Comprar ou alugar imóvel? Entenda as vantagens e desvantagens

Comprar ou alugar imóvel? Entenda as vantagens e desvantagens

Ter um lugar para chamar de seu é o sonho de grande parte da população. No entanto, como existem tantos tipos de casas ou apartamentos, é fácil as pessoas se sentirem cada vez mais confusas em suas escolhas e quanto ao tipo de negócio a ser encerrado. É aqui que surge a questão: comprar ou alugar imovel? Qual é a melhor escolha?

É importante saber qual das opções melhor se adapta a você e sua família e qual o momento indicado para escolher cada uma delas. Gostaríamos de esclarecer algumas dessas dúvidas já que comprar ou alugar imóvel envolve dinheiro e tomar a decisão correta nessa hora é fundamental.  

Comprar ou alugar imóvel: veja as vantagens do aluguel  

Quando falamos em alugar um imóvel, essa parece ser a melhor opção para curto prazo e alguns dos motivos de se pensar dessa forma, são:

  • Facilidade na hora de acertar o acordo: Ao fazer um contrato de aluguel, você terá um compromisso durante o período acordado. Após o término desse contrato, você pode se mudar para outro local. Não há necessidade de se preocupar com os custos de transação nem com as condições do mercado. Você só precisa encontrar um lugar de que goste. Nesse caso, se houver arrependimento de alugar um imóvel em um local que está ruim por ter encontrado surpresas inesperadas, como o trem que está muito perto da propriedade e causa incômodo, vizinhos com ruídos que causam aborrecimento para você e seus familiares, você pode simplesmente ir para outro lugar.
  • Agilidade na mudança: Quando residimos em um imóvel comprado, além do valor emocional do imóvel, também há dificuldades em fazer mudanças drásticas, como mudar para outra cidade a trabalho. Se você tem a oportunidade de morar no exterior, ou se seu novo vizinho é muito barulhento e te incomoda muito, é bem difícil vender o imóvel no curto prazo.  

No caso do aluguel, esse compromisso só existe pelo período de vigência do contrato, podendo inclusive ser rescindido antecipadamente, com aplicação de multa. Não há necessidade de se preocupar com custos de venda de imóveis, ou com as condições de venda de mercado.

  • Manutenção: Esse tópico é realmente um ponto a se pensar na hora de escolher o aluguel. Isso se dá pois, no caso de comprar o imóvel, a responsabilidade pela manutenção do bem é totalmente sua, podendo ser um gasto maior no seu orçamento mensal. No caso de alugar uma casa ou apartamento, na maioria dos casos, a manutenção é da responsabilidade do proprietário e o agente imobiliário administra a manutenção e a situação.  

Além disso, os proprietários muitas vezes optam por reduzir as taxas de manutenção do aluguel mensal pago pelos atuais residentes da propriedade.

  • Opções de localidade: No caso do aluguel é possível escolher um imóvel de boa qualidade com uma bela localização a um preço que cabe no seu bolso e ainda assim economizar na compra de futuros imóveis. Em outras palavras, você viverá bem - talvez em um imóvel que não possa ser comprado nos próximos 5 anos - e ainda poderá investir parte de seu dinheiro no consórcio para realizar seu sonho de possuir um imóvel.
  • Mais facilidade para economizar dinheiro: Alugar um apartamento é uma opção para as pessoas que têm reservas em caso de emergência. No entanto, essa alternativa só é benéfica se você escolher um imóvel cujo aluguel, IPTU e apartamento valham 20% da sua renda familiar.

Desvantagens de alugar um imóvel  

Contudo quando decidimos alugar um imóvel devemos estar dispostas a encarar algumas desvantagens, tais como:

  • Possibilidade de ser obrigado a se mudar: Depois de receber a notícia, terá que abandonar o imóvel mesmo que não queira, o que é uma realidade para quem vive alugando uma casa. Afinal, o locador pode reivindicar o imóvel ao final do contrato, geralmente por um ano. Além disso, é normal que o contrato de aluguel estipule que o proprietário pode solicitar a venda do imóvel a qualquer momento. Ou seja, fará com que você repita todo o processo de mudança e encontre um novo imóvel, o que causará transtornos. Isso sem falar nos custos de mudança de casa, celebração de contratos e prestação de garantias ou avais de acordo com o tipo de garantia escolhida a princípio.
  • Não possui a liberdade de fazer reformas no imóvel: Ao morar em um imóvel alugado, você não pode fazer mudanças na estrutura do imóvel. Essas mudanças podem acontecer apenas com a permissão do locador, mas investir em propriedades que não pertencem a você com certeza será prejudicial para seu orçamento e geralmente não são reembolsáveis.  

Além disso, se o proprietário não concordar com as mudanças feitas, ele pode solicitar que o imóvel seja adaptado ao seu estado anterior ao final do contrato. Mesmo se a propriedade precisar de reparos, você deve entrar em contato com o proprietário para resolver o problema.

  • O valor exigido mensalmente pode aumentar: Os aluguéis são afetados por reajustes inflacionários, estipulados em contrato. Além disso, ao final do contrato, o locador pode decidir reajustar o valor além do índice por diversos motivos. Portanto, pode acontecer que o aluguel seja superior à sua capacidade de pagamento e, até mesmo, afete o orçamento mensal da família, podendo acarretar em danos financeiros.
  • Você não possuirá poder de voto no condomínio: A menos que tenha uma carta de permissão, o inquilino não pode votar em decisões importantes relacionadas ao condomínio, e não tem opinião sobre as necessidades de melhorias, engenharia e despesas que podem alterar o valor do custo do apartamento e a qualidade de vida.

Como ter segurança na hora de alugar um imóvel?

Alugar um imóvel pode ser mais fácil do que parece. Porém, como em qualquer negociação, alguns cuidados devem ser tomados para garantir um máximo de segurança no processo. Nesse caso, os inquilinos e proprietários devem prestar atenção a pontos específicos, como os termos do contrato, situação da propriedade, etc.

Proprietários do imóvel

É muito importante verificar alguns detalhes antes de anunciar o seu imóvel para locação. Não há dúvida de que a apresentação é um fator que pode ter impacto.  

Dica: Mesmo que a primeira impressão não seja boa, você ainda estaria interessado em uma casa ou apartamento? Portanto, ao exibir sua propriedade, faça um bom trabalho de limpeza!

Inquilinos

Por sua vez, os inquilinos precisam analisar se a propriedade em questão atende às suas necessidades em termos de espaço e localização. O contrato deve conter:

  • Preço de aluguel;
  • Tempo efetivo;
  • Garantias - como seguro de arrendamento;
  • Penalidades em caso de conflito ou quebra de contrato.

Lembre-se de estar seguro e compreender o acordo em profundidade. Dessa forma, você pode evitar surpresas negativas.

Quais são as principais medidas de segurança ao alugar uma casa?

Proprietário do imóvel  

Para alugar uma casa com segurança, você precisa prestar atenção às seguintes questões:  

  • Faça a manutenção da parte hidráulica;  
  • Inspeção de conformidade
  • Registre os termos de entrega e, em seguida, registre os termos de recebimento da propriedade;  
  • Verifique o contrato e certifique-se de que está em conformidade com o acordo.

Inquilino

Os inquilinos também devem prestar atenção às questões:  

  • Definir o perfil do atributo a ser pesquisado (quarto, tamanho, comunidade, etc.)  
  • Visite a propriedade o máximo de tempo possível;
  • Fique atento à localização e descontos de comércio, serviços e lazer na região;  
  • Compreender todos os custos envolvidos (aluguel, IPTU, água, luz etc.);  
  • Certifique-se de que esses valores não excedam 30% de sua renda familiar;
  • Verifique os detalhes e os termos do contrato.

A compra da casa própria  

Em um país que geralmente despreza a educação financeira, as pessoas, principalmente os idosos, ainda pensam que uma casa é o melhor investimento que uma pessoa pode fazer na vida. Possuir uma casa pode ter suas vantagens, muitas pessoas consideram o consórcio de imóveis para realizar esse sonho, por ser uma condição mais acessível para pessoas de baixa renda. Mas adquirir a casa própria é um sonho e não um simples investimento.

Comprar ou alugar um imóvel: Vantagens de comprar um imóvel

A compra de um imóvel pode ser a aquisição mais cara que você fará em toda a sua vida, por isso a reflexão é bastante necessária para tomar sua decisão final com segurança. Veja as vantagens ao realizar a compra de um imóvel, como:

  • Sem dores de cabeça: Uma das principais desvantagens do aluguel é a incerteza que surge quando o contrato está prestes a terminar. Por mais que o locatário instale e se adapte confortavelmente ao espaço, o locador pode alterar os termos do contrato ou mesmo exigir que o imóvel seja retomado. Além disso, qualquer questão que requeira algum tipo de manutenção sempre envolverá locadores, inquilinos e corretores imobiliários, e requer diálogo e boa vontade de todas as partes.
  • Senta-se em casa: Para transformar uma casa ou apartamento em um lar, os residentes precisam ter a liberdade de deixá-los do seu agrado. É possível conseguir isso personalizando o espaço: seja mudando a organização da cozinha, substituindo os azulejos do banheiro ou instalando uma nova porta. Quando você é o proprietário do imóvel, a decisão é exclusivamente sua, mas em uma casa alugada, você deve notificar o proprietário e, claro, também deve obter o seu consentimento, o que nem sempre é viável.
  • Contar com o consórcio para facilitar a aquisição: Investir em consórcio para compra do seu imovel é sem dúvidas uma boa opção. A maior vantagem desse modelo é que você não precisa pagar entrada e não cobra juros no parcelamento. O valor total é deduzido e colocado no bolso, o que é adequado para o orçamento mensal de todos.

Além disso, ter um lugar só para você pode ser mais inteligente e trazer benefícios no futuro.

O que é preciso saber antes de decidir comprar seu imóvel  

As principais características do mercado imobiliário atual:

  • Variedade de ofertas de crédito;  
  • Sem tanta burocracia;  
  • Utilizar tecnologias que facilitam o processo de busca e compra.

Acredita-se que o momento atual do mercado imobiliário seja propício para a compra do imóvel dos seus sonhos. Isso se deve às boas cotações, às novas demandas dos proprietários a negociar valor e às taxas de financiamento mais baixas.  

Portanto, podemos dizer que este é o melhor momento para quem está financeiramente estável e com capacidade de planejamento de longo prazo. Mas antes de decidir leve em consideração alguns fatores, como a hora da negociação.

Os proprietários estão mais dispostos a negociar e oferecer descontos no valor do imóvel. Como os imóveis podem gerar custos elevados, os direitos estão incluídos valores condizentes com a realidade. Dessa forma, pode ser um bom momento para ambas as partes chegarem a um acordo mais satisfatório. Mas lembre-se de não tentar comprar aquilo que futuramente você não poderá arcar com os custos.  

Como escolher o imóvel ideal

  1. Verifique-se que a propriedade está dentro do seu orçamento: É muito importante considerar se o valor da propriedade está dentro da faixa de valor em seu bolso. Além de considerar os custos de aquisição, os custos de condomínio, manutenção e impostos sobre a propriedade também precisam ser considerados.
  1. Verifique o estado geral do imóvel: É importante considerar possíveis reformas ou expansão que são necessárias em certas circunstâncias. Você também precisa analisar se a propriedade atende às suas expectativas de longo prazo e se é adequada para seu estilo de vida atual e se poderá se adequar futuramente caso mude.
  1. Verifique o status legal da propriedade: Essa sem dúvidas é uma das questões mais importantes para se ter em mente. Além de verificar a estrutura, é necessário consultar a situação jurídica atual do imóvel. Por exemplo, saber se você tem dívidas pendentes é um fator muito relevante. Afinal, você não quer ter problemas enquanto desfruta de sua nova casa, não é? Para isso, você pode contar com alguma assessoria jurídica, que o ajudará com o processo e fornecerá documentos que comprovem que o imóvel atende aos requisitos necessários.
  1. Estude a região: Embora muitas pessoas se concentrem apenas em imóveis, sua localização é igualmente importante. Dessa forma, você deve levar isso em consideração desde o início de sua busca pela casa própria ideal. Isso porque a região pode ser útil ou não investimento, dependendo das necessidades que você já considera no início.

Maneiras de comprar um imóvel

Ao comprar um imóvel, é normal ter dúvidas sobre a possibilidade de pagamento pelo imóvel. Isso porque se trata de uma aquisição que requer muito investimento financeiro e todos os aspectos devem ser considerados com atenção.

Financiamento  

Comprar um apartamento através do financiamento imobiliário é uma das formas mais comuns de concretizar o sonho de ser proprietário de um imóvel. Esta forma de aquisição é muito popular porque é apropriado para quem decide ser proprietário de um imóvel mas não tem o valor total. Nesse caso, você pode solicitar crédito imobiliário junto às instituições que operam esse financiamento.  

À Vista  

A compra de imóveis à vista tem maior poder de barganha, resultando nas mais diversas vantagens. Este privilégio é reservado para aqueles que têm o valor total para quitar o débito e podem ser totalmente utilizados.

Lembre-se, ao se preparar para comprar à vista, reserve o valor devido aos documentos de propriedade. Observe que na compra do primeiro imóvel você tem direito a um desconto no valor da taxa do cartório - até 50%.

Além do custo do apartamento e dos registros do cartório, lembre-se de que a mudança para um novo endereço também envolve custos diversos. Em seguida, anote essas despesas e entre em um novo imóvel sem enfrentar dificuldades financeiras.

Consórcio

Os consórcios imobiliários são uma das principais modalidades de aquisição de imóveis do mercado. A partir daí, você pode obter o crédito necessário para adquirir o imóvel, parcelar e fazer um plano abrangido.

Atualmente, o consórcio imobiliário é uma das formas mais seguras para quem deseja atingir grandes objetivos, como a compra de casa própria. Esse tipo de aquisição reúne vantagens importantes, como flexibilidade e economia. Portanto, entender como funciona o consórcio imobiliário é um passo importante para você simplificar a realização do seu sonho de possuir uma casa ou investir para expandir seu patrimônio.  

Consórcio de imóveis é uma forma programática de compra, reúne um certo número de pessoas para comprar um imóvel. Trabalha com a formação do grupo de pessoas interessadas na compra no imóvel, por meio da carta de crédito, sendo que o grupo só é finalizado quando cada indivíduo obter o imóvel a que tem direito.

Durante o período de grupo, os participantes pagam uma mensalidade correspondente à sua participação no preço total dos itens a serem adquiridos. Quando ocorre uma contemplação, os membros do consórcio recebem uma carta de crédito no valor do contrato e podem adquirir o item.

A adesão ao consórcio é muito simples. A primeira etapa é encontrar uma administradora de confiança e analisar as opções de planejamento disponíveis. Lembre-se do preço da mercadoria que deseja adquirir, do valor do parcelamento que mais se adequa à sua situação financeira e do prazo de parcelamento para escolher a melhor opção para atingir seu objetivo.

Faça sua simulação para adquirir seu imóvel através do Consórcio Embracon. A administradora já tem mais de 30 anos no mercado realizando o sonho de milhares de brasileiros.

Simulação
chat Eva