Alugar carro é um bom negócio?

Alugar carro é um bom negócio?

Alugar carro pode tornar sua vida mais fácil, seja para alguma viagem, passeio ou emergência, em alguns casos. No entanto, é necessário tomar algumas medidas cautelares antes de ir diretamente à empresa de locação para assinar o contrato. Prestar atenção em todo o processo de locação pode ajudá-lo a evitar problemas futuros e até despesas desnecessárias.

Quando é um bom momento para alugar carro?

Eventos periódicos

Como essas são ocasiões incomuns, você não terá essa cobrança todos os meses. De acordo com quanto você planeja gastar, você pode incluir o aluguel de automóveis em seu plano. No caso de viagens, você pode alugar um carro apenas durante o tempo em que estará fora, sem ter custos adicionais de locomoção, além do aluguel.  

As locadoras costumam fazer campanhas e promoções em algumas épocas do ano, mas os preços costumam subir em períodos de férias por serem mais procurados. Portanto, se possível, planeje suas férias em meses menos movimentados para poder viajar mais tranquilamente (geralmente em  julho, dezembro e janeiro).

Para realizar tests drive

Essa opção agrada a quem decide comprar um carro e quer saber se fará a escolha certa.  

Qualquer pessoa pode alugar carro?

Não existe uma lei que rege isso, mas na prática, no Brasil, a idade mínima depende de cada locadora, algumas aceitam pessoas com 18 anos mas existem locadoras que só permitem a partir de 21 anos.. Os motoristas, geralmente, também devem possuir carteira de motorista permanente há pelo menos dois anos, mais uma vez, cada regra depende da locadora. Além disso, é necessário possuir um cartão de crédito em nome do consumidor que aluga o veículo e deve haver um limite de franquia do seguro em caso de sinistro.

Quem pode dirigir um carro alugado?

O indicado é cadastrar todos os motoristas que irão utilizar o veículo. Isso devido aos acidentes que podem acontecer. Se uma pessoa não registrar dirigir um carro, o seguro pode não cobrir a perda. Vale ressaltar que, para cada motorista adicionado, é cobrada uma taxa.  

Valores para alugar carro

Para alugar carro, você deve saber que irá precisar ter um cartão de crédito no seu nome, dentro da validade e com limite disponível. São limitadas as locadoras que aceitam outras formas de pagamento ou que liberam o aluguel quando o cartão de crédito não pertence a quem vai conduzir o veículo. A locadora reivindica  que o indivíduo deixe um valor de garantia. Desse modo, ela realiza uma cobrança no seu cartão de crédito para se certificar que terá o veículo de volta.

O valor para alugar carro varia de modelo (sejam populares ou luxuosos) e tempo em que você ficará com o veículo. Em caso de atraso para devolver o veículo, uma taxa é cobrada, conforme especificado em contrato.

Benefícios de alugar um carro

Para quem não entende os benefícios dessa alternativa, alugar carro ainda é duvidoso. Porém, só trará benefícios se planejar e desenvolver com um fornecedor de boa reputação. Além disso, alugar carro também pode ser divertido em outras ocasiões, incluindo viagens de negócios. Algumas das principais vantagens são:

  • Maior autonomia e menores custos: Ao alugar um carro, você ganha mais autonomia na cidade de destino. Isso porque se você chegar à cidade de ônibus ou avião, com certeza dependerá de algum meio de transporte para se deslocar pela cidade. Independentemente do motivo da sua viagem (negócios ou lazer), você terá que pagar uma taxa substancial para usar o serviço de táxi. E quanto mais você se move, mais tem que gastar.
  • Garantia do seguro: O seguro básico inclui proteção contra colisão, incêndio e roubo. O usuário paga uma franquia e o restante fica por conta da locadora. Ao assinar um contrato, o cliente pode escolher os benefícios de seguro que deseja. Em caso afirmativo, pode até agregar alguns serviços que considerar convenientes, como o seguro de acidentes, o que garantirá maior segurança em sua viagem.
  • Categoria de carro para cada tipo de viagem: Muitos usuários podem nem saber, mas você pode escolher uma categoria do carro com base no tipo de viagem que deseja fazer. Dessa forma, você pode alugar um veículo esportivo (SUV) para se deslocar em estradas de terra, por exemplo, porque oferece tração nas quatro rodas.
  • Veículo por quilometragem: O aluguel inclui taxas de administração e taxas de juros. Os clientes podem escolher entre duas opções de faturamento:
  • Quilometragem livre: paga no dia do aluguel;  
  • Quilometragem controlada: pague um valor de acordo com a diária estipulada em contrato, e pague outro valor a cada quilômetro adicional.  

Para viajar, é melhor escolher uma quilometragem livre, porque você não pode saber exatamente quantos quilômetros precisa viajar no total.  

Como alugar um carro?

Você pode ir diretamente à locadora ou fazer o pedido por telefone. Algumas locadoras também permitem que você alugue por meio do site. Ao procurar uma empresa, procure uma locadora que faça parte da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA). Quando encontrar a locadora de maior confiança, é só seguir os protocolos e assinar o contrato.

Alugar carro ou fazer um consórcio?

Alugar um veículo é prático e, quando falamos em viagens, existem ainda mais vantagens como, segurança, várias opções entre outros. Porém alugar carro significa que ele só será seu enquanto durar o período estipulado com a locadora.

Em contrapartida, quem nunca sonhou em ter seu veículo próprio, do seu jeito? Se o seu desejo é esse, a melhor opção é adquirir seu veículo, uma das melhores formas para isso é através do consórcio de veículos. Confira alguns dos muitos benefícios do consórcio, além de possuir mais liberdade, autonomia e possuir um veículo para sua família:

  • Economia: No consórcio, as parcelas mensais são pagas em prazo determinado. Se você é uma daquelas pessoas que sempre quer economizar, mas não conseguir salvar, então esta é uma forma de poupança obrigatória. Ao final do parcelamento, você reservará a quantia em dinheiro para comprar o carro.
  • Redução de custos e burocracia : Ao contrário do financiamento, onde dobra o valor do veículo devido às despesas com juros e, no consórcio, o custo é menor. Não são cobrados juros, apenas taxas de administração (como taxas de seguro, taxas de reserva e taxas de adesão). Outro aspecto positivo é a redução da burocracia. Caso não tenha comprovação de renda e não seja aceito para financiamento, saiba que é mais fácil aceitar em consórcio.

Faça a simulação para possuir seu veículo próprio com a Embracon.

Simulação
chat Eva