5 dicas para não cair em golpes financeiros

5 dicas para não cair em golpes financeiros

Cada vez mais pessoas têm caído em golpes financeiros nos últimos anos. O grande volume de informações da internet, de certa forma, contribui para que mais pessoas coloquem seu dinheiro em risco.

Pesquisa recente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apontou que mais de 12 milhões de brasileiros já sofreram algum golpe financeiro pela internet nos últimos anos. Isso representou um prejuízo de quase R$ 2 bilhões somente em fraudes.

Por isso mesmo, é preciso estar atento. Para evitar que caia em algum golpe, preparamos dicas básicas que podem te ajudar.

Desconfie de tudo

Um dos maiores atrativos de fraudes financeiras são as ofertas com valor muito abaixo da média. De acordo com a pesquisa do CNDL e do SPC, a grande maioria das queixas vêm do não recebimento de produtos comprados pela internet. Em tempos de pandemia, em que o e-commerce aumentou exponencialmente, mais pessoas têm procurado por receber itens em casa.

Caso se depare com um valor de um produto muito inferior aos concorrentes, desconfie. Mesmo que receba uma proposta de um fundo fraudulento, por exemplo, que promete ganhos imensos em pouco período de tempo, não caia na tentação de aplicar só porque alguém te convenceu de que se trata de algo ‘vantajoso’.

Pesquise outros produtos semelhantes e compare a média de preços. Dê preferência a empresas já conhecidas e de credibilidade: você pode utilizar sites como Reclame Aqui, por exemplo, para verificar a reputação da empresa no processo de compra.

Pesquise a reputação da empresa

Como dissemos no tópico anterior, entender a reputação da empresa é essencial ao considerar uma compra.

Muitas pessoas acabam sendo influenciadas por amigos e parentes no processo de compra. Fato é que uma mesma empresa pode oferecer uma boa experiência de compra para um e, para outro, deixar a desejar em algum momento.

A melhor forma de evitar que isso aconteça é pesquisar a reputação da empresa. Por exemplo: se tiver uma experiência de compra ruim, terei meu dinheiro de volta? Será que ela vai me atender?

No caso de alguma pessoa entrar em contato oferecendo uma oportunidade incrível, mais uma vez: desconfie. Se a oportunidade é assim tão boa, por que ela chegou tão facilmente a você? Fique atento a mensagens maliciosas de pessoas que prometem boas oportunidades quando, no fundo, só querem uma forma de extrair seu dinheiro e aplicar um golpe financeiro.

Faça os cálculos

Imagine a situação: um vendedor entra em contato prometendo um fundo de investimento que possui 15% de juros composto por mês. Em uma conta básica, ao investir R$ 1.000 por mês, você chegaria a mais de R$ 4 milhões em 5 anos por meio deste cálculo.

Está na cara que se trata de uma furada, não é mesmo? Se você comparar outros tipos de investimento, não vai demorar para entender que se trata de algo discrepante comparado ao que é ofertado pelas instituições financeiras.

O melhor a se fazer é calcular o quanto a oferta vai te impactar. Será que vale a pena o risco de algo considerado incerto?

Entenda os riscos

É essencial entender os riscos de qualquer coisa que for fazer, para não cair em um golpe financeiro.

Muitos deles acontecem com a pressão de que a decisão deve ser tomada rapidamente. Essa pressão psicológica, por si só, é indício de que você pode estar sendo atraído para uma furada.

Vale lembrar que essa pressão é imposta de diferentes formas: pode ser por meio de uma página de compra que promete uma suposta vantagem ao concretizar a compra naquele momento ou um vendedor que insiste para que a transação seja efetuada o quanto antes, com a falsa promessa de ser uma ‘oportunidade única’.

Por mais que a oferta seja atrativa, entenda bem os riscos e, mais uma vez, continue pesquisando. Não tome decisões por meio da pressão. Do contrário, as chances de cair em um golpe financeiro podem aumentar!

Atenção aos padrões

Muitos golpes financeiros possuem alguns padrões de aplicação. Como dissemos acima, criar o senso de urgência para uma transação representa um padrão bastante aplicado nesses golpes.

Outro padrão muito aplicado é o de um retorno exorbitante esperado em pouco tempo. O objetivo desses golpes é fisgar principalmente pessoas que não acompanham os índices de investimento. Por exemplo, a promessa de um retorno garantido de mais de 20%, por exemplo, é uma das falácias mais aplicadas.

Uma forma de saber se um investimento em renda fixa pode ou não render um alto percentual é acompanhar os índices da taxa Selic, a taxa de juros básica no Brasil. Em novembro de 2020, ela está fixada em 2%, ou seja, qualquer rentabilidade garantida muito acima disso já é um fator de desconfiança.

Além disso, esses mal intencionados pedem uma grande quantia de dinheiro imediata para aplicação. Vale lembrar que, quando se trata de investimento, é preciso diversificar seu portfólio, para que você não corra o risco de perder toda a sua aplicação caso algo imprevisto aconteça.

Muitas dessas comunicações fraudulentas vêm em mensagens de e-mail mas, ultimamente, outro aplicativo bem utilizado no dia a dia tem sido o alvo de criminosos desse tipo: o WhatsApp.

No caso do e-mail, caso visualize uma mensagem suspeita, encaminhe para a caixa de spam ou delete imediatamente. Quanto à mensagem do WhatsApp, você pode bloquear o contato e realizar uma denúncia.

Fique atento também aos esquemas de pirâmide, em que se promete um ganho considerável atraindo outras pessoas para o mesmo esquema. Esta prática criminosa tem um padrão: muitos que estão no topo da pirâmide somem com todo o dinheiro, deixando todos os demais que atraíram novos integrantes sem nada.

Como deu para perceber, os golpes financeiros são aplicados sob diversos formatos, muitos deles com padrões específicos que podem ser evitados.

Caso se depare com algo ofertado em nome de uma instituição financeira, por exemplo, não deixe de entrar em contato para verificar se as condições realmente são as mesmas ofertadas pelos bancos ou casas de empréstimo.

É possível fazer uma denúncia aos órgãos oficiais quando se deparar com esquemas de fraude ou golpes financeiros de forma totalmente online, sem precisar se identificar.

Falando em finanças, você conhece todas as vantagens de um consórcio? Faça uma simulação em nosso site e descubra.
Simulação Consórcio
Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.


chat Eva