O que é franquia de seguro?

O que é franquia de seguro?

A franquia de seguro é uma participação obrigatória do segurado em um sinistro, em outras palavras, é o preço que o segurado precisa pagar em determinados tipos de sinistro para conseguirem que a seguradora realize os reparos necessários. Esse é um assunto que ainda levanta muitos questionamentos, como: quando a cobrança pode ser realizada, quais são os modelos de franquia e se realmente é necessário arcar com esse custo em todas as situações.

Neste artigo, vamos esclarecer o que é franquia de seguro, em que momento ela pode ser aplicada e, também, quais são os tipos, sendo elas: ampliada, básica e reduzida. Continue a leitura e entenda de uma vez por todas como funciona!

O que é franquia de seguros?

Como já mencionado acima, a franquia de seguros basicamente é a participação obrigatória do segurado para que o bem para o qual contratou o seguro, seja veículo, residência ou condomínio, esteja reparado em eventos de sinistro que tenham cobertura na sua apólice.

A pessoa interessada que comprou um seguro de auto, por exemplo, e sofreu uma batida leve no seu carro, precisa acionar o seguro e, para fazer o reparo, precisa arcar com a franquia estipulada no seu contrato. Neste caso, o valor é pago diretamente à oficina mecânica após a seguradora aprovar os reparos e autorizar o serviço.

Quando pagar a franquia?

Uma das principais dúvidas de quem tem interesse em contratar um seguro auto ou residencial é quando a franquia precisa ser paga. Para responder essa questão, listamos abaixo quais são os tipos de sinistro que exigem o pagamento desse valor e aqueles nos quais ela não se aplica.

Entenda como funciona!

Sinistro de imóveis

Quando se trata de seguro de imóveis, o pagamento da franquia pode variar conforme as coberturas que você aderiu. Por esse motivo, é extremamente importante conversar com a empresa para entender como ela irá funcionar.

Sinistro parcial

O sinistro parcial é aplicado quando os danos no bem segurado são inferiores a 75% do seu valor. Nessa situação, o pagamento da franquia de seguro é obrigatório.

Esse tipo de sinistro pode ocorrer quando existem situações como causas naturais, colisões ou furtos e roubos (no caso de automóveis). Esse tipo de sinistro é considerado parcial quando o automóvel é recuperado, mas possui algumas avarias, por exemplo.

Sinistro com envolvimento de terceiros

Outro tipo de sinistro é aquele que envolve terceiros. Caso o segurado tenha um seguro para o seu veículo e se envolva em um acidente de trânsito com outro automóvel, por exemplo, é necessário pagar a franquia para que a seguradora cubra as despesas do outro lado.

Ainda assim, é necessário que o seguro contratado contemple danos a terceiros em sua cobertura.

Sinistro integral

Com esse tipo de sinistro, o bem é considerado irrecuperável ou os danos superam 75% do valor total. Sendo assim, o segurado tem direito de ser ressarcido sem a necessidade de pagar a franquia do seguro.

No caso do seguro de veículo, a franquia também não precisa ser paga quando o automóvel é furtado ou roubado e não é recuperado.

Quais são os tipos de franquia de seguros?

Agora que já esclarecemos quando a franquia de seguros precisa ou não ser paga, é fundamental entender quais são as modalidades para escolher a mais adequada que se encaixe no seu perfil. Entre as franquias de seguro disponíveis estão a básica, a ampliada e a reduzida. Explicamos cada caso detalhadamente abaixo.

Ampliada

A franquia ampliada é aquela que possui um valor acima de 100% da opção básica. Essa porcentagem pode chegar até a 200%. Caso tenha intenção de optar por um seguro com a franquia ampliada, saiba que o segurado tem maior participação financeira nos prejuízos indenizáveis. Em contrapartida, possui o maior desconto no valor do seu seguro.

Básica

Esse é o tipo de franquia de seguros básica mais comum nas apólices. Com ela, o segurado precisa contribuir financeiramente nos prejuízos indenizáveis por evento, como uma batida leve, no caso do seguro de veículo.

Reduzida

Quem escolhe a franquia de seguros reduzida só paga 50% do valor da versão básica. Nesse caso, o contratante tem menor participação nos prejuízos passíveis de indenização. Contudo, o valor cobrado pelo seguro é mais alto.

Antes de contratar o seu seguro, é essencial ter em mente que, normalmente, o valor da franquia equilibra o preço final do produto. Em outras palavras, quanto menor a franquia a ser paga pelo segurado, maior será o valor do seguro.

Vale a pena pagar por esse seguro?

Existem diversas situações em que a franquia precisa ser paga para que o segurado consiga realizar os devidos reparos em seu veículo ou residência. Ainda assim, dependendo do valor cobrado para realização do reparo, pode não valer a pena acionar o seguro.

É válido ressaltar também que o valor da franquia de seguros estabelecido pelas seguradoras leva em consideração diversos aspectos, como características do bem e perfil do contratante. Por esse motivo, essa taxa varia bastante.

É sempre importante analisar se realmente vale a pena abrir um chamado de sinistro. A regra é simples: recorrer à seguradora só é considerado válido se o valor do conserto/reparo for superior à franquia de seguros contratada.

Outro fator a ser levado em consideração na hora de recorrer ou não à seguradora em caso de sinistro é o bônus que você pode receber por usar pouco (ou não utilizar) o seguro.

Diversas seguradoras realizam uma classificação dos seus segurados conforme o número de vezes que eles acionaram os seus serviços. As pessoas que não se envolvem em sinistros, ou simplesmente não acionam o seguro para nenhuma ocorrência, acabam recebendo descontos no valor total da sua apólice futura.

Resumindo, pode valer a pena arcar de forma integral com o valor de determinados reparos não só em momentos em que eles estão abaixo da franquia, mas também quando são próximos um do outro. Esse desconto você conseguirá nas negociações futuras e pode ser mais atrativo do que a diferença a ser paga pelo seguro em certos sinistros.

E aí, ficou alguma dúvida, agora que já esclarecemos o que é e como funciona uma franquia de seguros, vale pesquisar e ler atentamente as opções oferecidas pela sua seguradora para então optar por aquela que vale mais a pena para o seu perfil e as suas necessidades!

E pensando em investir em uma casa ou um carro novo? Faça uma simulação e veja os benefícios do consórcio.
Simulação Consórcio
chat Eva