Saiba mais sobre a mastopexia

Saiba mais sobre a mastopexia

A mastopexia — também conhecida como "lifting de mama" e "mamoplastia" — é o procedimento estético que tem sido cada vez mais procurado pelas mulheres que desejam levantar os seios sem a necessidade de utilizar próteses de silicone.

O objetivo dessa cirurgia é simples: deixar as mamas com um aspecto mais firme e juvenil, revertendo o caimento natural dos seios (ptose mamária) e os elevando até a sua posição original.

Dito isso, apresentaremos a seguir os pontos principais em relação à mastopexia. A leitura é interessante e, por isso, merece toda a sua atenção. Aproveite!

Conheça o Consórcio de Serviços da Embracon

Com ela é feita?

A cirurgia deve ser realizada, obrigatoriamente, em hospitais e, normalmente, com anestesia geral. A mastopexia consiste em uma intervenção cirúrgica que retira o excesso de pele do tecido mamário e remodela os seios, objetivando dar a eles uma aparência mais arredondada e empinada.

Cabe salientar que a mamoplastia envolve o reposicionamento de todo o complexo aréolo-papilar, o popular "bico".

Quais são os tipos de mastopexia?

No início do artigo falamos que o lifting de mama é um procedimento que tem o objetivo de levantar os seios sem a utilização das próteses de silicone. Porém, o que não tínhamos falado é que esse é o seu tipo clássico, mas, quando os seios são muitos pequenos, a mulher pode optar pelo mastopexia com prótese.

Essa segunda opção pretende, além de levantar os seios, aumentar o seu tamanho, criando uma silhueta mais preenchida. No entanto, é preciso deixar claro que em casos de próteses muitos grandes, o implante dos silicones não pode ser realizado junto à mastopexia.

Em outras palavras, seriam duas cirurgias separadas (o implante de silicone e a mamoplastia sem prótese), sendo recomendado um intervalo mínimo de três meses entre uma e outra.

Leia também: 5 principais dúvidas sobre o consórcio de cirurgia plástica

Para quem essa cirurgia é indicada?

Para toda e qualquer mulher (acima de 18 anos) que não esteja satisfeita com o formato e o caimento dos próprios seios. A questão aqui é puramente estética, buscando uma melhor harmonia corporal.

Quais são os cuidados necessários antes de realizá-la?

Assim como em praticamente todas as outras cirurgias, cuidados são necessários antes da sua realização. A avaliação da coagulação do sangue e um hemograma completo servem como exemplo.

Contudo, por se tratar da região das mamas, exames de ultrassom e mamografia também são solicitados. Outros cuidados incluem:

  • não fumar nas duas semanas que antecedem a mastopexia;
  • não ingerir bebidas alcoólicas nas 48 horas anteriores à cirurgia;
  • interromper o uso de determinados medicamentos (o médico responsável faz uma análise de caso a caso);
  • estar em jejum absoluto de 8 horas. ​

Por fim, não poderíamos deixar de falar do pós-operatório. Nos primeiros 15 dias, o repouso deve ser total. A mulher não pode fazer nada que resulte em esforços físicos, mesmo que leves.

Para a boa recuperação da mastopexia, a dica é só uma: respeitar absolutamente todas as orientações médicas. Isso inclui, por exemplo, as medicações prescritas e a utilização de sutiã.

Consórcio de Serviços
Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.
chat Eva