Imóvel usado: cuidados e vantagens

Imóvel usado: cuidados e vantagens

Comprar um imóvel representa um alto investimento. Quando se trata de comprar um imóvel usado, deve-se ter um cuidado redobrado para evitar danos e custos adicionais.  

Além disso, comprar uma casa que já foi habitada também tem algumas particularidades. A maior vantagem de comprar um imóvel usado é o seu valor, que costuma ser mais barato do que um imóvel novo. Além disso, as residências estão prontas para morar, o que pode ser um diferencial para quem tem pressa de se mudar. 

Confira os pontos a serem analisados ​​na hora de comprar um imóvel usado neste artigo. 

Vale a pena comprar imóvel usado? 

Para cada novo imóvel, há sete imóveis usados ​​à venda no Brasil, anunciou o Sindicato da Habitação. Isso se deve à maior oferta de unidades no mercado e preços mais acessíveis em relação aos imóveis novos e prontos. No entanto, esta é uma compra que exige cautela, pois esses imóveis podem exigir reformas e custos adicionais. 

Para facilitar a escolha, é importante listar todos os itens essenciais do imóvel para você. Dessa forma, você pode definir prioridades e analisar melhor qual tipo de imóvel atende às suas necessidades.  Isso porque um imóvel usado possui um preço menor em relação aos empreendimentos novos, além de já estar pronto para morar ele já está pronto para morar. 

Além disso, é importante avaliar sua situação financeira antes de decidir se deve escolher um imóvel usado.  

O que fazer para não errar na hora de comprar um imóvel usado 

Comprar um imóvel usado não precisa ser uma dor de cabeça. Contudo, o processo requer alguns pontos de atenção. 

Avalie o estado de conservação do imóvel 

Antes de comprar um imóvel usado, é importante verificar o estado de toda a infraestrutura do local. Essa análise varia desde a verificação de vazamentos, infiltrações e rachaduras em pisos irregulares. Além disso, para apartamentos, também é importante observar sua condição, recomenda-se verificar durante o dia. 

Esse procedimento é importante porque a condição física de um imóvel usado é um bom indicador do motivo pelo qual está sendo vendido. Portanto, fique atento a rachaduras nas paredes que possam indicar problemas estruturais, bem como sinais de vazamentos nos tetos dos banheiros. Você pode contar com a ajuda de um especialista para realizar essa verificação, mas isso não é necessário. 

No entanto, é importante lembrar que é normal que um imóvel usado necessite de pequenos reparos. Essas reformas podem valer a pena pela proporção ou pelo preço do imóvel e todos esses fatores devem ser analisados. 

Tenha uma lista dos melhores pontos do imóvel 

Ao procurar imóveis, usados ​​ou não, é interessante organizar uma lista das vantagens de cada imóvel visitado. O apartamento tem uma grande varanda, mas apenas um lugar de estacionamento? Anotar essas informações pode facilitar a escolha entre as duas propriedades, pois há prós e contras a serem observados. 

Outra dica é pedir ao corretor ou proprietário para tirar fotos do imóvel que está sendo visitado. Para isso, diga que são apenas para uso pessoal e prometa não publicar nada na web. Essas fotos podem ajudá-lo a imaginar como seria morar lá, além de adicionar informações à sua lista. Se isso não for possível, você pode procurar fotos do imóvel no site da imobiliária. 

Fique atento à documentação 

Antes de assinar um contrato de compra e venda, é importante verificar a escritura e o registro do imóvel. Além disso, você pode solicitar o histórico de propriedade do imóvel por meio de um cadastro atualizado no cartório. Este documento mostra se a casa ou apartamento está realmente quitado. 

Além disso, é necessária uma certidão negativa de impostos. Este documento garante que o Imposto Predial e Territorial Municipal (IPTU) esteja em dia. Indica também se a área construída corresponde à área declarada ao município. Outra ênfase está nos memoriais descritivos sobre o imóvel. Isso porque simplesmente verificar a condição física do imóvel não é suficiente. O documento inclui pontos básicos desde a divisão dos cômodos até o tipo de piso residencial. 

Além das finalidades descritas neste documento, sua inscrição é importante para determinar se toda a documentação está devidamente autenticada em cartório. Se não for o caso, o processo é caro e a compra pode ser desqualificada devido a custos adicionais. Se você ainda quiser comprar o imóvel, peça um desconto para cobrir esses custos. 

Em casos de compra de apartamento 

No caso de uma casa de condomínio ou apartamento, verifique com o banco ou administradora as taxas mensais ou multas não pagas. Isso porque, ao comprar um imóvel, você assume todas as responsabilidades pelo imóvel, inclusive as dívidas pré-compra. 

Converse com moradores 

Na compra de qualquer imóvel, usado ou não, inclui conversas informais com outros moradores. Essa conversa é um bom indicador se houver problemas no condomínio, como barulho ou dívidas vencidas em muitas unidades. 

Conte com um profissional 

Todo o processo de compra de um imóvel requer muita atenção e cautela. Desde a primeira visualização da casa até a assinatura do contrato de compra e venda, muitas questões precisam ser analisadas, com as quais os especialistas do mercado imobiliário podem contar. Empresas imobiliárias geralmente oferecem estes serviços por uma taxa estipulada. 

Como funciona o consórcio para imóveis usados 

Ao adquirir cotas de consórcio, você passa a fazer parte de um grupo de pessoas físicas ou jurídicas com o objetivo de constituir uma caderneta de poupança para a compra (no caso de imóveis) por meio de autofinanciamento. 

A cada mês, todos os participantes do grupo concorrem em igualdade de condições ao sorteio contemplativo. Para que a carta de crédito seja entregue sem problemas, é necessário estar atento aos pagamentos das parcelas. 

Mediante contemplação, por sorteio ou lance, os membros do consórcio receberão uma carta de crédito que poderá ser utilizada para adquirir qualquer tipo de imóvel, novo ou usado, residencial ou comercial.  

Se você está pensando em adquirir um ativo, confira os bons motivos para formar um consórcio. 

Planos diversificados 

Você pode definir o valor que precisa para comprar os itens antes do prazo. A compra de uma ou mais cotas pode ser simulada sem juros, organizando suas compras sem sobrecarregar seu orçamento. 

Custo acessível 

Como não há juros no sistema de consórcio, o valor do bem é pago integralmente no valor da mensalidade pré-estabelecida em contrato. Você paga uma taxa de administração, que é a remuneração da administradora, mas é diluída em todo o programa e não pesa no orçamento. 

Flexibilidade 

Os membros do consórcio encontram flexibilidade não apenas na simulação e na seleção dos planos de um consórcio para compra de imóveis. Quando contemplado, os participantes podem optar por obter quaisquer bens ou serviços que se enquadrem na sua categoria de grupo de consórcio.  

Assim, se você formar um consórcio para adquirir um imóvel, poderá adquirir qualquer tipo de imóvel que desejar, como novo ou usado, comercial ou residencial, utilizando o crédito prospectivo conforme ditado pelo Banco Central

Compra à vista 

Mesmo que os bens a serem selecionados sejam pagos integralmente no consórcio, uma carta de crédito obtida por sorteio ou lance equivale à compra dos bens à vista. Assim, na hora de adquirir, você ainda tem poder de barganha para aproveitar o melhor preço. 

Ficou interessado em investir em um imóvel usado? Faça uma simulação e confira as vantagens do consórcio para aquisição de imóveis usados. 

chat Eva