Como funciona e quais são as vantagens de fazer faculdade de nutrição?

Como funciona e quais são as vantagens de fazer faculdade de nutrição?

Cuidar da saúde não envolve somente os exercícios físicos. Uma alimentação balanceada também tem um papel fundamental na qualidade de vida, e, para os interessados em ajudar as pessoas a alcançá-la, a faculdade de nutrição é um bom caminho.

Atualmente, o nutricionista é bastante procurado por aqueles que desejam mudar os hábitos alimentares e ter mais energia para as tarefas do cotidiano. Neste post, vamos abordar como funciona o curso superior de nutrição e os perfis dos profissionais da área.

Também vamos destacar as oportunidades de trabalho e as especializações que podem ajudar a conquistar uma posição de prestígio na carreira. Confira!

Conheça o Consórcio de Educação da Embracon

Saiba como funciona a faculdade de nutrição

A princípio, para conseguir um emprego, o nutricionista deve fazer a graduação. O curso dura, em média, 4 anos. Hoje, existem muitas opções de cursos superiores nessa área nas modalidades presencial e a distância.

A Faculdade tem como meta formar profissionais habilitados para analisar as características dos alimentos e avaliar as necessidades nutricionais de cada paciente. Dessa forma, as dietas dão resultados positivos.

A grade curricular varia de acordo com a instituição de ensino, sendo que estudantes devem fazer diversas disciplinas, como:

  • Anatomia;
  • Bioquímica;
  • Composição dos Alimentos;
  • Educação Nutricional;
  • Fisiologia;
  • Genética;
  • Patologia;
  • Química dos Alimentos;
  • Técnica Dietética;
  • Tecnologia dos Alimentos.

Para reforçar o aprendizado, os universitários participam de aulas práticas. Nelas, assimilam procedimentos de preparo, manuseio e conservação. Assim, durante a graduação, os estudantes também fazem disciplinas relacionadas com as áreas de gestão e de programas de alimentação.

Somente conseguem o diploma os que fazem um estágio supervisionado e entregam o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Leia também: Educação: saiba como investir na sua

Conheça o perfil do profissional de nutrição

O planejamento e o interesse na constante atualização devem fazer parte da trajetória profissional de um nutricionista. Um dos motivos é a necessidade de oferecer tratamentos mais eficazes para os pacientes.

Ao terminar o curso superior, o profissional pode exercer uma série de atividades, como:

  • elaboração de diagnóstico nutricional;
  • coordenação de programas de alimentação e nutrição;
  • controle de qualidade de ingredientes;
  • desenvolvimento de estudos sobre novos produtos alimentícios;
  • fiscalização do preparo e da higienização dos alimentos;
  • planejamento de cardápio para pessoas comuns ou atletas;
  • prescrição de dietas.
Descubra: EAD: a educação a distância é para você?

Fique informado sobre o mercado de trabalho

Além do diploma de bacharel, o nutricionista deve estar registrado no Conselho Regional de Nutricionistas (CRN) do estado em que reside. Atualmente, muitos profissionais trabalham em consultórios devido a grande busca de pessoas por uma alimentação mais saudável.

Empresas de diversos segmentos também contratam profissionais formados em nutrição para ajudar na elaboração de cardápios para os funcionários. Além disso, nutricionistas são bastante requisitados por organizações do setor alimentício e por restaurantes.

Por fim, eles podem trabalhar para equipes de várias modalidades esportivas. Afinal, a alimentação do atleta tem papel fundamental para um desempenho notável.

Tire as suas dúvidas sobre o consórcio de educação Embracon

Veja quanto ganha um nutricionista

O salário sofre uma grande variação, pois é influenciado por fatores, como a experiência profissional, a capacitação e a complexidade dos serviços. De acordo com o Site Nacional de Empregos (Sine), um nutricionista em uma empresa de pequeno porte pode receber R$ 1,6 mil.

Se o profissional for contratado por uma companhia de maior prestígio, o salário chega a R$ 6,6 mil. Para garantir uma remuneração mais alta, o nutricionista deve sempre estar em sintonia com as melhores práticas da carreira e buscar um bom relacionamento com o público-alvo.

Priorize a aquisição de conhecimento

Deixou de ser novidade que concluir um curso superior não é sinônimo de emprego garantido. Esse cenário faz com que seja vital que os nutricionistas invistam em cursos de pós-graduação, mestrado ou doutorado para aumentarem as chances de sucesso.

Atualmente, é possível se especializar em uma série de segmentos, como:

  • administração da produção de refeições;
  • assessoria nutricional;
  • marketing nutricional;
  • nutrição clínica;
  • nutrição esportiva.

O desejo das pessoas por mais qualidade de vida e por uma alimentação saudável mostra que a faculdade de nutrição pode ser uma alternativa interessante para quem deseja entrar no mercado de trabalho.

Consórcio de Serviços
Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.
chat Eva