assembleias, também é possível fazer a oferta de um valor de lance. O lance é um valor a mais que cada consorciado pode tentar, com o objetivo de antecipar a sua contemplação. Pela regra básica, o maior valor de lance define o contemplado.

No caso do consórcio de imóveis, é possível tentar o lance com os recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Para isso, basta entrar em contato com a Caixa, puxar o extrato do seu valor, coletar a assinatura do gerente e anexar à sua proposta de lance na Área de Clientes.

Se o seu valor for o maior da assembleia, você prossegue para a análise de crédito. Caso outro consorciado seja contemplado, você pode tentar o lance nos meses seguintes - uma boa oportunidade para juntar um valor ainda maior e, assim, aumentar as chances de contemplação.

No processo de contemplação, é preciso passar pela análise de crédito, momento em que a administradora checa os dados pessoais e verifica a situação financeira dos elegíveis. Ao passar pela análise, você finalmente tem acesso à carta de crédito, que pode ser utilizada para a compra do apartamento.  

A vantagem é que a carta de crédito tem poder de compra à vista. Você pode comprar um apartamento na planta ou já construído com o valor que recebe. Se o valor da carta for maior que o bem, é possível utilizar até 10% para despesas burocráticas, como transferência de propriedade e idas ao cartório. E, se o valor for insuficiente, sem problemas: você é contemplado da mesma forma e pode completar o valor restante com os seus próprios recursos.

Portanto, não perca tempo. Planeje desde já a compra do seu próximo apartamento com o consórcio de imóveis. Faça uma simulação e confira as vantagens de uma modalidade que realiza sonhos de brasileiros há mais de 50 anos.

Simulação
chat Eva