Perfil de investidor: conheça os tipos e saiba qual é o seu

Perfil de investidor: conheça os tipos e saiba qual é o seu

Perfil de investidor: conheça os tipos e saiba qual é o seu

O mercado de capitais brasileiro tem oferecido diversas opções de investimentos para todo tipo de investidor, e é interessante deixar claro que não existe um investimento melhor do que outro. Existem perfis diferentes de investidores. Dito isso, você sabe qual é o seu perfil de investidor? Entender um pouco mais sobre o assunto pode ser muito útil para otimizar as suas decisões antes de começar a investir. Neste post vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre o perfil de investidor, e você descobrirá qual é o seu.

O que é perfil de investidor?

O perfil de investidor é delineado de acordo com certas características de uma pessoa e sua aceitabilidade em relação ao risco.Essa definição em relação ao perfil ajuda a direcionar melhor as escolhas de investimentos, evitando arriscar acima do que seu perfil aceita.Isso ocorre porque uma pessoa que tem aversão ao risco vai escolher investimentos mais seguros, como a renda fixa, enquanto investidores que têm mais propensão ao risco vão escolher investimentos mais arriscados, a longo prazo.Ou seja, o que define o perfil de investidor é a forma que ele lida com o risco — sendo risco o grau de incerteza de um investimento em relação ao retorno que ele pode dar.Quanto mais arriscado for um investimento, maior é o retorno que ele promete.Para que é preciso saber qual é o seu perfil de investidor? É o que vamos explicar agora.

Como isso pode ajudar a administrar os investimentos?

De acordo com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA) e conforme a regulação CVM 539, qualquer agência bancária, financeira ou de investimento tem a obrigação de fazer o teste de Avaliação de Perfil do Investidor (API).Isso é feito para determinar o nível de risco que aquele indivíduo suporta na sua carteira de investimentos, evitando que a pessoa comprometa seus recursos em investimentos com riscos mais elevados do que seu perfil admite. Essa é uma forma de adequar o estilo do investidor ao investimento mais apropriado para ele.Por isso, antes de planejar o futuro dos seus investimentos, é preciso entender qual é o seu perfil. Então vamos logo ao que interessa?

Quais são os principais tipos de perfil investidor?

No mercado de capitais existem três tipos mais comuns de perfil de investidor: conservador, moderado e arrojado. Vamos explicar as características de cada um deles.

Conservador

O perfil conservador representa aqueles investidores que têm mais aversão ao risco. Em geral, esse perfil costuma investir em ativos de renda fixa, poupança e títulos de capitalização, mesmo diante da baixa rentabilidade desses ativos.O que o perfil conservador mais valoriza é a segurança das suas finanças. Eles preferem os investimentos com retornos mais previsíveis.

Moderado

O perfil moderado é considerado um nível intermediário em relação ao risco. Essas pessoas assumem riscos mais elevados do que as conservadoras, mas diante de sinais de vulnerabilidade do mercado, elas retornam aos investimentos mais seguros, que representam a sua zona de conforto.Investidores com esse perfil têm preferência por aplicações equilibradas em renda fixa e variável, ou seja, eles investem 50% em renda fixa e 50% em renda variável, buscando a maior rentabilidade possível.Eles anseiam por retornos mais elevados, mas sem ter que correr riscos muito altos. Compõem, assim, uma carteira bem diversificada, investindo em CDBs, Tesouro Direto, Previdência Privada e, eventualmente, em ações de algumas empresas.A composição do portfólio do perfil moderado busca sempre o melhor balanceamento entre segurança, liquidez e rentabilidade.

Arrojado

Investidores conhecidos como arrojados ou agressivos preferem investir em renda variável (ações, moedas estrangeiras, fundos imobiliários), buscando a maior taxa de rentabilidade. Aceitam rentabilidades negativas pensando em ter um retorno superior no longo prazo.Apesar de lidarem bem com o risco, os arrojados têm conhecimento e controle de seus ativos, ou seja, eles incorrem em riscos maiores, mas calculados.Esse tipo de investidor costuma ter muito conhecimento da área de mercado de capitais, e além disso disponibiliza mais tempo do que os demais tipos para acompanhar a dinâmica do mercado e adequar o seu portfólio.

Como descobrir qual é o meu perfil de investidor?

Para facilitar a descoberta sobre qual é o seu perfil de investidor, vamos dar 4 dicas. Antes, é relevante deixar claro que um perfil pode alterar ao longo do tempo, diante de algumas mudanças de idade, estilo de vida, prioridades, entre outros aspectos.

1. Autoconhecimento

O primeiro passo é se autoconhecer. Você deve refletir sobre sua situação financeira atual e quais são suas ambições financeiras para o curto, médio e longo prazo.Outra coisa que deve ser avaliada é a propensão ao risco. Saber que está perdendo dinheiro tira o seu sono? Isso ocorre com muita gente quando vê o preço das ações despencando.No momento do desespero, eles vendem as ações por um preço inferior ao da compra, sem conseguir esperar uma valorização.Fatores como idade, carreira, padrão de vida e tempo que você disponibiliza para acompanhar seus investimentos também devem ser levados em conta nesse processo de autoconhecimento.

2. Conhecimento sobre o mercado financeiro

O domínio que você tem sobre o assunto será decisivo para encontrar o seu perfil de investidor. Isso é tema de algumas questões do teste de Avaliação do Perfil Investidor (API).O desconhecimento de fatores econômicos e do mercado financeiro pode levar a aplicações equivocadas de recursos com riscos que não compensam.Uma dica de especialistas é: se você não tem conhecimento e não tem experiência, deve se manter no perfil conservador. Ao adquirir mais conhecimento e prática nesse mercado, então poderá optar por investimentos que prometem retornos mais elevados.Ter pleno conhecimento de seus recursos financeiros é outro fator determinante para um bom investidor.

3. Recursos financeiros disponíveis

Para aplicar bem seus recursos, você deve saber qual porcentagem da sua renda estará disponível. Para isso, é recomendado fazer um planejamento financeiro. Hoje em dia, já existem aplicativos que ajudam a organizar suas finanças.Lembre-se de nunca comprometer parte do dinheiro que você precisa ou precisará em breve. Um investimento deve trazer melhorias para a sua saúde financeira, e não complicações.

4. Objetivos financeiros

É importante saber quais são os objetivos financeiros com as aplicações. Se for conseguir ganhos mais vultosos, então é necessário arriscar mais e em um prazo maior. Se você tem medo de prejuízo, então é melhor aplicar em investimentos mais seguros.Existem alguns sites que disponibilizam o teste gratuito do perfil de investidor. Uma sugestão é fazer testes diferentes e ver se os resultados são compatíveis.Agora que você já sabe tudo o que precisava sobre o perfil de investidor, não perca mais tempo! Comece a planejar e direcionar sua carteira de investimentos de acordo com o seu perfil.Gostou deste conteúdo sobre o perfil de investidor? Então compartilhe o post nas redes sociais e ajude os seus amigos a também dominarem o assunto!

Simulação de Consórcio
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Ler próximos artigos

Consórcio