O que acontece se eu desistir do consórcio?

O que acontece se eu desistir do consórcio?

O consórcio é uma forma de investir em bens de alto valor e que exige planejamento a médio e longo prazo. Trata-se de uma modalidade de compra que favorece o planejamento financeiro do consumidor, afinal, é ele que determina o valor da carta de crédito, que corresponde ao bem ou serviço, e a quantidade de parcelas que irá pagar.

Quando se fecha um contrato de consórcio, é preciso ter em mente de que se trata de um compromisso firmado entre o consorciado e a administradora. O pagamento da mensalidade de cada um é essencial para que o sistema funcione devidamente. Isso porque, como consorciado, você integra um grupo com outras pessoas e contribui para o fundo comum, que é responsável pelas contemplações.

Por isso que, quando um consorciado deixa de pagar uma mensalidade, não pode participar das assembleias. As administradoras mantêm essa regra para que somente as pessoas que estão comprometidas com a sua cota possam ter a chance de ser contempladas com a carta de crédito.

Portanto, para continuar o seu consórcio, é preciso se manter comprometido com o pagamento da sua cota.  

E, como a contribuição individual é parte da essência do consórcio, o cancelamento é tido como uma quebra de contrato, que pode gerar multa. E, assim como é preciso aguardar a contemplação do bem, no caso de cancelamento o processo de contemplação também é semelhante.  

Para saber mais detalhes do que acontece com a desistência do consórcio, continue lendo este artigo.

Como funciona a desistência da sua cota

Caso esteja passando por algum tipo de dificuldade financeira, procure a administradora, para que ela possa rever qual seria a melhor opção diante do seu problema.

A desistência do consorciado caracteriza quebra de contrato porque o sistema, como um todo, conta com a contribuição mensal de todos.  

Após efetivado o cancelamento, a sua cota passa a ser elegível para sorteio entre as cotas canceladas.  

Da mesma forma que você participa dos sorteios nas assembleias para ser contemplado com o seu bem, a sua cota cancelada também fica disponibilizada para o sorteio.  Assim que sorteada, você receberá os valores com as devidas deduções contratuais (taxas administrativas e multa contratual).

As administradoras não podem comprometer o fundo comum para devolução imediata do valor. Ou seja, com a sua cota cancelada, você pode ser sorteado tanto nos primeiros quanto últimos meses do grupo. Porém, fique tranquilo: até o encerramento do seu grupo, caso tenha solicitado o cancelamento da cota, você será contemplado com este valor.

É importante ter clareza de todo esse processo antes de solicitar o cancelamento da sua cota. Quando você fecha o contrato de consórcio, todo esse procedimento é passado, para que se tenha ciência de antemão dos resultados possíveis de uma desistência.

Caso precise reaver a situação da sua cota, considere algumas alternativas - que iremos detalhar a seguir.

Alternativas para a desistência do consórcio

O processo de desistência do consórcio pode ser oneroso e demandar uma paciência indesejada do interessado. Caso queira rever a situação da sua cota, considere algumas alternativas, como:

  • Transferência da sua cota: você pode transferir a sua cota para um amigo ou um familiar. Todo o processo é feito com o envolvimento da administradora. Para o interessado, pode ser um bom negócio: se a cota não tiver sido contemplada, provavelmente o tempo até ter a chance de ser sorteado seja menor. Você pode negociar o valor diretamente com o interessado. A administradora fica à disposição para facilitar esse processo. Só leve em conta que o interessado precisa passar por uma análise de crédito, para não gerar nenhum risco de inadimplência para o grupo.
  • Colocar a sua cota no mercado: igual a transferência, mas você poderá tentar negociar sua cota com pessoas desconhecidas.
  • Diminuição da carta de crédito: se você tiver passando por dificuldades com o pagamento da sua cota, converse com a administradora para diminuir o valor da sua carta de crédito. Com isso, as mensalidades podem ficar mais em conta, de acordo com os seus rendimentos mensais. Para a avaliação, é considerada a situação do grupo em que você está inserido, portanto converse com a administradora e explique sua situação para ver até quanto é possível diminuir a sua carta de crédito.

Se você já tiver sido contemplado, veja quais são as suas opções diretamente com a empresa de consórcio.

Conte com a credibilidade do consórcio

Se estiver passando por algum tipo de dificuldade financeira, a melhor forma de resolver isso é conversar diretamente com a administradora de consórcio.

Faça uma avaliação da sua situação financeira e veja qual é a melhor opção, de acordo com as suas necessidades.

Para mais dicas de finanças pessoais, assine a nossa newsletter e continue lendo os artigos do blog da Embracon.

Simulação
chat Eva