Devo investir em seguro de imóveis?

Devo investir em seguro de imóveis?

É um alívio quando você pode recorrer a alguém para obter proteção ou ajuda na hora de algum contratempo, não é? O seguro de imóveis é conhecido exatamente por isso, pois ele oferece proteção integral a baixo custo nos momentos mais delicados, sendo uma forma eficaz de proteger você e sua família de imprevistos que podem acontecer a um de seus bens mais preciosos: sua própria casa.

Importância de investir em seguro de imóveis

Esse tipo de seguro visa a proteção dos bens pessoais e imóveis do seu cliente. Em alguns casos, essa proteção pode se referir tanto à estrutura física da propriedade quanto ao seu conteúdo interno. Por sua ampla cobertura, o seguro familiar é considerado um seguro multirriscos, pois de acordo com a necessidade dos clientes, múltiplos seguros se combinam em uma única apólice formada pelas coberturas selecionadas.  

Além de não correr o risco de afetar seu orçamento repentinamente devido a possíveis perdas e danos causados na propriedade, você pode ficar financeiramente tranquilo e também desfrutar de uma variedade de serviços de reparo no local por 24 horas. Comparado com outros seguros, o menor custo do seguro de imóveis é uma das vantagens desse serviço. Para constituir o custo do seguro de imóveis, vários fatores são considerados, como o tipo de imóvel e a cobertura.

Motivos para optar por um seguro de imóveis?

  1. Liberdade de escolher suas necessidades: Para que o cliente possa formular políticas de forma autônoma com base em suas necessidades, ao invés de ter que fazer um plano repleto de serviços desnecessários e desnecessários, o que só vai encarecer o produto.
  1. Tranquilidade e melhor atendimento: Se houver necessidade com algum aborrecimento o qual é coberto pelo seguro familiar, o segurado receberá uma indenização para ressarcir os prejuízos. Além disso, como mencionado, você pode contar com assistência 24 horas para reparos domésticos e evitar grandes previsões orçamentárias.
  1. Ampla cobertura: Este tipo de seguro multirriscos oferece seguro de emergência funcional e garantias de diversos serviços, entre eles:
  • Incidentes causados por incêndio;  
  • Roubo ou furto;
  • Responsabilidade civil familiar: Subscrever os danos causados ​​pelos dependentes do segurado a terceiros;
  • Quedas de raios e explosões causadas por gás doméstico;
  • Desmoronamento: Cobre os danos causados ​​por colapso parcial ou totalmente imprevisível;
  • Despesas com combate a incêndio;
  • Resgate e destroços no local, entre outros.

O seguro de imóveis é muito importante para todos os tipos de bens, inclusive os apartamentos fechados. E em comparação a outros tipos de seguros o seguro de imóveis tem o custo benefício maior, pois alguns itens que ele cobre se o contrato separadamente o custo será muito maior. Ou seja o seguro de imóveis conta com uma ampla cobertura e um custo benefício maior do que outros tipos de seguro, como:

Seguro Condomínio

O seguro de condomínio é obrigatório por lei, pois se trate de apartamento vertical (residencial, comercial, misto, apart-hotel, shopping, etc.) ou apartamento horizontal (casa), sendo o gerente obrigado a assinar o contrato.  

O objetivo é garantir a proteção de edifícios e áreas públicas, como halls de entrada, parques infantis, elevadores, etc. Ou seja, protege apenas áreas comuns do imóvel.  

Valor de um seguro de imóveis  

Ao contrário do que pensam, não é caro porque geralmente não ultrapassa 1% do valor do imóvel.  

Segundo levantamento da Associação Proteste de Consumidores, o custo médio do seguro domiciliar é de R $456 por ano. Porém, de acordo com a cobertura e seguradora, o preço pode ser muito mais baixo ou muito mais alto. É por isso que é importante realizar um estudo completo de valor e ajuda.

O que é franquia?

A franquia é o valor pago pelo segurado em caso de sinistro no imóvel. Uma divisão de perdas que inclui seguro.  Em resumo, se a casa for danificada, o segurado é responsável por certa indenização.

Não é novidade que, ao se inscrever para o seguro, a franquia do seguro de habitação foi determinada na apólice de seguro. Portanto, vale atentar para o detalhamento de cada cobertura de contrato, pois os valores entre as coberturas são diferentes. De modo geral, o seguro residencial básico que cobre incêndio, raio e explosão não tem franquia.

Como a franquia funciona?

A franquia é um valor o qual o segurado se dispõe a pagar em caso de danos materiais à residência. Todas as coberturas?  Não, isso depende da seguradora. Mas, geralmente, seguro para danos elétricos, tempestades, acidentes, acidentes aéreos e colisões de veículos incluem franquias.

Tipos de franquia

Franquia Simples

Nesse caso, a participação do segurado na indenização é previamente acordada em contrato. É definido um valor pré-acordado, que deve ser de responsabilidade exclusiva do cliente. A menos que haja uma perda que exceda a franquia, a indenização total será gerada pelo seguro, garantindo que o segurado não precise pagar por ela.

Franquia Dedutível

Nesse caso, a franquia do seguro de imóveis exige que o segurado arcará com todas as perdas. Concordar em pagar cada sinistro coberto em uma base pro rata. Claro, sempre quando você precisar ligar para o seguro. Esse tipo de franquia costuma ser mais utilizado entre as seguradoras.

O que é sinistro?

“Sinistro” é o acidente que causa danos e / ou danos ao bem segurado, portanto, o termo consta da apólice de seguro. A forma do evento não importa, se é repentino, involuntário ou imprevisto. Todos os prejuízos causados ​​pelas condições cobertas pela apólice serão indenizados às partes contratantes. A reclamação pode ser considerada parcial ou total, dependendo do dano causado.

Documentos em caso de sinistro  

Os documentos exigidos pelas seguradoras variam de com o ocorrido, porém os documentos mais comuns, são:

  • Boletim informativo de sinistro;
  • Descrição do dano que ocorreu;
  • Boletim de ocorrência da polícia e dos bombeiros;
  • Comprovante de despesas feitas em combate ao sinistro
  • Orçamento de reparo / substituição  
  • Comprovantes da compra dos itens perdidos;
  • Comprovante de propriedade

É importante lembrar que as seguradoras podem solicitar documentos e disponibilizar procedimentos diversos. Após seguir passo a passo o procedimento de comunicação do sinistro, visita do representante e entrega dos documentos, a seguradora fará uma análise do seu sinistro.

Conheça a importância do seguro de consórcio no site da Embracon.

Simulação
chat Eva