Carro seminovo é seguro?

Carro seminovo é seguro?

Nos últimos anos, o carro seminovo conquistou de vez os brasileiros. Claro que a compra de um zero km ainda costuma ser cobiçada mas, com tantas opções de automóveis e com o avanço da tecnologia, que permite aos carros ter maior durabilidade, o seminovo tem se tornado o novo queridinho. 

Claro que existem alguns fatores externos: a inflação, que diminui o poder de compra do real, e a subida no preço dos carros novos fez com que as pessoas optassem mais pelos usados. 

E, no fim das contas, a economia de dinheiro conta bastante: quando se compra um carro zero, só de tirá-lo da concessionária você perde cerca de 10% do valor do carro. O índice de desvalorização de um seminovo é menor, facilitando a compra de quem precisa. 

Por mais que existam referências e motivos de sobra para a compra de um seminovo, muitas pessoas ainda têm dúvidas: qual o risco de comprar um carro que já foi usado por uma ou mais pessoas? Realmente é um tipo de compra que vale a pena? Vamos responder a essas perguntas a seguir, continue a leitura. 

Por que vale a pena comprar um seminovo 

Já respondendo de cara: sim, é seguro comprar um carro seminovo. Mas, fique atento ao termo ‘seminovo’: trata-se de um veículo com, no máximo, cinco anos de uso. 

O ideal é que você pesquise bastante sobre o modelo e consiga ter acesso ao histórico do veículo, para entender se é uma compra que realmente vale a pena. 

Como já antecipamos, com o dinheiro que você compraria um carro popular zero km, por exemplo, você poderia comprar um seminovo mais potente e mais luxuoso

Mas, assim como qualquer compra de um bem de alto valor, é preciso ter alguns cuidados quando for comprar o seu carro usado. Iremos explicar a seguir quais são os principais. 

Principais cuidados para a compra de um seminovo 

Pesquisa prévia, test-drive, acesso ao histórico: estes são alguns dos aspectos que devem ser levados em consideração para que a compra do seu seminovo seja segura. Veja o que mais você precisa saber para realizar essa compra. 

Pesquise o modelo que tem mais a ver com você 

A compra de um seminovo também precisa de uma pesquisa prévia. Se você pretende comprar um modelo para trabalhar, por exemplo, considere um que economiza bastante combustível. Mas, se a ideia é passear e viajar, um modelo mais potente e confortável irá agradá-lo mais. 

A melhor forma de iniciar essa pesquisa é conversando com a família e verificando os preços na tabela Fipe, que é sua grande aliada durante todo o processo de compra (iremos falar mais sobre ela a seguir).  

Conte com um especialista na hora da compra 

Com a ajuda de um mecânico, é possível entender se o modelo está com o ronco do motor nos conformes e se a lataria está em boa qualidade. Além disso, ele consegue avaliar de ponta a ponta o modelo desejado, ajudando-o a ter uma experiência de compra positiva. Leve-o na hora de comprar o seu carro, para que possa ajudá-lo da melhor forma. 

Consulte a tabela Fipe 

A tabela Fipe é uma ótima forma de identificar que modelo você pode comprar, porque possui o valor de todos os modelos de carro, classificados por ano de fabricação e tipo de modelo. 

Assim, você consegue identificar se o seminovo que você realmente deseja comprar tem ou não um preço compatível com seu orçamento mensal

Pesquise a concessionária ou revendedora 

É importante pesquisar com antecedência o local em que deseja comprar o seu carro usado. Veja as avaliações na internet ou procure por pessoas que já compraram na revendedora, para saber se tem credibilidade, é transparente em todo o processo e oferece as garantias necessárias para o consumidor. 

Peça o laudo cautelar 

A compra de um carro usado é bem cautelosa. Para isso, o laudo cautelar é importante, porque indica a situação de partes estruturais do carro, incluindo mecânica, chassis, motor e até mesmo autenticidade da documentação e da placa do veículo.  

Em casos de sinistros, ou seja, batidas mais fortes, o laudo também faz a identificação.  

Vale lembrar que o custo da perícia deve ser pago pelo vendedor, e não pelo consumidor. Ou seja, é um direito de quem vai comprar. 

Faça o test-drive 

O test-drive ajuda em muitos sentidos na sua compra. Além de entender se o veículo está nas condições ideais para o seu conforto, permite perceber se a partida do motor ocorre com facilidade e a situação do câmbio. Veja se a suspensão não apresenta barulhos estranhos ao passar por lombadas ou demais obstáculos. Se puder, conte com a ajuda de um mecânico neste momento, para ver se o veículo realmente está com boa qualidade de venda. 

Não deixe de contratar seguro 

Engana-se quem pensa que o carro seminovo não é desejado. Assim como qualquer outro tipo de veículo, é necessário que esteja segurado. Portanto, assim que realizar a compra, procure o seu corretor e já siga com a contratação de um seguro para o seu veículo. Quando tiver assinado o contrato com a seguradora, aí sim, você pode sair com o carro seminovo que tanto deseja. 

Consórcio: a melhor forma de comprar um seminovo 

Tem vontade de comprar um carro seminovo, mas ainda não sabe qual a melhor forma de investir nesse bem? Conte com o consórcio de automóveis. Com a carta de crédito, você pode comprar um modelo seminovo com até cinco anos de utilização. É você que escolhe o valor da carta de crédito e a quantidade de mensalidades. Caso não queira aguardar pelos sorteios, pode fazer a oferta de um lance. 

Fazer um consórcio é mais simples do que você imagina. Faça uma simulação na Embracon e conte com uma modalidade que ajuda as pessoas a realizarem os seus sonhos, com economia e planejamento. 

chat Eva