4 perguntas e respostas sobre a lipoaspiração

4 perguntas e respostas sobre a lipoaspiração

Procedimento cada vez mais comum, mas que ainda é motivo de muitas dúvidas, a lipoaspiração costuma ser um alvo de temores e propagandas um tanto quanto enganosas.

Que os riscos existem não há a menor dúvida, porém, eles serão drasticamente reduzidos quando a cirurgia for realizada por um profissional reconhecido e com expertise na área.

O problema, muitas vezes, é originado justamente na falta de cuidado no que se refere à escolha do cirurgião. Infelizmente, a cada dia surgem novos "profissionais" prometendo algum tipo de técnica milagrosa, de rápida recuperação e sem riscos. Se ouvir algo do tipo, fuja!

Dito isso, mostraremos a seguir 5 perguntas e respostas sobre a lipoaspiração. Continue a leitura e confira!

Conheça o Consórcio de Serviços da Embracon

1. O que é a lipoaspiração?

Começaremos então pelo começo. Brincadeiras à parte, é importante que você compreenda o que é a lipoaspiração. Embora a maioria já sabe de que se trata de um procedimento para a retirada de gordura, poucos conhecem a sua real finalidade.

Nesse sentido, a observação a se fazer é que a lipoaspiração é destinada apenas para quem quer retirar as gorduras localizadas, e não para combater a obesidade.

Outro ponto a destacar é que essa é uma intervenção de grande porte, exigindo uma série de cuidados em relação ao local de realização, anestesias, estudo do paciente etc.

Saiba mais: Tudo sobre o consórcio de cirurgia plástica Embracon

2. Como funciona?

Quanto ao funcionamento da lipoaspiração, o processo ocorrerá por meio de cânulas especiais desenvolvidas unicamente para esse tipo de cirurgia: cânula é o termo referido a um tubo aberto em ambas as extremidades e fabricado especialmente para ser introduzido no corpo.

Cabe salientar a questão da anestesia. Na maior parte das vezes ela será peridural, em que o anestésico é injetado ao redor do canal espinhal. Entretanto, ela também pode ser "local" ou "geral", tudo vai depender do caso em específico.

Descubra: Como escolher um consórcio de cirurgia plástica em 6 passos

3. Quem pode fazer?

Já no que diz respeito a quem pode fazer a lipoaspiração, fique sabendo de que não há limite de idade para o procedimento. Contudo, para os jovens, a recomendação é aguardar o fim da puberdade.

Para os mais idosos, por sua vez, a indicação é só realizá-la mediante a uma avaliação detalhada. Se os riscos forem baixos, sem problemas. Porém, não poderíamos deixar de ressaltar que a lipoaspiração é proibida para gestantes.

Leia também: 3 coisas que você precisa saber sobre consórcio para cirurgia plástica

4. Como o pré e o pós-operatório são?

Outra dúvida bastante comum corresponde ao pré e ao pós-operatório. De forma clara e objetiva, o momento que antecede a operação requer uma análise clínica minuciosa e a perda de peso quando indicada pelo cirurgião.

E após realizada a intervenção, será necessário:

  • utilizar um modelador elástico (entre 30 a 45 dias);
  • fazer drenagens linfáticas;
  • evitar se expor ao sol enquanto ainda houver as machas arroxedas (equimoses);
  • votar às atividades físicas conforme à recuperação.

Aliás, é importante ressaltar que o período de recuperação vai depender de cada pessoa. Normalmente, será possível retornar ao trabalho (desde que a função não exija muito esforço) em aproximadamente 15 dias.

Por fim, saiba que a gordura retirada representa em média a 5% do peso total do paciente. Se a intenção for retirar mais do que isso, o recomendado é realizar vários procedimentos: quanto mais gordura retirada, maior o risco de complicações.

Consórcio de serviços: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

O que achou deste artigo sobre a lipoaspiração? Gostou? Então o compartilhe em suas redes sociais!

Consórcio de Serviços
Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.
chat Eva