Vale a pena usar papel de parede na decoração?

Vale a pena usar papel de parede na decoração?

Vale a pena usar papel de parede na decoração?

Ao decorar a própria casa, muitas pessoas encaram com desânimo o momento de pintar os cômodos — e não é para menos. Afinal, essa é uma tarefa que leva tempo, dá trabalho e, de acordo com o estado das paredes, demanda profissionais para fazer o serviço. Tudo isso só aumenta os gastos.

É justamente por isso que o papel de parede — conhecido pela praticidade e pelo ótimo custo-benefício — surge como uma grande tendência no design de interiores. Assim, reunimos neste post uma série de informações sobre ele. E, também, os motivos que fazem esse material ser uma excelente escolha para a decoração do seu lar. Acompanhe a leitura!

Quais as vantagens do papel de parede?

As vantagens do papel de parede são inúmeras, a começar pelo fato de que é possível encontrar modelos com preços bastante atrativos. E o melhor: com uma infinidade de cores, texturas, estampas e até efeitos estéticos como o 3D. Assim, qualquer ambiente é renovado e, de quebra, ainda há o reforço do estilo de decoração adotado.

Para completar, ele tem uma boa durabilidade e é fácil de limpar. E reveste diferentes superfícies — paredes, eletrodomésticos, portas e móveis. Isso tudo além de não precisar de mão de obra para ser aplicado, pois você mesmo pode fazer isso, já que existem inúmeros modelos autocolantes.

E as desvantagens?

Já em relação às desvantagens do papel de parede, fique tranquilo! Isso porque, basicamente, só há uma: ele não é recomendado para áreas ao ar livre como os muros de uma residência.

O motivo é que a exposição prolongada aos raios solares, especialmente durante o verão, pode descolorir o material e provocar manchas. Com isso, você o substitui com mais frequência e tem gastos maiores devido às compras recorrentes.

Em quais cômodos o papel de parede pode ser aplicado?

Engana-se quem pensa que o papel de parede só deve ser usado em ambientes como salas, quartos, varandas e corredores, pois a exposição à umidade presente em áreas molhadas — cozinhas, banheiros e lavandeiras — pode danificá-lo e, inclusive, deteriorá-lo.

No entanto, isso não é verdade, viu? A razão disso é que já existem versões vinílicas no mercado que têm como principal característica a alta resistência à água. Desse modo, é possível molhá-los e até mesmo lavá-los. Ou seja, dá para usar o papel de parede em qualquer espaço interno do seu lar.

Quais os cuidados necessários na aplicação e conservação?

Para aplicar, não há muito mistério. A superfície precisa ser higienizada para remover qualquer impureza e deve estar seca. Já para evitar imperfeições durante a colagem, é recomendado usar uma espátula plástica (ou de silicone) para passar sobre a superfície do material e garantir uma melhor adesão sem dobras, bolhas ou marcas.

Por outro lado, a limpeza do papel de parede vai depender do modelo usado. Aqueles que são vinílicos podem ser lavados com água e sabão neutro a cada 30 dias.

Para esfregar e fazer movimentos circulares, use as mãos ou um pano de microfibra — nunca uma esponja ou lã de aço, certo? Agora, se os modelos forem acetinados ou de TNT, o ideal é utilizar apenas uma flanela para remover a poeira a cada 15 dias.

omo você viu, vale muito a pena usar papel de parede ao decorar o seu imóvel. Ele ajuda a personalizar o seu lar, requer uma manutenção simples e ainda tem excelente custo-benefício. Por isso, invista nele sem medo!

E aí, gostou do post? Então, aproveite para seguir a gente em nossas redes sociais e conferir outras dicas para ter a sua casa do jeito que você sempre quis! Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter e YouTube!

Simulação de Consórcio
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Ler próximos artigos

Consórcio