5 motivos para investir em consórcio

5 motivos para investir em consórcio

Grande parte dos brasileiros sonha em ter casa própria, principalmente quem mora em casa alugada. No entanto, nem todo mundo tem uma disciplina rígida para economizar uma quantia fixa de dinheiro todo dia e escrever o plano no papel.

Algumas pessoas entendem que o consórcio é um investimento e uma das formas mais fáceis de ajudar na conquista de um imóvel. O consórcio garante um investimento seguro e, claro, uma das melhores opções do mercado. Atualmente, é também um dos produtos mais procurados para esse fim.

Para que você conheça tudo sobre o assunto, preparamos este post com os principais benefícios ao optar pelo consórcio quando pensar em investimento. Confira e boa leitura!

Principais motivos para investir em consórcio  

Você não paga juros

Em comparação com os empréstimos, um dos maiores benefícios de um consórcio é que não há juros. Isso significa que, ao contrário de outros métodos de parcelamento, o consórcio permite gastar menos e saber o verdadeiro preço de compra da mercadoria. Na verdade, o consórcio é uma espécie de fundo captado automaticamente, no qual os recursos para o saque do prêmio são provenientes da soma das cotas de todos os participantes do grupo. As únicas taxas são as taxas de administração, que costumam ser muito atrativas. Dessa forma, o planejamento financeiro e o pagamento das mensalidades ficam muito mais simples, sem afetar o orçamento.

Você tem maior controle financeiro

Atualmente, a educação financeira tem sido vista como um dos pilares mais importantes para a realização de sonhos, seja em família ou individual. Diante dessa situação, não é por acaso que há cada vez mais membros no consórcio.  

O consórcio permite que a economia seja formada por meio do valor parcelado de cada mês. Ou seja: permite que os investidores façam a compra de bens com maior segurança e fiabilidade.  

Além disso, visa sempre a realização de sonhos, ou seja, a expansão do seu negócio ou patrimônio pessoal. Portanto, nada pode cultivar a disciplina financeira mais do que o investimento mensal, certo? Por exemplo, em consórcios imobiliários, esses investimentos são feitos em parcelas mensais.

Fuja de burocracias desnecessárias

Um grande problema com o financiamento de bancos e instituições financeiras é que existe uma enorme burocracia para conceder crédito. Essas empresas tentam proteger seus ativos a todo custo e demandam que as solicitações de empréstimos forneçam uma série de garantias e documentos. O consórcio não é assim: tende a simplificar todo o processo. Não há restrições para adesão ao plano e os consorciados somente passam pelo processo de análise de crédito quando considerado.

Mantenha seu poder de compra  

Na aquisição de um consórcio, o poder aquisitivo dos investidores é mantido, pois o valor da carta de crédito é reajustado a cada ano. O índice de reajuste segue o conteúdo pactuado em contrato e serve de base para uma atualização. Ou seja, quando o investidor não considerar, ele pode ficar tranquilo, pois saberá que seu poder de compra está garantido. Vale ressaltar que existem indicadores para tais ajustes:

Para imóvel

O valor da carta de crédito acompanha o reajuste das parcelas (INCC – Índice Nacional de Custo da Construção), o que mantém o poder de compra.

‍Para automóvel

Normalmente, os padrões de conformidade ou formulário do fabricante, mas também podem seguir o formulário FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Esta tabela define o preço médio dos veículos no mercado brasileiro e fornece um parâmetro para transações de automóveis, caminhões, ônibus e motocicletas. Se não houver carro como referência, o administrador ainda pode contar com a elevação ou redução do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ou do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) correspondente à informação oficial.

Preços mais baixos

Comprar uma casa ou carro exige uma grande quantidade de dinheiro de entrada. No caso de consórcio, isso não é necessário. O valor é integralmente destinado aos participantes do grupo, sendo uma mensalidade pré-fixada em contrato entre a administração e os membros da aliança, não havendo juros. Então, para entrar neste sistema, você não precisa de todo o dinheiro: só precisa poder pagar as parcelas do mês.

Falando do consórcio

Em todo o caso, estamos falando de uma boa opção para os investidores que têm disciplina financeira ou que desejam ter. Além disso, no longo prazo, o consórcio é um grande investimento, pois não cobra juros.

É necessário reforçar que o consórcio não é um investimento para aqueles que desejam ter um retorno rápido. Entretanto, é possível acelerar a contemplação de algumas formas, como por meio dos lances. Nesses casos, o investidor pode adquirir o bem mais rapidamente. Também pode aumentar o patrimônio ou obter lucratividade e renda a partir dele.

Enfim, pode-se perceber, após tantas vantagens apresentadas, que o consórcio é uma ótima alternativa de investimento para quem deseja ter segurança e acessibilidade na hora de aplicar o seu dinheiro.

Dessa forma, consórcio é investimento do tipo ideal para quem não tem disciplina na hora de economizar. E, também, para quem tem um bom capital em mãos e busca aumentar seu patrimônio a custos baixos.

Então, assim que for fazer o seu consórcio, não deixe de buscar uma administradora que esteja autorizada pelo Banco Central, pois, assim, o seu investimento não vai correr riscos!

E aí, ficou interessado em investir por meio de um consórcio? Então, entre em contato conosco agora mesmo e conheça os nossos serviços. Somos uma empresa reconhecida e com tradição no mercado de consórcios!

Simulação
chat Eva