Educação: saiba como investir na sua

Educação: saiba como investir na sua

Há alguns anos, fazer faculdade era privilégio para poucos. O preço era inacessível e não existiam formas alternativas de investimento que permitissem o ingresso no curso superior.

Felizmente, o cenário mudou nos últimos 15 anos. Com a facilidade de crédito e a maior oferta de universidades particulares com preços mais acessíveis, muitos puderam realizar o sonho de se graduar e entrar no mercado de trabalho mais preparados.

Por isso, pode-se dizer que existem boas opções para quem quer investir em educação. Confira as principais.

FIES

O programa oficial do Financiamento Estudantil (FIES) do Governo Federal pode financiar parte integral ou parcial da sua faculdade, estendendo o valor do curso em longo prazo com juros baixos.

Para participar, é preciso fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e obter, pelo menos, 450 pontos na média da prova.

Cada vez mais as universidades estão adotando o sistema do ENEM como vestibular. Por isso, uma boa pontuação na prova pode ser a oportunidade perfeita para investir em um ensino de qualidade.

O problema é que o FIES costuma passar por diversos entraves burocráticos até a devida aprovação. Além disso, é preciso que o aluno tenha feito o ensino fundamental e médio exclusivamente em escolas públicas.

Financiamento estudantil de instituições privadas

Uma alternativa para quem não tem acesso ao FIES, o financiamento estudantil também possibilita parcelar o valor das mensalidades. A diferença é que o valor de juros é maior e precisa ser renovado a cada semestre ou ano.

Se a faculdade que você escolheu demorar 4 anos, por exemplo, o financiamento geralmente permite que o aluno pague em 8 anos, com o valor das mensalidades diluídas nesse período.

Ao fazer as contas a prazo, o valor fica bem mais alto – embora seja uma alternativa viável para quem não tem condições de investir pesado em educação.

Consórcio para fazer faculdade

Uma boa opção para parcelar o valor da sua faculdade é por meio do consórcio. Você pode começar a fazer o pagamento antes mesmo de decidir em qual universidade pretende ingressar. Com cartas de crédito entre R$ 15 mil e R$ 30 mil, da categoria de consórcio de serviços, é possível dividir em até 30 parcelas as mensalidades.

Pelo consórcio não há cobrança de juros. A administradora só cobra um percentual baixo de taxa de administração pela formação dos grupos, realização das assembleias, em que são sorteados os bens, e pela contemplação da carta de crédito.

Caso queira ter acesso à carta de crédito antecipadamente, é possível dar um lance. Você oferta um valor considerável antes da assembleia, que deve abater as parcelas seguintes. Se o valor do seu lance for o maior, você é contemplado e tem acesso antecipado à carta de crédito.

Após ser contemplado (via sorteio ou lance), basta indicar a universidade que deseja ingressar. A administradora de consórcio faz o repasse diretamente à instituição. Assim, você já consegue quitar a universidade à vista e começar com o pé direito a investir na sua educação, sem ter que se preocupar com os valores das mensalidades.

É uma ótima opção, não é mesmo? Faça uma simulação no nosso site e veja na prática como o consórcio pode te ajudar com o sonho de entrar na universidade.
Simulação Consórcio Serviço
Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.

chat Eva