7 dicas de como vender seu carro

7 dicas de como vender seu carro

7 dicas de como vender seu carro

Se você já buscou por informações sobre como vender um carro, provavelmente percebeu que há várias maneiras de fazer isso. Essa grande quantidade de opções torna tudo um pouco mais complicado. Afinal, as dúvidas sobre qual forma escolher inevitavelmente surgirão.

Seja qual for a opção escolhida, há uma série de cuidados que precisam ser tomados para tornar a venda mais rápida e efetiva.

A seguir, selecionamos algumas boas práticas para que você consiga vender seu carro de forma correta. Acompanhe e boa leitura!

1. Apresentação é fundamental

Pode parecer algo óbvio, mas muitos proprietários que pretendem vender seus veículos não dão a atenção devida a esse aspecto.

Imagine que você é o comprador: em qual estado você desejaria encontrar o carro para que ele atraísse mais sua atenção?

Nesse sentido, cuide da limpeza do automóvel e do polimento da lataria. Ações simples como essas dão ao veículo um ar mais atrativo e o deixam mais apresentável.

Na parte interna, higienize bem os bancos e cuide para que cheiros incômodos não fiquem impregnados no interior e aproveite para trocar os tapetes se eles estiverem gastos. Não se esqueça de submeter o motor a uma limpeza profunda.

2. Atenção aos anúncios

De todas as formas disponíveis sobre como vender um carro, a mais popular — e procurada — é a utilização dos anúncios em sites de classificados online. Entretanto, de nada adianta ter acesso a esse recurso se o anúncio for feito de maneira incorreta e sem profissionalismo.

Na realidade, basta uma simples olhada nos maiores portais de venda online para percebermos a quantidade enorme de pessoas que divulgam seus veículos com anúncios de má qualidade.

Entre os erros mais recorrentes estão fotos mal feitas e falhas na descrição. É claro que esses indivíduos demorarão muito mais para fechar negócio.

Ao fazer as fotos de seu carro cuide da iluminação para que todos os detalhes sejam evidenciados. Preocupe-se em fazer imagens de todos os itens (painel, rodas, frente, lateral, traseira, faróis etc) e em diferentes ângulos.

Detalhes importam, sim!

Além disso, uma ideia interessante é fazer as fotos em diversos ambientes e situações, por exemplo, sob a luz solar e debaixo da sombra de uma árvore.

Na descrição procure ser o mais detalhista possível. Deixe claro quais são as principais características e qualidades do carro que pretende vender. Faça um breve resumo sobre o histórico e sempre confira as informações para evitar erros.

Por fim, procure analisar quais são as funcionalidades e recursos da plataforma de anúncio escolhida. Existem várias opções gratuitas no mercado, entretanto, pode ser interessante optar por um pacote de anúncios pagos para agilizar o processo.

3. Analise o mercado

É interessante dar uma atenção especial ao mercado de automóveis, especialmente ao segmento do qual o veículo faz parte.

Ao fazer isso, é possível identificar se aquele é o momento correto de colocar o carro à venda ou, ainda, quais são as características mais valorizadas.

4. Inspeção e revisão

Antes de anunciar o veículo é fundamental que ele seja submetido a uma inspeção e revisão de segurança para garantir que itens importantes como freios, pneus, sistema elétrico e nível de óleo, entre outros, estejam em boas condições de uso.Inclua na revisão a verificação de todos os fluidos e possíveis problemas nos sensores do veículo.

5. Defina um preço justo

O preço do carro é sempre um ponto sensível. A primeira coisa que o proprietário deve ter em mente é que o valor nem sempre é aquele que ele gostaria que fosse, e sim o valor praticado no mercado no momento.

Preços muito altos ou muito baixos despertam dúvidas nos futuros compradores, e isso faz com que eles se afastem da oferta. Por isso, é essencial definir um valor que esteja dentro da realidade.

Para fazer isso, vale a pena consultar a Tabela Molicar e a Tabela Fipe, as duas principais no segmento de usados. Esses indicadores ajudam a equilibrar o mercado.

Caso tenha pressa na venda, você pode optar por dar um desconto sobre o número apontado nesses índices.Vale ressaltar que as vendas feitas por meio de intermediários reduzem o valor final, uma vez que sempre há a cobrança de algum percentual.

Por outro lado, vender o carro por conta própria permite a obtenção de um ganho maior. Em ambos os casos, todos os cuidados devem ser tomados para que a negociação seja feita com segurança.

6. Equipamentos originais

Por mais que o dono do carro ame os acessórios e as alterações que fez, na hora de vender o ideal é que ele esteja o mais próximo possível do original.

Vale ressaltar que itens que não fazem parte do conjunto original provocam desvalorização significativa do veículo. É preciso tomar cuidados para que as customizações não afetem os planos de venda.

7. Histórico do carro

Ter guardado documentos que comprovam que o carro foi bem cuidado ajuda muito no processo de venda.

Entre eles, destacamos as notas relativas às revisões e possíveis trocas de peças, bem como o manual com as revisões feitas pela concessionária autorizada.

Essa documentação valoriza o carro para a venda, uma vez que deixa claro que o veículo esteve nas mãos de uma pessoa cuidadosa e atenta às revisões e manutenções. Com isso, o comprador terá mais segurança para fechar o negócio.

Dica extra: carros difíceis de revender

É possível que o veículo que você queira vender tenha baixa aceitação no mercado. Se for o seu caso, procure apostar no maior número possível de formas de venda e não se esqueça de seguir as dicas anteriores para criar um anúncio atrativo em sites de classificados.

Se for colocar o carro à mostra em feiras, a sugestão é fazer isso em dias da semana ou nos dias de menor movimento. O objetivo é diminuir a quantidade de concorrentes.

Gostou de nossas dicas e orientações sobre como vender um carro? Compartilhe este artigo em seu perfil do Facebook ou no Twitter e ajude seus amigos que passam pela mesma situação!

simule-um-consórcio-de-carro

Simule um consórcio de carro

Leia também:

Vale a pena fazer consórcio de um carro usado? Saiba mais

Simulação de Consórcio
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Ler próximos artigos

Consórcio