Faça sua simulação de consórcio

Faça sua simulação de consórcio

O consórcio é uma forma de investir em um bem de alto valor sempre de acordo com o seu planejamento financeiro. Diferentemente de outras modalidades, você não sai com o bem na hora, mas pode parcelar a sua compra da forma que desejar, sem ter que pagar valor de entrada ou juros nas mensalidades.

De fato, o consórcio funciona como um autofinanciamento. É você que determina o valor do bem que deseja comprar e a quantidade de parcelas.

Depois desse processo, você fecha o contrato e é inserido em um grupo, onde pode ser contemplado por meio dos sorteios ou com a oferta de um lance, que é um valor a mais que cada consorciado por tentar para antecipar sua aquisição.

Ao ser contemplado, você tem acesso ao valor que possibilita a compra do bem que escolheu. Com poder de compra à vista, você pode ter uma boa margem de negociação e, assim, realizar o seu sonho.

Deu para perceber que o processo não é assim tão complicado, não é mesmo? Isso porque o consórcio conta com um mecanismo bem importante: a simulação, que é o primeiro passo para que consiga investir em sua cota.

A seguir, vamos explicar todos os detalhes de como funciona a simulação de consórcio.

Como fazer a simulação de um consórcio

Todo consórcio deve ser realizado por uma administradora com autorização do Banco Central do Brasil (Bacen). Somente elas têm autonomia e estrutura para lidar com todas as etapas da modalidade, como a formação dos grupos e entrega das cartas de crédito.

É possível visualizar o ranking do Bacen para escolher a administradora. A Embracon, por exemplo, se destaca como uma das melhores do segmento, com mais de 30 anos de atuação.

Após escolher a administradora, você pode partir para o processo de simulação de consórcio pelo site.

O primeiro passo é escolher que tipo de bem deseja comprar com o consórcio. Na Embracon, você pode selecionar:

  • Consórcio de automóveis: para a compra de automóveis novos e seminovos;

  • Consórcio de motos: para a compra da motocicleta que sempre quis em sua garagem;

  • Consórcio de imóveis: para quem deseja realizar o sonho da casa própria, comprar um apartamento na planta, apartamento já decorado, terreno para construir ou até mesmo um empreendimento comercial com a carta de crédito;

  • Consórcio de serviços: esta categoria é nova e permite realizar uma série de experiências, como uma viagem, estudos (para pagar faculdade, cursos livres, intercâmbio etc), festas (formatura, casamento, aniversários), cirurgias e reformas;

  • Consórcio de pesados: para a compra de caminhões, ônibus, vans e máquinas agrícolas.

Ao escolher o tipo de bem, você é automaticamente direcionado para fazer a sua simulação de consórcio, onde precisa selecionar o valor de carta de crédito e a quantidade de mensalidades que deseja dividir.

Cada tipo de bem possui seus próprios limites de carta de crédito. Por exemplo, para o consórcio de serviços, o interessado pode selecionar um valor de até R$ 30 mil. Mas, se quiser investir na compra de uma casa ou apartamento, pode selecionar uma carta de até R$ 500 mil pelo consórcio de imóveis.

A carta de crédito corresponde ao valor do bem que deseja comprar. Porém, não precisa se preocupar em escolher o valor certinho do bem: até ser contemplado, sua carta de crédito passa por reajuste, devido à inflação.

Ao escolher a carta de crédito e a quantidade de parcelas, você já sabe o valor que terá que pagar mensalmente.

Como é calculada a parcela do consórcio

Além da divisão da carta de crédito, que corresponde ao valor do bem que deseja comprar, e a quantidade de mensalidades, o simulador de consórcio já retorna com o valor fixo das mensalidades, considerando:

  • Taxa de administração: que serve para remunerar a empresa de consórcio por todos os serviços realizados, como formação dos grupos, entrega das cartas de crédito, análise dos consorciados, entre outros. Um índice bem inferior aos juros do financiamento, por exemplo, que podem levar o total a prazo de um bem a custar quase o dobro do valor original.

  • Fundo de reserva: um percentual da carta de crédito para garantir que o fundo comum, que é responsável pela entrega das cartas de crédito, mantenha-se saudável. Para isso, é preciso que os consorciados do grupo paguem na data correta as mensalidades. Quando uma ou mais pessoas deixam de pagar, coloca em risco os demais integrantes do grupo. Caso o fundo de reserva não seja utilizado em sua totalidade, o valor remanescente é repartido entre os integrantes do grupo antes do encerramento.

Depois que você realiza o processo de simulação, um especialista de consórcio entra em contato para tirar todas as dúvidas e fechar o contrato de adesão. Então, você passa a integrar um grupo e pode participar das assembleias, com as chances de ser sorteado com a carta de crédito ou fazer a oferta de um lance para antecipar a sua aquisição.

Para ter acesso à carta, é preciso estar com o pagamento em dia das mensalidades e participar das assembleias.

Ao ser contemplado, você passa por uma análise de crédito, momento em que a administradora verifica seus dados pessoais, consulta seu nome nos órgãos de proteção ao crédito e pode solicitar a indicação de um devedor solidário, que compartilha a responsabilidade da dívida.

Fique atento às recomendações da administradora, para que possa ter acesso à sua carta de crédito e, assim, conseguir comprar à vista o bem que escolheu.

Deu pra perceber que é fácil fazer um consórcio, não é mesmo? Faça uma simulação e invista o quanto antes na realização do seu sonho.

chat Eva