Existe um momento determinado para ofertar um lance?

Existe um momento determinado para ofertar um lance?

Para quem busca autofinanciar seus bens ou serviços, uma alternativa comprovada e eficaz é o consórcio. Quando um consorciado é contemplado, ele recebe sua carta de crédito que o habilita a adquirir os bens ou serviços desejados. 

Além do sorteio, existe outra forma de contemplação: o lance. Por isso, preparamos este artigo com alguns tópicos importantes para dar uma visão mais detalhada de como esse modo funciona e entender melhor as vantagens do consórcio. Confira! 

O que é um consórcio? 

Consórcio é um método de compra eficiente e viável formado por uma combinação de pessoas físicas ou jurídicas cujo objetivo é a aquisição de um bem ou serviço específico. Com a ajuda das administradoras, os membros pagam parcelas que cabem no bolso para criar um fundo para a compra desses itens. 

Com as contribuições mensais de todos os membros, é formado um fundo comum, uma reserva financeira administrada por uma administradora. É esse dinheiro que permite a emissão de cartas de crédito. 

Os sorteios são realizados durante as reuniões mensais para determinar quem será contemplado e, portanto, receberá suas cartas de crédito. Mas você não precisa esperar ser contemplado para fazer isso. Você pode tentar antecipar a chegada da carta de crédito dando lances! 

O que é o lance de consórcio? 

Os lances são pagamentos antecipados de valor dos membros do consórcio. Uma vez ofertado, ele aguardará para saber se venceu e será será o contemplado. 

Suponha que alguém consiga economizar um pouco mais do que o esperado ou receba um dinheiro extra. 

Antes da reunião mensal, você pode entrar em contato com a administradora e formalizar seu interesse no lance e especificar o valor. É o lance vencedor? Excelente! A partir desse momento, inicia-se o processo de compra do item desejado. Caso contrário, não há diferença e você continua pagando as mensalidades. 

Mas fazer um bom lance e ter sucesso não é tão simples. Você precisa entender os tipos de lance e saber qual lance é melhor para o seu valor. Além disso, você deve ficar atento aos movimentos da equipe para escolher o momento ideal para apresentar sua proposta. 

Tipos de oferta para lance 

Ressalta-se que os valores mínimos de lances oferecidos pelos consorciados variam de acordo com a administradora e o contrato definido com o participante. De modo geral, podem ser oferecidos alguns tipos de lances: lance fixo, lance livre e lance embutido. 

Lance livre 

Nos lances livres, não há um valor de lance definido. Pode ser qualquer porcentagem (cada administradora têm um valor mínimo).  

Em caso de empate, as administradoras podem utilizar diferentes critérios para definir o vencedor, como sorteio. 

Lance fixo 

Os lances fixos devem atingir um valor fixo (ou percentual) pré-determinado no contrato. Se mais de uma pessoa fizer uma oferta, o empate é desfeito de acordo com os mesmos critérios já mencionados. Como dissemos, em ambos os casos (livre e fixo), apenas o lance do participante vencedor é quem paga. 

Lance embutido 

No lance embutido, um consorciado pode realizar um lance com um valor que na verdade não possui! Na prática, esse dinheiro será deduzido do valor total do contrato da carta de crédito. Mesmo que você não tenha dinheiro em mãos, esse tipo de lance pode servir como uma forma de contemplação antecipada. 

Em geral, conforme explicamos, os consorciados podem utilizar parte do valor da carta de crédito como pagamento do lance. Para entender melhor, vamos a um exemplo. 

Digamos que a carta de crédito do seu consórcio seja de R$ 60 mil e você decida dar um lance de R$ 10 mil. Nesse caso, o valor do lance será deduzido do valor total quando você receber a carta de crédito. Assim você terá R$ 50 mil para comprar mercadorias ou contratar os serviços que precisar. 

Pode haver regras específicas sobre como funciona o lance, que variam de acordo com a administradora. Para tirar suas dúvidas sobre o assunto, vale entrar em contato com a empresa responsável pelo consórcio antes de planejar sua oferta. 

Dicas para ofertar seu lance 

Como o consórcio é um modelo financeiro que permite aos participantes planejar bem suas aquisições, também é importante avaliar o momento mais oportuno para uma oferta. 

Lembre-se que você deve continuar pagando parcelado até o final do contrato, por isso as ofertas de lance precisam ser cuidadosamente planejadas para que suas finanças não sejam comprometidas. Veja algumas dicas abaixo: 

  • Para saber se o seu lance é competitivo, ou seja, vai te dar a chance de contemplar, acompanhe mensalmente a dinâmica do seu grupo e tente entender qual é o valor médio do valor que as pessoas costumam oferecer mês a mês . 

  • No final do ano, com o pagamento do 13º salário, muita gente optou por ganhar o lance. Talvez não seja a melhor época! 

  • Conheça as regras da administradora e o contrato, para fazer o procedimento da maneira correta. 

  • Lembre-se que, se você ofertou um lance e não foi contemplado, não é necessário pagar o valor oferecido. E você terá uma noção maior nas chances futuras. 

Como fazer um bom lance? 

Leia o contrato 

Parece óbvio, não é? Acontece que nem todos prestam atenção aos detalhes do contrato na hora de dar o lance. Primeiramente, preste atenção no que a documentação diz sobre as regras e detalhes feitos pela administradora

Para ter uma chance, você deve seguir rigorosamente os requisitos deles e tentar entender como essas restrições afetam as ofertas que sua equipe faz. Portanto, as chances de desenvolver um plano mais eficaz são maiores. 

Estude o perfil do seu grupo de consórcio 

Para fazer uma oferta realmente competitiva, você precisa entender o potencial dos outros membros do consórcio. Se suas condições forem mais baixas do que outras, você pode não ter sucesso. Observe os lances que outros membros do consórcio apresentaram em assembleias anteriores para orientar sua análise. 

Avalie alguns meses, talvez um ano, e observe como os valores mudam ao longo dos meses. De um modo geral, há muita gente com boas ofertas nos primeiros meses. Mas após esse período inicial, o lance esfria, o valor cai e você pode ganhar com um lance menor. 

Guarde entre 20% e 50% do montante do crédito 

Geralmente vale a pena esperar mais um ou dois meses para acumular reservas que atendam um bom percentual. Mas, claro, há exceções. Por isso, não deixe de avaliar o perfil do grupo. 

Um truque para conseguir esse acúmulo é ter um bom planejamento financeiro. Assim, você pode economizar sem afetar suas necessidades do dia a dia, que são mais imediatas e imparáveis. 

Avalie suas próprias finanças 

Lembre-se de calcular com cuidado e respeitar sua situação financeira na hora de elaborar sua proposta de consórcio. O planejamento é a chave para o sucesso. A ansiedade, por sua vez, é um mau conselheiro nessas situações. Mantenha-se racional e não esqueça que a pressa é o inimigo perfeito - e as finanças! 

Aliás, vale lembrar que seu orçamento pessoal pode mudar muito com a contemplação. Ele vem com custos adicionais, incluindo documentação, transferência de propriedade e outras burocracias. Além disso, carros novos, por exemplo, vêm com custos de manutenção e combustível. Tudo isso deve ser incluído em sua fatura mensal. Cabe no seu orçamento? Então prepare seu lance! 

Observe algumas variáveis 

A situação financeira do país também precisa ser considerada. Em uma recessão, quase ninguém faz uma oferta com um valor maior que o esperado. Esses momentos são mais propícios para receber uma carta de crédito, mesmo que a oferta seja baixa. 

Aliás, ainda seguindo o mesmo raciocínio, os primeiros meses podem ser mais propícios para ganhar ofertas abaixo da média. Entre eles, as pessoas costumam ser mais austeras ou usam seus fundos para outros fins, como: 

  • pagar os gastos feitos no fim do ano; 

  • deixar os impostos de veículos e imóveis em dia; 

  • comprar material escolar para os filhos, entre outros. 

Por outro lado, por exemplo, as férias escolares e o 13º período de entrega podem ser mais movimentados na hora de realizar o lance

Faça os cálculos corretos 

Ao planejar, sempre considere seu lance e seu percentual no valor total da carta de crédito. Independentemente do valor da parcela restante, é aconselhável tentar atingir o maior percentual possível para oferecer uma boa oferta. Lembre-se, um tiro certeiro é melhor do que muitos tiros ineficazes. 

Não hesite em dar o lance 

Depois de atender aos critérios de lance, experimente! Se você não for contemplado, já sabe que não perderá dinheiro - muito pelo contrário. Na verdade, você ganhará mais experiência para desenvolver uma proposta melhor em sua próxima oportunidade. 

Este artigo te ajudou? No blog da Embracon tem muitos mais artigos relacionados para tirar as suas dúvidas! 

Acesse nosso site e confira nossas modalidades de consórcio! 

chat Eva