Posso fazer uma cirurgia plástica com o consórcio?

Posso fazer uma cirurgia plástica com o consórcio?

Por muitos anos, o consórcio ficou conhecido como uma modalidade para a compra de automóveis. Por volta dos anos 1960, quando o país começou a adotar cada vez mais o carro como transporte particular, muitos brasileiros puderam realizar seu sonho por meio do consórcio.

Com o passar dos anos, o segmento se modernizou, dando a possibilidade de comprar eletrodomésticos e, mais tarde, até mesmo imóveis. Sim, com a lei do consórcio, o brasileiro pôde ter uma alternativa de pagamento pela compra do seu terreno, casa, apartamento ou até mesmo empreendimento comercial.

E, sabe o que mais é possível fazer com o consórcio? Adquirir diversos tipos de serviços.

Com o consórcio de serviços, é possível investir em um valor de carta de crédito mais em conta para estudos, reforma, intercâmbio, viagens, festas e até mesmo cirurgias plásticas.

Mas, como funciona esse tipo de consórcio? Vamos explicar a seguir.

Como fazer um consórcio de cirurgia

Você pode utilizar o valor da sua carta de crédito para fazer uma cirurgia plástica. Aliás, qualquer tipo de cirurgia pode ser coberta: bariátrica, ortodôntica, refrativa, enfim, de acordo com a sua necessidade, não importa se seja estética ou em busca de resolver um tipo de problema de saúde.

Antes mesmo de pensar em fazer a cirurgia, o primeiro passo é identificar que tipo de procedimento deseja realizar. Depois disso, faça uma boa pesquisa com clínicas e especialistas que sejam registrados no órgão de medicina competente. Por exemplo, ao optar por uma cirurgia plástica, considere um profissional que tenha registro na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Por mais que o cirurgião plástico seja um médico, ele precisa ter registro no SBCP para realizar qualquer tipo de procedimento.

Após considerar as clínicas e especialistas, veja qual tipo de procedimento deseja realizar. Em seguida, pesquise o preço total da cirurgia e veja quais clínicas ou especialistas oferecem as melhores condições.

É o valor integral da cirurgia que deve servir como base para que você defina o valor da carta de crédito na hora de fazer uma simulação de consórcio.

Pelo simulador, você deve inserir o valor da carta e a quantidade de mensalidades em que desejaria pagar o seu consórcio.

O simulador é uma ferramenta dinâmica que permite verificar o valor da mensalidade de consórcio, já com acréscimo de taxa de administração, que remunera a empresa de consórcio pela formação dos grupos, realização dos sorteios e entrega das cartas de crédito, além de fundo de reserva, que impede que a inadimplência de alguns integrantes prejudique a entrega das cartas.

Após identificar o melhor valor de pagamento do consórcio, o próximo passo é conversar com um especialista de consórcio, que irá explicar todos os detalhes da sua cota e entregar o contrato de adesão. Leia todas as informações com atenção: é preciso se comprometer com as mensalidades para participar dos sorteios mensais, manter seus dados sempre atualizados e acompanhar os sorteios, que são realizados mensalmente nas assembleias.

Depois disso, a administradora fica responsável em integrá-lo em um grupo de consórcio, que reúne outras pessoas com interesses parecidos com o seu. Para ser contemplado com o objetivo de realizar uma cirurgia plástica, é necessário escolher o consórcio de serviços, que possui cartas que vão de R$ 15 mil a R$ 30 mil.

Nos sorteios mensais, você pode ser contemplado de duas formas: pelos sorteios, que são feitos com base na numeração da Loteria Federal; e pela oferta de um lance, que é um valor a mais que você pode dar na assembleia. Quanto maior o percentual da sua cota a ser quitado com o valor do lance, maiores são as suas chances de ser contemplado.

O lance pode ser ofertado quantas vezes você quiser. Caso outro consorciado seja contemplado, seu valor não é debitado, e você pode tentar novamente nos meses seguintes. Aproveite para juntar um valor ainda maior, para aumentar suas chances!

Contemplação do consórcio de cirurgia

Para participar do processo de contemplação, é preciso estar com o pagamento em dia da sua cota. Se estiver com alguma parcela em atraso, somente após resolver a sua situação com a administradora você pode voltar a participar das assembleias mensais.

Ao ser contemplado, a administradora faz uma nova análise dos seus rendimentos mensais e pede uma série de documentações. O objetivo dessa etapa é certificar-se de que o consorciado terá condições de concluir o pagamento da cota, se causar algum tipo de prejuízo aos demais integrantes do grupo.

Por isso mesmo, pode acontecer de pedir um devedor solidário, caso identifique que o valor das mensalidades ultrapasse 30% dos rendimentos mensais do contemplado. Se isso acontecer, é preciso indicar uma pessoa que irá compartilhar a responsabilidade da dívida e será cobrado, caso o proprietário da cota deixe de pagar o saldo devedor do consórcio.

Após a etapa de aprovação, a administradora realiza todo o processo para entregar a carta de crédito. Vale lembrar que a carta representa o valor integral que você simulou lá no começo. Caso a sua cota tenha passado por algum reajuste anual, você terá acesso a um valor ainda maior do originalmente contratado.

Este valor tem poder de compra à vista, ou seja, você pode quitar de uma só vez o valor da sua cirurgia plástica com o consórcio. Isso pode dar uma boa margem de negociação com a clínica ou especialista - quem sabe um desconto considerável?

O dinheiro é transferido diretamente para a clínica estética ou consultório especializado em que deseja realizar o procedimento.  

Se o valor da carta de crédito for maior que o procedimento estético, você pode utilizar parte do valor para quitar as mensalidades restantes. Mas, se o saldo for insuficiente, não se preocupe: é possível completar com os seus próprios recursos o valor que falta.

Quer saber mais sobre os benefícios de um consórcio para cirurgia? Faça uma simulação de consórcio de serviços e aproveite as vantagens da melhor modalidade de compra parcelada para o seu bem-estar.
Simulação Consórcio
chat Eva