Saiba o que considerar para escolher o carro ideal!

Saiba o que considerar para escolher o carro ideal!

Comprar um automóvel é um momento significativo na vida de muitas pessoas. No entanto, para que a aquisição seja feita sem arrependimentos, é preciso planejar e ter em mente como escolher o carro ideal para o estilo de vida do comprador.

Com tantos modelos e marcas disponíveis no mercado, é fácil fazer a escolha errada, especialmente quando se é um motorista de primeira viagem.

No entanto, levar alguns fatores em consideração pode deixar qualquer estreante mais tranquilo na hora de adquirir um veículo.

Pensando nisso, decidimos listar o que é preciso considerar antes escolher o carro ideal.

Carro ideal: depende do perfil do comprador

Todos nós temos características que nos tornam únicos e influenciam as nossas decisões, não é mesmo?

Por isso, a escolha do carro também deve levar em conta a nossa personalidade. Veja diferentes perfis de pessoas e os carros adequados para cada um deles:

Leia também: Customizado: acessórios que valorizam o carro para a revenda.

Jovem, independente e econômico

Pessoas com essas características devem optar por veículos compactos e com boa autonomia.

Isso porque eles são ágeis, econômicos e ótimos na hora de estacionar, em especial, em vagas apertadas.

Como não têm muito espaço, os carros compactos são perfeitos para solteiros, casais sem filhos e trabalhadores que fazem pequenas viagens todos os dias.São exemplos de automóveis compactos:

  • Fiat Uno;
  • Fiat Pálio;
  • Nissan March;
  • Novo Gol.
Saiba mais: Como funcionam os carros Flex e quais são as suas vantagens?

Aventureiro, explorador e amante da natureza

Quem é aventureiro e gosta de explorar novos lugares precisa dar preferência aos veículos utilitários esportivos (SUVs). Esses automóveis são seguros, confortáveis, estáveis e espaçosos, características que os tornam perfeitos para viagens longas.

Além disso, é interessante destacar que as SUVs são ótimas para quem vive no campo e precisa enfrentar terra batida e caminhos de difícil acesso.

São exemplos de carros esportivos:

  • Hyundai Santa Fé;
  • Ford EcoSport;
  • Mitsubishi Pajero;
  • Kia Sportage.
Saiba qual é a melhor época do ano para comprar um carro novo.

Cauteloso e viajante

Para os cautelosos e viajantes, o conforto, a segurança e o espaço são fundamentais. Os modelos sedãs são conhecidos pela confiabilidade e ar familiar, por isso, são os mais indicados para quem não abre mão das viagens — com companhia — de fim de semana.São exemplos de sedãs:

  • Fiat Siena;
  • Ford Fiesta Sedan;
  • Toyota Corolla;
  • Honda Civic.
Entenda: Afinal, quais são os carros mais econômicos do mercado?

Papai ou mamãe de uma grande família

Quem tem uma família grande precisa de minivans! Espaçosas, seguras e repletas de acessórios, elas oferecem modelos capazes de levar até sete passageiros. Só é preciso ficar atento na hora de estacionar, pois, como são grandes, precisam de vagas maiores e são mais difíceis de manobrar.

São exemplos de minivans:

  • Fiat Idea;
  • Chevrolet Spin;
  • Fiat Doblò;
  • Citroën Aircross.
Descubra: 5 formas de pagamento de um carro.

Rei ou rainha das cargas

Os autônomos que trabalham transportando bagagens e cargas pesadas precisam de um carro com boa caçamba, como a Picape. Com modelos que acomodam de dois a quatro passageiros, os donos de picapes podem usar o automóvel para o trabalho, lazer e viagens. Diminui o conforto, mas aumenta bastante o espaço no bagageiro.

São exemplos de picapes:

  • Chevrolet S10;
  • Toyota Hilux;
  • Fiat Strada;
  • Ford Ranger.

A necessidade de manutenção

A manutenção de um veículo depende bastante da forma como o proprietário cuida dele. Contudo, não podemos deixar de considerar que alguns modelos têm um custo maior quando é hora de visitar o mecânico.

Automóveis grandes, com pouca abertura nacional, de maior potência, importados ou fora de linha são alguns exemplos de carros que podem ter um custo alto de manutenção, devido à falta de peças no mercado.

Portanto, antes de comprar um veículo, verifique se há na sua região concessionárias que possam revisar e fazer a manutenção periódica do carro. Pesquise também o que especialistas automotivos e donos do modelo que você pensa em comprar têm a dizer sobre ele.

Caso o automóvel tenha muitas reclamações, desconfie. E, claro, converse com mecânicos sobre os custos de manutenção, a disponibilidade de peças em caso de problemas e o intervalo de revisão.

Ao escolher um veículo, dê preferência para aqueles que apresentam intervalos longos entre revisões, facilidade para substituição de peças e, sobretudo, bom histórico no mercado.

Se ele for seminovo, acrescente a verificação da quilometragem e do ano do carro. Do contrário, você pode acabar em uma cilada, ou seja, com modelos rodados ou ultrapassados demais.

O consumo do combustível

Os carros mais potentes do mercado tendem a gastar mais combustível para rodar. Por isso, antes de fazer um investimento alto em um automóvel, estude a sua rotina e calcule quantos quilômetros você anda por semana.

Se o trânsito pesado for parte do seu cotidiano, vale a pena optar por um carro mais econômico.

Se os fins de semana forem na estrada, mantenha em mente que, diferentemente do que muitos acreditam, um carro 1.0 não é fraco — ele tem boa performance e consome bem menos combustível.

A dirigibilidade e a segurança que o carro proporciona

Outro fator crucial na escolha do carro é a dirigibilidade. Em cidades grandes, ter um compacto fácil de dirigir faz toda a diferença na hora de driblar o engarrafamento e estacionar com agilidade em vagas pequenas.

A segurança que o carro proporciona

Antes de realizar a compra, é preciso conferir se o carro realmente oferece a segurança necessária aos seus usuários.

Procure saber se o veículo escolhido fornece controle de tração e estabilidade — sistema de freios ABS — e airbags laterais. Isso porque amenizam as consequências de uma colisão, salvando vidas.

O preço

Não adianta nada querer comprar um modelo pelo qual você não pode pagar, certo?

Para evitar problemas financeiros, consulte a faixa de preço dos modelos mais adequados à sua realidade e veja o que cabe melhor no seu bolso.

Se, ainda assim, você não quiser abrir mão de ter aquele carrão dos sonhos, contratar um consórcio de automóveis pode ser uma ótima ideia.Com ele, você paga uma parcela mensal que cabe no bolso, foge dos juros do financiamento, não compromete o orçamento familiar e ainda ganha o direito de barganhar na hora da compra. Afinal, essa modalidade de compra permite a compra do carro à vista.

Gostou de saber o que considerar ao escolher o carro ideal? Quer ficar por dentro de mais conteúdos como este? Então assine a nossa newsletter!

Consórcio de Automóveis
Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.
chat Eva