Vale a pena ter uma caminhonete?

Vale a pena ter uma caminhonete?

Caminhonete, ou picape, é aquele tipo de veículo de carga que serve para levar itens que um carro tradicional não conseguiria. Nos últimos anos, esse tipo de veículo passou por uma grande modernização: atualmente, é mais fácil se deparar com modelos que possuem mais que os tradicionais dois assentos (motorista e um passageiro). Ou seja, você pode investir em uma caminhonete que permite levar, pelo menos, quatro pessoas em seu interior. 

Ao longo dos últimos anos, as caminhonetes geraram mais interesse por parte do brasileiro. Por conta disso, muitas marcas investiram pesado na venda de novos modelos por aqui: existem opções menores, como Fiat Strada e Volkswagen Saveiro, até opções mais robustas, como as clássicas Toyota Hilux e a Chevrolet S10, que foram totalmente repaginadas para ficarem mais modernas. 

Mas, será que a caminhonete é o melhor veículo para o que você precisa

A seguir, vamos explicar em quais momentos vale a pena investir em uma caminhonete (ou picape). 

Espaço no porta-malas 

Pode parecer óbvio, mas o espaço no porta-malas é um dos principais motivos para que as pessoas considerem a compra de uma caminhonete. 

Claro que, para o uso desse espaço, é preciso considerar o transporte de itens mais específicos ou pesados do que as compras do começo de mês ou as bagagens para uma viagem de carro. 

Com uma caminhonete, você tem mais liberdade para transportar o que deseja. Só precisa ficar atento ao que vai levar na caçamba. Afinal, ela fica exposta ao ar livre e, em dias de chuva, pode acabar comprometendo alguma coisa que estiver levando. Caso queira fazer uma viagem de passeio, por exemplo, evite levar mochilas ou qualquer tipo de mala de tecido com a caçamba totalmente exposta. Você pode lidar com um temporal na estrada e acabar estragando seus pertences pessoais. 

É possível investir em um tipo de isolamento extra para a caçamba - antes de tomar essa decisão, veja o que você vai transportar com mais frequência. Você pode investir em um tipo de forro mais resistente ou até mesmo um componente totalmente fechado, para garantir mais segurança ao que for transportar. 

Para pegar estradas castigadas 

As caminhonetes foram feitas para lidar com estradas não asfaltadas, que um carro convencional teria dificuldades para trafegar. As melhores opções são os modelos 4x4, que dão poder de tração nas quatro rodas em casos específicos. 

Vale lembrar que, para pegar as estradas, o ideal é ter um veículo com bom motor e excelente condição de trânsito. As caminhonetes, além de proporcionar tudo isso, possuem mais potência para lidar com qualquer tipo de adversidade no caminho. Caso o combustível seja a diesel, o veículo acaba tendo uma autonomia ainda maior de quilometragem. 

Atenção aos gastos da caminhonete 

Embora as caminhonetes sejam ótimos veículos para estradas e para o carregamento de cargas mais pesadas, elas acabam tendo mais custos quando comparadas aos veículos tradicionais

As revisões de picapes costumam ser mais caras. E, caso tenha que levá-la ao mecânico, fique atento a alguns de seus custos adicionais.  

Caso viaje com frequência, provavelmente terá que gastar mais com lavagens - e não apenas da parte externa mas, principalmente, da parte interna. 

Sem falar que, dependendo do modelo, você terá que gastar um valor mais elevado do que um veículo de passeio tradicional. As caminhonetes mais vendidas, como Hilux e S10, podem custar mais de R$ 150 mil, dependendo do ano de fabricação e estado de conservação. 

Ideal para quem não deseja viajar com família 

As caminhonetes são ótimos veículos para quem procura viajar a trabalho ou até mesmo transportar cargas intermediárias em vias urbanas. Por mais que muitas delas tenham cabine dupla, ela não oferece o mesmo conforto de um sedã ou SUV, por exemplo, que são mais bem projetadas para o passeio. 

Caso queira viajar com frequência com a família, considere modelos que sejam mais confortáveis e que tenham bom espaçamento interno. Com a oferta cada vez maior de caminhonetes, fica mais fácil investir em um modelo que seja o meio-termo entre conforto e praticidade. 

Consórcio para a compra de uma caminhonete 

Assim como é possível investir em um veículo de passeio, você também pode contar com o consórcio para a compra da sua nova caminhonete. 

Para isso, você pode contar com o consórcio de automóveis mesmo. Antes de tudo, veja qual o valor necessário para a compra: você pode consultar a tabela Fipe ou até mesmo verificar nas concessionárias o valor médio do modelo que deseja comprar. 

Depois disso, basta selecionar uma administradora que possua autorização do Banco Central do Brasil (Bacen), como a Embracon, e realizar a simulação de um consórcio de automóveis. 

O primeiro passo é inserir o valor de carta de crédito, que corresponde ao total do bem. Depois disso, selecione a quantidade de mensalidades que deseja pagar, e você já saberá o valor da sua mensalidade, com acréscimo das taxas de consórcio

Vale lembrar que o consórcio não faz cobrança de juros - como acontece com o financiamento. Já o financiamento pode fazer com que o carro custe o dobro de seu valor original a prazo, além de exigir valor de entrada. 

Caso a caminhonete desejada tenha um valor superior ao limite estipulado por carta de automóveis, sem problemas: é possível investir em mais de uma cota de consórcio, até atingir o valor desejável. Somente a partir do contato com um especialista de consórcio o contrato de adesão é entregue.  

Veja qual o valor faz mais sentido e invista no sonho de ter a caminhonete dos seus sonhos. Faça uma simulação de consórcio de automóveis e dê o primeiro passo para a compra do seu novo veículo. 

chat Eva