Explicando o consórcio e sua taxa de administração

Explicando o consórcio e sua taxa de administração

O consórcio é conhecido por ajudar as pessoas a realizarem os seus sonhos sem ter que comprometer os seus rendimentos mensais. De forma planejada e organizada, você pode investir no sonho da casa própria, na compra ou troca do seu carro, na aquisição de uma moto e até mesmo em veículos pesados. Ah, também é possível investir em experiências com o consórcio de serviços, que possibilita pagar estudos, viagens, reforma, cirurgias e até mesmo festas especiais, incluindo o casamento. 

Com o consórcio, você não precisa se preocupar em ter o valor de entrada para a compra do seu bem. Na verdade, você faz uma simulação do bem que deseja e define o valor da carta de crédito, que serve como referência para a sua compra, e a quantidade de parcelas em que deseja dividir. 

Pela simulação, você já sabe quanto precisa pagar de mensalidade para o consórcio. É possível simular um bem quantas vezes achar necessário. Na verdade, as administradoras estimulam os interessados a fazer uma simulação de consórcio, para que consigam identificar um valor de mensalidade que esteja dentro de seu planejamento financeiro

Por regra, as mensalidades não podem ultrapassar 30% dos rendimentos mensais do consorciado. Antes de fechar o contrato, a administradora faz uma rápida análise de crédito, observando apenas os rendimentos mensais.  

Ao fechar o contrato de consórcio, você entra em um grupo, que reúne pessoas com interesses semelhantes ao seu. Por exemplo, se tiver investindo em uma cota de automóveis, estará em um grupo com pessoas que, em sua maioria, também têm interesse na compra de um carro. 

Nos grupos, você participa das assembleias mensais, que realizam a contemplação dos bens. Você pode ser contemplado por meio dos sorteios

Caso não queira aguardar o sorteio, você pode tentar a oferta de um lance, que é um valor a mais que cada um pode tentar com o objetivo de antecipar sua contemplação. Pela Área de Clientes, é possível apresentar sua oferta - contanto que siga o mínimo recomendado pela administradora, de 10% do total da carta de crédito. 

Pelo lance livre, que é a modalidade mais comum de lance, o maior valor ofertado em uma assembleia define o vencedor. Se você tiver proposto um lance, mas outro consorciado for contemplado, sem problemas: seu valor não é debitado, e você pode tentar novamente nos meses seguintes. Trata-se de uma boa oportunidade para juntar um valor ainda maior e, assim, aumentar as chances de ser contemplado. 

Da mesma forma que o contemplado por sorteio, o contemplado por lance precisa passar pela análise de crédito. Se for aprovado, tem acesso à carta de crédito, que dá poder de compra à vista para o bem selecionado. 

Agora que você conhece bem como funciona o consórcio, vamos explicar sobre a taxa de administração

O que é e como funciona a taxa de administração de um consórcio 

Diferentemente do financiamento, por mais que o consórcio permita o parcelamento da compra de um bem, não faz cobrança de juros nas mensalidades

Quando você opta pelo consórcio, tem poder de escolha do valor da carta de crédito e a quantidade de mensalidades que deseja pagar, sempre de acordo com as limitações do bem selecionado. 

Para remunerar a administradora de consórcio por todos os serviços realizados, é cobrado taxa de administração nas mensalidades. Este valor é prefixado. A partir do momento que você faz a simulação, já sabe quanto pagará de parcela com o acréscimo dessa taxa. 

O objetivo da taxa de administração é remunerar a empresa responsável pelo consórcio. Afinal, ela conduz uma série de serviços, como: 

  • Disponibilizar a ferramenta de simulação de consórcio, que permite ao interessado verificar qual o melhor valor para pagar de mensalidade; 

  • Entregar o contrato de adesão, com todos os pontos específicos sobre o consórcio; 

  • Formar os grupos de consórcio, sempre de acordo com o bem de interesse e valores próximos de carta de crédito; 

  • Auxiliar no processo de nomear os representantes dos grupos, que falam em nome de todos os integrantes diante de algum assunto burocrático diante da administradora; 

  • Realizar a análise de crédito antes do processo de contemplação, a fim de garantir que o consorciado continue comprometido com as mensalidades do consórcio mesmo após ter realizado a compra do bem; 

  • Entregar as cartas de crédito para os consorciados, que são contemplados mensalmente pelas assembleias; 

Por ser prefixado, o consorciado já sabe quanto precisa pagar de taxa de administração desde o início. Essa cobrança é diferente dos juros, que costumam ser aplicados em formato de juros composto pelas instituições financeiras. Por conta dos juros, o bem pode custar mais que o dobro de seu valor original.  

Deu pra perceber que o consórcio é a melhor forma de investir no bem que você tanto sonhou. Faça uma simulação agora mesmo e garanta uma economia significativa ao planejar a sua compra. 

chat Eva