3 dicas para passar na imigração de qualquer país sem problemas

3 dicas para passar na imigração de qualquer país sem problemas

Uma das maiores preocupações de quem viaja para fora do país é a imigração. Um momento que todos precisam enfrentar, mas que nada mais é do que uma checagem padrão para que você entre no país. No entanto, em alguns lugares, esse processo é mais temido por conta do histórico, como nos Estados Unidos, Inglaterra e Canadá.

Passar na imigração, no geral, não é problema para a maioria das pessoas. Basta fazer tudo de forma natural, confirmar suas reais intenções, manter uma boa postura e falar a verdade. Mas, para que você não tenha uma viagem frustrada, vamos ajudar e te tranquilizar. Confira as dicas para  superar essa etapa da viagem sem problemas.

1. Tenha os seguintes documentos em mãos

Cada país tem suas normas de imigração, mas, no geral, a variação nos requisitos é baixa. Ter os documentos a seguir em mãos é o primeiro passo para avançar sem empecilhos.

Passaporte

É o único documento válido para a entrada de brasileiros em outras pátrias. Nenhuma outra identificação tem o valor do passaporte, mas é válido ter disponível documentos complementares. Entre eles, listamos a identidade, carteira profissional ou de habilitação.

O passaporte precisa estar válido por, pelo menos, mais três meses e ter sido emitido há menos de 10 anos.

Seguro saúde

Não é uma obrigação e ninguém quer usá-lo, mas ter um comprovante do seguro-saúde em uma viagem internacional causa boa impressão. Atesta que você é uma pessoa atenta às normas e precavida e pode, sim, ser solicitado por um agente de imigração.

Carteira de vacinação

Em especial, a carteira de vacinação precisa atestar que você está protegido da febre amarela. Em alguns países a vacina é obrigatória. É uma vacina gratuita e que deve ser aplicada pelo menos 10 dias antes de sua viagem. Também vale a pena tê-la em mãos por vir de um país tropical.

2. Leve consigo esses comprovantes de intenção

Uma das maiores preocupações dos agentes é com imigrantes ilegais. Para não parecer um e evitar essa desconfiança tenha em mãos as seguintes evidências de suas intenções fora do Brasil.

Vouchers de passagens aéreas e acomodações

Tudo que estiver documentado, preferencialmente em papel, vale ser apresentado como uma comprovação do que você pretende fazer no país e quanto tempo vai ficar. Seja turismo, educação ou outro fim, na hora da imigração, é um ponto positivo poder mostrar comprovantes de onde vai ficar, estudar e como chegará até esses lugares.

Dinheiro e cartões

Outra forma de provar seus planos é mostrar que você não vai ter problemas em se manter por lá pelo período descrito. Para isso, tenha uma certa quantia de dinheiro local consigo assim que aterrissar.

Da mesma forma, é interessante ter cartões de crédito internacionais e os limites na ponta da língua, já que eles podem ser questionados ao passar na imigração.

3. Atente aos sinais que são observados

Em síntese, não há regras bem claras quanto à imigração. Porém, normalmente, seguir estas instruções garantem que você passe uma imagem confiante e solícita na imigração, facilitando sua chegada ao país de destino:

  • deixe em um local de fácil acesso todos os documentos e comprovantes que podem ser solicitados;
  • seja cortês com os agentes, mantenha uma postura educada;
  • responda de forma clara o que for perguntado — e somente isso;
  • mesmo que repitam as perguntas, responda novamente para não deixar dúvidas.

Bom, agora já está mais fácil passar na imigração sem problemas. Saiba que você não será o primeiro nem o último a atravessar esse momento e, por isso, não deixe se levar por coisas pequenas e mantenha o foco em aproveitar ao máximo seu destino.

Imagem Consorcio Embracon CTA

Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.

chat Eva