Como funciona o clareamento dos dentes?

Como funciona o clareamento dos dentes?

Hoje, podemos contar com diversos métodos para clareamento dos dentes, dos tradicionais cremes dentais com ação de clareadores a produtos específicos para a remoção de determinados tipos de manchas.

Tanto o trabalho feito pelo profissional no consultório dentista quanto os métodos caseiros fazem uso de alvejantes. Nesses produtos (cremes, géis etc.), os princípios ativos mais usados são o peróxido de hidrogênio e o peróxido de carbamida.

Eles atuam na remoção de manchas superficiais ou profundas. Porém, há diferenças entre um procedimento e outro, como você poderá observar a seguir:

Clareamento caseiro

Nesse tipo de procedimento, o tratamento é feito usando-se uma moldeira personalizada. Ela é criada pelo seu dentista e deve ser utilizada durante algumas horas do dia ou durante a noite toda.

O período pode variar de um caso para outro e, além disso, sempre que você observar o reaparecimento de manchas, pode voltar a usar a moldeira. É importante que todas as orientações do dentista sejam seguidas, especialmente no que diz respeito à quantidade de gel e o tempo de aplicação.

  • vantagens: excelentes resultados, seguro, econômico, efeito mais prolongado e tem ótimo custo-benefício;
  • desvantagens: tem que ter disciplina para respeitar o tempo e a frequência de aplicações e uso. A moldeira pode incomodar alguns pacientes e há o tempo maior de aplicação quando comparada às técnicas de clareamento em consultório.

Clareamento dental a laser

O clareamento dental a laser deve ser realizado sempre por um profissional qualificado (dentista). É feita uma aplicação de um gel na superfície dos dentes e, em seguida é aplicado o laser. Assim, o gel liberará moléculas de oxigênio que darão início ao processo de clareamento.

  • vantagens: é um procedimento rápido, prático e indolor, os resultados são imediatos e é mais seguro que o clareamento caseiro;
  • desvantagens: os resultados não são para sempre. De acordo com estilo de vida do paciente, em torno de dois anos, os dentes podem apresentar manchas novamente devido ao consumo de alimentos como o café e refrigerantes. É necessário uma manutenção após esse período para que os resultados possam continuar.

Tiras clareadoras

É possível ter acesso às tiras clareadoras em alguns consultórios odontológicos e nas farmácias. Elas oferecem resultados interessantes, já que ficam mais tempo em contato com os dentes e têm uma concentração maior dos compostos clareadores.

  • vantagens: são muito práticas e fáceis de serem encontradas, podem ser usadas por quem precisa de um clareamento de poucos tons por exemplo;
  • desvantagens: elas podem provocar sensibilidade nos dentes de algumas pessoas e até pequenas inflamações. Além disso, dependendo do tamanho da tira elas podem não alcançar todos os dentes, já que não foram feitas de forma personalizada.

Enxaguantes

Há uma série de enxaguantes no mercado. Geralmente, eles são usados após a higienização dos dentes tendo em vista aumentar a limpeza e ajudar no clareamento.

Entretanto, eles não são os personagens principais quando o assunto é o clareamento dos dentes. Na realidade, devem ser vistos como auxiliares.

  • vantagens: podemos usá-los diariamente, estão disponíveis em qualquer farmácia/supermercado;
  • desvantagens: de fato, há enxaguantes que têm em sua composição o peróxido de hidrogênio, e isso aumenta o potencial clareador. Porém, esse composto está em baixa concentração e, além disso, o tempo em que permanece em contato com os dentes é muito curto. Tudo isso faz com que os resultados sejam muito lentos e, às vezes, nem observáveis.

Cremes dentais abrasivos

Os cremes dentais ajudam a manter a saúde bucal e auxiliam na manutenção dos resultados do clareamento  de dentes profissional.

  • vantagens: são produtos de baixo custo, de fácil acesso e devem estar presentes na higiene diária dos dentes;
  • desvantagens: alguns deles são muito abrasivos e o uso frequente pode causar danos no futuro, como o aumento da sensibilidade. Por isso, pode ser interessante que seu uso seja alternado com pastas de dente com um menor grau de abrasividade.

Consulta profissional

Seja qual for o método que você escolher para clarear seus dentes, sempre faça um exame clínico. A presença de erosão, abrasão, sensibilidade ou problemas na gengiva podem tornar inviáveis algumas técnicas.

Aproveite para receber mais dicas e orientações como essas em seu e-mail assinando nossa newsletter!

Imagem Consorcio Embracon CTA
Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.

chat Eva