Entenda o que é autofinanciamento?

Entenda o que é autofinanciamento?

Digamos que você queira comprar uma casa ou alcançar algum outro objetivo pessoal, claro, depende do momento da sua vida. Pode ser um carro, moto ou até mesmo um caminhão. Também pode ser que você queira viajar, se submeter a uma cirurgia ou adquirir outros serviços. 

De um modo geral, economizar dinheiro para comprar à vista não é fácil, concorda? Sem contar que o crédito bancário pode estar muito alto, principalmente em tempos de crise. Então, a saída mais inteligente e sustentável pode ser o autofinanciamento

Embora se baseie em práticas antigas, é um conceito moderno. A ideia é que o próprio consumidor consiga atingir seus objetivos, economizando com outros que desejam a mesma coisa. Além de ser bem menos oneroso, o autofinanciamento traz outras vantagens, como desburocratização e segurança, desde que tomadas as devidas precauções. 

Se você quer saber mais sobre autofinanciamento e saber por que ele deve ser sua primeira escolha, acompanhe nosso post preparado! 

Como funciona o autofinanciamento? 

Por definição, o autofinanciamento é onde você financia suas realizações sem a necessidade de outra pessoa ou instituição emprestar qualquer quantia. Mas atenção: isso não significa pagar tudo à vista, ok? Você pode, sim, ajudar um pouco. É aí que entra o autofinanciamento do grupo. 

Imagine um grupo de 20 amigos se reunindo e comprando um item no valor de R $20 mil cada. Todo mês, todos doam mil reais para que um dos membros receba o dinheiro e compre seus bens. Assim, todo mês alguém consegue atingir seus objetivos. Nesse ritmo, ao final de 20 meses, todos se beneficiam. Esta é a base para o funcionamento do consórcio

No consórcio, um grupo de pessoas se reúne para poupar mensalmente determinada quantia de dinheiro durante o número de meses ideal para atingir o valor do bem que desejam obter. 

Qual a relação do autofinanciamento com consórcio 

O significado da palavra “auto” quer dizer tudo aquilo que funciona por si mesmo ou que é próprio. Portanto, autofinanciamento, como já mencionamos, é financiar a si mesmo — é isso que acontece com o consórcio. 

Em meados dos anos 1960, quando surgiu o consórcio aqui no país, colaboradores do Banco do Brasil decidiram conquistar um sonho de comprar um veículo. Para isso, eles se reuniram e começaram a investir em um fundo comum. 

Todos tinham que contribuir todo mês, para que pudessem participar dos sorteios que eram feitos. Assim, ao juntar todos os pagamentos, havia a possibilidade de comprar um automóvel à vista mensalmente. 

Assim, para dar a todos a chance de realizar o sonho de ter um carro, eles desenvolveram a seguinte estratégia: Todo mês haverá um sorteio para comprar o carro de todos. Dito isso, quem for sorteado tem valor na compra de um carro. 

Essa maneira de reunir pessoas com ideias semelhantes é simplesmente auto-financiada. Você deve estar se perguntando como isso funciona na prática, certo? 

Bom, é simples, o consórcio é a reunião de diversas pessoas para a aquisição de um mesmo bem (veículos, imóveis etc.) ou serviço (viagens, cirurgias etc.). Então, todos os consorciados pagam um valor mensalmente à administradora do consórcio para a concretização dessa meta. 

Os recursos financeiros dos consorciados formam um fundo comum, que a administradora utiliza para o autofinanciamento dos integrantes. Vale ressaltar que você tem total liberdade para fazer a escolha da administradora que vai auxiliar no gerenciamento dos recursos. 

Depois de definir a administradora, é preciso seguir alguns passos para conseguir ingressar no consórcio. Veja quais são eles: 

  • fazer a escolha do bem ou serviço a ser adquirido; 

  • determinar o valor a ser pago; 

  • decidir o prazo para pagamento; 

  • definir o valor de cada parcela tendo como base o seu próprio orçamento. 

Saiba que definir o bem ou serviço é essencial para indicar o grupo do qual você vai fazer parte. Por exemplo, caso você tenha a intenção de adquirir um carro, não vai ser possível adquirir um imóvel por meio da carta de crédito

Quais são as principais vantagens do autofinanciamento? 

Essa é uma modalidade de aquisição que oferece muitas vantagens, sendo que a principal delas é estimular uma relação saudável com o dinheiro. Afinal, muitas pessoas acabam se endividando por anos ou décadas para realizar um sonho — com isso, há um grande risco de enfrentar problemas e se encontrar em um verdadeiro pesadelo, o que não acontece com quem faz um autofinanciamento. Além dessa vantagem, conheça outros benefícios que você pode encontrar: 

  • não há necessidade de dar um valor de entrada; 

Agora você já sabe o que é e como funciona o autofinanciamento. O que acha de começar com o Consórcio Embracon? Acesse e confira! 

chat Eva