Gengivoplastia: o que é e para quem é indicada

Gengivoplastia: o que é e para quem é indicada

Muitas pessoas evitam sorrir porque se sentem incomodadas com a estética do sorriso, e tais problemas acabam afetando também a autoestima. Ter um belo sorriso depende não apenas da saúde e da beleza dos dentes. Também há outros fatores: tamanho proporcional entre eles, os lábios e a gengiva, que pode ser conquistado de maneira rápida e sem dor, por meio de uma cirurgia plástica gengival, também conhecida como gengivoplastia.

Esse tem sido um procedimento muito procurado por aqueles que têm o sorriso gengival. Uma característica que vem desde o nascimento, mas que pode acontecer caso a gengiva retraia (cresça) devido a uma inflamação (gengivite) ou por meio de algum uso de medicamento.

Ficou interessado e quer saber mais sobre a gengivoplastia? Então, continue acompanhando este post e saiba o que é, como funciona e para quais tipos de paciente ela é indicada!

O que é a gengivoplastia e para que serve essa cirurgia?

A gengivoplastia é um nome dado à cirurgia plástica que tem como objetivo corrigir a gengiva e o sorriso do paciente. O processo é feito a partir da retirada do excesso de tecido gengival e por meio da reconstrução do contorno desse tecido em volta dos dentes.

Certamente, você já deve ter percebido em alguma pessoa que, ao sorrir, ela exibe uma extensão maior de gengiva. E, muitas vezes, acaba encobrindo os dentes. Nesses casos a cirurgia é indicada, já que a finalidade é corrigir defeitos que apresentam algum tipo de comprometimento estético. Vale lembrar, ainda, que esse é um procedimento feito pelo periodontista ou cirurgião dentista no consultório dentário.

Como ela funciona?

A gengivoplastia é um procedimento cirúrgico bem simples, realizado com anestesia local e com duração de meia hora aproximadamente. O periodontista ou cirurgião dentista retira o excesso de gengiva com um laser ou bisturi e, se preciso, faz a correção de outras imperfeições, como gengiva torta, deslocando a gengiva para baixo, para cima ou para os lados, de acordo com o objetivo da cirurgia.

Lembrando que não há cicatrizes e muito menos pontos. A cicatrização geralmente demora, em média, duas semanas. Para os casos em que a gengiva apresenta mais de 8 mm, é preciso realizar um procedimento mais complexo do que a gengivoplastia, já que é necessário fazer o reposicionamento do osso.

Para quais tipos de pacientes ela é indicada?

Essa cirurgia é recomendada para pessoas que mostram mais a gengiva que os dentes ao sorrir, ou então que tenham as gengivas muito grandes, o conhecido sorriso gengival. É indicada também para os casos em que elas são bem finas e em quadros de retrações, que ocorrem quando o tecido se desloca e expõe a raiz.

O sorriso gengival, segundo pesquisa, é mais comum em mulheres, e é importante destacar que a remodelação é aconselhada apenas quando um dente tem maior cobertura de gengiva do que os demais.

Leia também:

Como é o pós-operatório?

Como já mencionamos, a gengivoplastia é uma cirurgia muito rápida e simples, portanto, não tem um pós-operatório complexo. Mas alguns cuidados que devem ser tomados, como:

  • evitar fazer esforços físicos, exposição ao sol, fumar e ingerir bebidas alcoólicas nos primeiro sete dias;
  • a alimentação precisa ser composta de alimento leves e evitando comidas quentes, de consistência pastosa ou sólida;
  • usar a medicação recomendada para o pós-operatório;
  • fazer a higiene bucal conforme indicação do dentista.

Estamos falando de uma cirurgia que não é agressiva e que não causa dor ou inchaço. Por isso, o paciente não precisa de internação, podendo voltar para a sua rotina no dia seguinte.

A gengivoplastia, normalmente, é feita em apenas uma consulta, por isso é bastante rápida e sem nenhuma complexidade. O dentista vai retirar o excesso de gengiva que está comprometendo a harmonia do sorriso do paciente, sem envolver as demais estruturas. No entanto, apesar de simples, é imprescindível que haja o respeito do tempo de recuperação. Ou seja: precisa seguir todas as indicações para não ter risco.Gostou deste post sobre a gengivoplastia? Então, aproveite para nos seguir nas redes sociais e conferir nossas atualizações. Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn, YouTube e Twitter!

Imagem Consorcio Embracon CTA
chat Eva