Dúvidas ao escolher um consórcio de carro? Saiba o que levar em consideração!

Dúvidas ao escolher um consórcio de carro? Saiba o que levar em consideração!

O atual momento econômico que o país vive hoje colocou os consórcios em maior evidência. E você, tem dúvidas ao escolher um consórcio de carro? Então, continue a leitura e saiba mais sobre a modalidade.

Poucas pessoas conseguem comprar um carro à vista, e o consórcio é uma das formas utilizadas para adquirir um bem que está cada vez mais em alta, já que, ao contrário dos financiamentos, ele não apresenta taxas de juros elevadas.

Mas, na hora de escolher um consórcio de carro, surgem muitas dúvidas.

E, realmente, é preciso tomar certos cuidados para que você tenha a certeza de que está contratando o melhor consórcio. Trata-se de uma modalidade muito segura de investimento e de planejamento financeiro.

Então, se você quer fazer um consórcio de carro e ainda tem dúvidas de como escolher o melhor, continue acompanhando este post, pois vamos apresentar alguns tópicos importantes. Confira e boa leitura!

Pesquise sobre a empresa

É indispensável que se investigue sobre a tradição e reputação da administradora do consórcio, além de comprovar se ela é autorizada pelo Banco Central, o órgão fiscalizador dos planos de consórcio (é possível encontrar as empresas autorizadas pelo site).

Não se esqueça de verificar junto aos órgãos de proteção ao consumidor e na internet a reputação da administradora, se há problemas frequentes e quais são eles.

E, claro, antes de fechar o contrato, peça explicações à empresa. Teste seu contato com os consorciados e seus canais de comunicação.

Saiba qual é a taxa de administração

Como já foi dito, os consórcios (ao contrário dos financiamentos) não sofrem a incidência de taxas de juros.

Porém, todas as empresas vão cobrar uma taxa de administração, imprescindível para a gestão do grupo de consorciados.

Sabendo que cada administradora pode cobrar o valor que quiser, antes de assinar o contrato, pesquise. O percentual da taxa deve sempre ser informado no momento do contrato.

Leia atentamente as condições de contrato

Essa dica é muito importante para qualquer compromisso financeiro que você fizer, pois assim conseguirá escolher o melhor para o seu bolso e para as suas necessidades.

Até porque assinar um contrato significa assumir uma grande responsabilidade com outra pessoa ou empresa. E, para que problemas futuros não apareçam, é imprescindível uma leitura minuciosa.

Portanto, busque auxílio da empresa ou de uma pessoa de confiança e questione sempre.

As regras que vão conduzir o negócio estarão no contrato. Entre elas, o valor do reajuste e o seu prazo, o valor das prestações mensais, as taxas, as condições de contemplação, as obrigações e os direitos da administradora e do consorciado etc.

Conheça a sua capacidade financeira

Outro fator que deve ser analisado de maneira cuidadosa é a sua situação financeira. Verifique se você tem condições de entrar em um consórcio. Muitos especialistas em finanças pessoais afirmam que o valor total que você investe em bens a prazo não pode superar 30% da sua renda.

Então, ao calcular o valor máximo das parcelas mensais, deixe sempre uma folga entre esse teto de 30%. Afinal, isso vai evitar que as suas prestações deixem de serem pagas, excluindo-o, consequentemente, do consórcio.

Fique atento às promessas feitas na hora da venda

Antes de qualquer coisa e, principalmente, antes de assinar o contrato, uma boa dica é conferir se o vendedor que está te atendendo realmente tem autorização para fazer essa operação - ainda mais se você estiver adquirindo uma cota de terceiros.

Além disso, jamais acredite em promessas como “depois de sorteado, você não vai mais precisar pagar as parcelas” ou, ainda, “caso pague uma taxa a mais, você será contemplado logo”.

Não existe a possibilidade de garantir uma contemplação rápida, pois ninguém tem uma maneira de assegurar que você será sorteado ou quando isso vai acontecer. Todos os participantes concorrem em condições iguais nas assembleias.

Garanta a sua liberdade ao escolher um consórcio de carro

Assim que você começar a procurar um consórcio para comprar o seu carro, muitas empresas vão perguntar que carro você pretende adquirir.

Algumas vão fazer uso dessa informação para estipular o valor de crédito. No entanto, outras podem tentar vender um consórcio de um carro específico, e não a concessão de uma carta de crédito no valor do carro que você informou.

Lembre-se que, após a contemplação, é possível mudar de ideia sobre o carro escolhido. E, caso a sua nova escolha seja mais cara, ela poderá ser usada como entrada na compra de outro veículo.

Analise a frequência de viagens realizadas

Uma dica muito valiosa é analisar a frequência de viagens que você realiza para não errar na escolha do seu automóvel. Não importa se o deslocamento será feito por motivos de passeio ou por razões profissionais.

Se a família pega a estrada para passeios longos, é fundamental que se tenha espaço suficiente no porta-malas para acomodar todas as bagagens.

Agora, se a necessidade é cobrir distâncias longas regularmente por razões de trabalho, o tamanho do porta-malas não vai interferir tanto.

E, claro, se o carro vai atender à necessidade de tantas viagens, é importante levar em consideração a quilometragem.

Nesse caso, seria mais viável optar por um carro novo ou seminovo. A tendência é que um carro com alta quilometragem, ou seja, muito “rodado”, apresente vários problemas em pouco tempo de uso.

Atente-se aos acessórios que serão necessários

As concessionárias geralmente oferecem vários tipos de acessórios, desde os mais simples, como vidros elétricos, até os mais sofisticados, como teto solar.

No entanto, em vez de se preocupar com sofisticação, o mais relevante é escolher aqueles que, de fato, são indispensáveis para o seu conforto. Por exemplo, o ar-condicionado, que vai ser muito útil para uma longa viagem em épocas quentes, assim como a direção hidráulica, que torna a viagem menos cansativa.

Além disso, comprar um carro com freios ABS e com airbag também é um bom ponto a ser considerado, pensando no quesito segurança.

Sejam quais forem as suas opções, o recomendado é sempre prezar pela funcionalidade e segurança, não pela quantidade de itens sofisticados.

Escolher um consórcio de carro pode ser uma tarefa fácil se você seguir todas essas dicas. Não se esqueça de que você também deve avaliar o automóvel mais compatível com o seu perfil. Tenha isso em mente e faça o melhor negócio!

Ficou interessado e quer investir em um consórcio de carro? Então, faça uma simulação agora mesmo e conheça os nossos serviços!

Imagem Consorcio Embracon CTA

Gostou do nosso post? E que tal saber mais sobre as nossas novidades em tempo real? Siga-nos nas redes sociais e veja tudo na sua timeline. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, além de um canal incrível no YouTube.
chat Eva